Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

HD World Junior Championship decide títulos mundiais em Floripa

João Carvalho

A Praia da Joaquina será o palco do evento inédito no Brasil que vai apontar os campeões mundiais da categoria Pro Junior da ASP na Ilha de Santa Catarina

As grandes promessas do surfe de dezesseis países desembarcam na Ilha de Santa Catarina nessa semana, para a disputa dos títulos mundiais masculino e feminino da ASP na categoria para surfistas com até 21 anos de idade, que pela primeira vez serão decididos no Brasil. A Praia da Joaquina volta a sediar um evento internacional depois de 7 anos com a estreia do HD World Junior Championship 2013 apresentado pela Devassa, reunindo os maiores talentos da nova geração no principal palco do esporte em Florianópolis. Os tops do WCT, Gabriel Medina, 19 anos, e Filipe Toledo, 18, são as grandes atrações entre os participantes do evento que começa no próximo dia 27 e vai até 5 de novembro na capital catarinense.

Os dois são os principais cabeças de chave do HD World Junior Championship 2013 e um dos seus dois primeiros adversários na Praia da Joaquina sairá da triagem que acontece no sábado, 26 de outubro. Esta competição especial será disputada por dezesseis convidados pelos organizadores, sendo oito indicados pelo ranking Pro Junior da ASP South America, cinco pela Federação Catarinense de Surf, um pela Associação de Surf da Joaquina e dois pela marca HD. O campeão e o vice ficam com as duas vagas que vão completar as primeiras baterias de Gabriel Medina e Filipe Toledo em Florianópolis na próxima semana.

A lista da ASP South America, de acordo com o ranking sul-americano Pro Junior de 2013, tem dois peruanos, Ricardo Cruzado e Joaquin Del Castillo, o argentino Facundo Ane e cinco brasileiros, o capixaba Rafael Teixeira, o paulista Victor Bernardo atual campeão brasileiro Pro Junior, o carioca Lucas Silveira, o catarinense Yago Dora e o paulista Wesley Leite. Eles são os próximos entre os que ficaram de fora do grupo dos quatro primeiros colocados no ranking Pro Junior da ASP South America esse ano, que se classificam para defender o continente na decisão do título mundial Sub-21 da ASP.

O catarinense Luan Wood, 17 anos, conquistou o título sul-americano decidido no Peru, derrotando o peruano Juninho Urcia, 18, na bateria final em Lobitos. Os semifinalistas Igor Moraes, 16, e Tales Araujo, 18, também garantiram seus nomes na única seletiva de 2013, com os também paulistas Filipe Toledo, 18, e Jessé Mendes, 20, completando o time nas duas vagas que a ASP South America reserva para os surfistas da América do Sul mais bem colocados no ASP World Ranking. Além dos seis, a equipe sul-americana terá quatro reforços e um deles é forte candidato ao título do HD World Junior Championship 2013, o fenômeno Gabriel Medina.

Ele recebeu um convite especial dos organizadores do evento para entrar direto no evento principal da competição, assim como o segundo catarinense já confirmado na disputa do título mundial pela Federação Catarinense de Surf, Matheus Navarro, 20 anos. Outros seis catarinenses vão disputar as duas vagas da triagem contra os oito ranqueados da ASP South America, Cainã Barletta, João Paulo Abreu, Ian Tavares, Fernando Paulino e Gustavo Ramos convidados pela FECASURF e Pedro Souza pela Associação de Surf da Joaquina. Os dois surfistas indicados pela marca HD, Lucas Yan Cabral e Matheus Faria, fecham a lista da triagem.

BRASIL 5 X 4 AUSTRALIA - O título mundial Pro Junior da ASP começou a ser disputado em 1998 no Havaí e o primeiro campeão foi o havaiano Andy Irons (in memoriam), que depois conquistou três troféus de melhor surfista do mundo no WCT. No ano seguinte, foi o atual campeão mundial Joel Parkinson, 32 anos, que festejou sua primeira conquista importante na carreira e em 2000 veio a primeira vitória brasileira, com o carioca Pedro Henrique, 31, vencendo a última edição do Mundial Pro Junior da ASP no Havaí.

Em 2001 a decisão mudou para a Austrália e o australiano Joel Parkinson venceu de novo, mas o Brasil recuperou a coroa em 2003 com Adriano de Souza, 26 anos, se tornando o campeão mundial mais jovem da história da ASP, com apenas 16 anos de idade. Em 2004 deu Brasil mais uma vez com o cearense Pablo Paulino, 26, que repetiu o bicampeonato de Joel Parkinson em 2007. Depois disso, só outro australiano igualou esse feito, Jack Freestone, 21, número 1 no ranking das duas etapas de 2010 e campeão da única do ano passado em Bali, na Indonésia.

O paulista Caio Ibelli, 20 anos, garantiu a maioria de títulos para o Brasil na história da categoria Pro Junior na ASP em 2011, ao ganhar uma inédita bateria extra com o australiano Garrett Parkes, 22, para desempatar o ranking encerrado com dois surfistas computando o mesmo número de pontos na liderança. Foi a única vez que houve um circuito com três etapas, começando na Indonésia, com a segunda no Brasil e a final na Austrália. Com a vitória de Caio Ibelli, o Brasil passou a ter cinco títulos mundiais Pro Junior, contra quatro da Austrália, que não terá Jack Freestone para tentar um inédito tricampeonato.

TIMES REGIONAIS - O time selecionado pela ASP Australasia é capitaneado pelo cabeça de chave número 3 do HD World Junior Championship, o marroquino Ramzi Boukhiam, 20 anos. Tem ainda o indonesiano Oney Anwar, 20, e quatro australianos, Matt Banting, 19, Jack Duggan, 18, Jake Sylvester, 20, e Mitchell Parkinson, 18. Cada um dos sete escritórios regionais da ASP indicam seis atletas para disputar o título mundial Pro Junior masculino e duas para o feminino, que só estreou em 2005. As duas competições utilizam os formatos do WCT para 48 homens e 18 mulheres.

Por sediar a decisão do título mundial este ano, a América do Sul terá uma maior participação com dez competidores na categoria masculina e quatro na feminina. Além do time normal dos seis indicados pela ASP South America, dois entram como convidados dos organizadores e dois pela triagem que ganhou uma vaga a mais pelo cancelamento da inscrição do havaiano Dylan Kowalski, 20 anos. No feminino, as classificadas pelo ranking sul-americano foram as peruanas Melanie Giunta, 16, e Miluska Tello, 18, mas duas brasileiras competirão como convidadas, uma delas a catarinense Marina Rezende, 16, pela Federação Catarinense de Surf, que conhece bem as ondas da Joaquina.

CONHECENDO O BRASIL - No masculino, o maior pelotão estrangeiro é dos Estados Unidos com sete atletas, Conner Coffin, 20 anos, Ian Crane, 20, Kanoa Igarashi, 16, Cam Richards, 18, Jake Halstead, 19, Daniel Glenn, 17, e Jorgan Couzinet, 21, com Carlos Muñoz, 20, da Costa Rica, fechando a relação dos selecionados pela ASP North America. O mais jovem deles, Kanoa Igarashi, chegou antes para conhecer o Brasil e participar da etapa do ASP World 4-Star encerrada no sábado passado em Itacaré, no litoral sul da Bahia.

"Eu não conhecia o Brasil e quando soube que ia acontecer este evento 4 estrelas uma semana antes do Mundial Pro Junior, decidi antecipar a viagem pra me adaptar melhor nas ondas daqui", falou Kanoa Igarashi, que mostrou um bom surfe nas ondas da Praia da Tiririca, só perdendo no penúltimo dia da competição na Bahia. "O mar é bem diferente lá da minha casa, mas já me disseram que na Praia da Joaquina as ondas são mais fortes do que aqui em Itacaré, que achei um lugar muito bonito. Já estou ansioso pra chegar a Florianópolis, conhecer mais um lugar no Brasil e também para já treinar lá no lugar do evento".

Quem também compareceu em massa na Bahia foi a seleção da ASP Africa para o HD World Junior Championship Tour. Dos seis, quatro competiram em Itacaré, Dylan Lightfoot, 18 anos, David Van Zyl, 20, Michael February, 20, e Diran Zakarian, 18. Os únicos que vão direto pra Florianópolis são Steven Sawyer, 19, e Slade Prestwich, 18. Quem conseguiu melhor adaptação às ondas da Praia da Tiririca foi Dylan Lighfoot, que é local de um mar bastante diferente, das longas, perfeitas e geladas direitas de Jeffreys Bay. Assim como Kanoa Igarashi, ele foi barrado na rodada que definiu os classificados para as quartas de final no ASP 4-Star da Bahia.

"É minha primeira vez no Brasil e, apesar das ondas serem totalmente diferentes de onde eu venho, consegui mostrar o meu surfe e tirar boas notas nas baterias", falou Dylan Lightfoot. "Senti um pouco de dificuldade por causa do vento maral, mas foi divertido competir aqui e achei que foi bom ter vindo antes pro Brasil, assim já vamos acostumando com o país e já deu pra ver que as pessoas são muito receptivas e gostam de surfe. A praia aqui lotou nos últimos dias e vamos ver em Florianópolis como vai ser. Espero que dê boas ondas no campeonato".

OS MAIS JOVENS - Um dos integrantes do sexteto japonês também competiu na Bahia, mas Hiroto Arai, 18 anos, foi barrado pelos brasileiros na sua estreia em Itacaré. Na Ilha de Santa Catarina, ele encontra com o restante do jovem time selecionado pela ASP Asia para o HD World Junior Championship. Hiroto Ohhara, Takumi Nakamura e Reo Inaba têm apenas 16 anos de idade, Arashi Kato tem 20 e Naomi Kobayashi tem 18 como Hiroto Arai.

Já o Havaí participa com um dos competidores mais novos, Kalani David, que tem 15 anos e só vai completar 16 em 4 de novembro, penúltimo dia do prazo do HD World Junior Championship. Apesar do desfalque de última hora de Dylan Kowalski, a ASP Hawaii tem dois fortes concorrentes ao título mundial na Praia da Joaquina, Keanu Asing, 20 anos, que já venceu etapas do ASP World Star e Ezekiel Lau, 19, vice-campeão Pro Junior da ASP no ano passado em Bali, na Indonésia. Completam o time havaiano os irmãos Joshua Moniz, 17, e Seth Moniz, 16.

Diferente dos times da ASP Asia, ASP Africa e ASP Hawaii, que são formados por surfistas de um mesmo país, a equipe selecionada pela ASP Europe é composta por competidores de quatro nações. A grande novidade é o italiano Leonardo Fioravanti que também tem somente 15 anos de idade como o havaiano Kalani David. Portugal também conseguiu uma vaga nas seletivas europeias com Vasco Ribeiro, 18. As outras ficaram com dois franceses, Tom Cloarec, 19, e Nomme Mignot, 16, e dois taitianos, Enrique Ariitu, 20, e Vehiatua Prunier, 20 anos.

O HD World Junior Championship 2013 será apresentado pela Devassa e vai distribuir uma premiação total de 130 mil dólares nas duas categorias. O evento homologado pela Association of Surfing Professionals (ASP) é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e da Associação de Surf da Joaquina (ASJ), com patrocínio da marca de surfwear HD, Ecco Energy, Cup Noodles e apoio do FUNDESPORTE do Governo do Estado de Santa Catarina e da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria Municipal de Turismo, com divulgação oficial pela Rede Atlântida, Revista Fluir e Site Waves.

RELAÇÃO DOS PARTICIPANTES DOS SETE ESCRITÓRIOS REGIONAIS DA ASP:

ASP SOUTH AMERICA - ordem de cabeças de chave:

01: Filipe Toledo (BRA), 18 anos

02: Gabriel Medina (BRA), 19 anos, convidado da organização do evento

06: Jessé Mendes (BRA), 20 anos

30: Igor Moraes (BRA), 16 anos

35: Juninho Urcia (PER), 18 anos

36: Luan Wood (BRA), 17 anos

45: Tales Araujo (BRA), 18 anos

46: Matheus Navarro (BRA), 19 anos, convidado da FECASURF

47: campeão da triagem do HD World Junior Championship

48: vice-campeão da triagem do HD World Junior Championship

----TIME FEMININO:

11: Miluska Tello (PER), 18 anos

14: Melanie Giunta (PER), 16 anos

17: Marina Rezende (BRA) convidada da FECASURF

18: convidada da HD ainda não definida

ASP NORTH AMERICA - ordem de cabeças de chave:

07: Conner Coffin (EUA), 20 anos

09: Carlos Muñoz (CRI), 20 anos

19: Ian Crane (EUA), 20 anos

20: Kanoa Igarashi (EUA), 16 anos

23: Cam Richards (EUA), 18 anos

25: Jake Halstead (EUA), 19 anos

39: Daniel Glenn (EUA), 17 anos

44: Jorgan Couzinet (EUA), 21 anos

----TIME FEMININO:

06: Frankie Harrer (EUA), 15 anos

10: Chelsea Tuach (BRB), 17 anos

ASP AUSTRALASIA - ordem de cabeças de chave:

03: Ramzi Boukhiam (MAR), 20 anos

04: Matt Banting (AUS), 19 anos

10: Oney Anwar (IDN), 20 anos

32: Jack Duggan (AUS), 18 anos

38: Jake Sylvester (AUS), 20 anos

41: Mitchell Parkinson (AUS), 18 anos

----TIME FEMININO:

01: Nikki Van Dijk (AUS), 18 anos

05: Ellie-Jean Coffey (AUS), 18 anos

07: Stephanie Single (AUS), 18 anos

ASP HAWAII - ordem de cabeças de chave:

05: Keanu Asing (HAV), 20 anos

08: Ezekiel Lau (HAV), 19 anos

21: Joshua Moniz (HAV), 17 anos

26: Kalani David (HAV), 15 anos e faz 16 em 04 de novembro

34: Seth Moniz (HAV), 16 anos

----TIME FEMININO:

04: Tatiana Weston-Webb (HAV), 17 anos

12: Mahina Maeda (HAV), 15 anos

13: Dax McGill (HAV), 15 anos

ASP EUROPE - ordem de cabeças de chave:

11: Vasco Ribeiro (PRT), 18 anos

28: Enrique Ariitu (TAH), 20 anos

31: Nomme Mignot (FRA), 16 anos

33: Tom Cloarec (FRA), 19 anos

37: Vehiatua Prunier (TAH), 20 anos

42: Leonardo Fioravanti (ITA), 15 anos

----TIME FEMININO:

02: Johanne Defay (FRA), 19 anos

08: Leticia Canales Bilbao (ESP), 18 anos

ASP AFRICA - ordem de cabeças de chave:

12: Dylan Lightfoot (AFR), 18 anos

14: David Van Zyl (AFR), 20 anos

15: Michael February (AFR), 20 anos

24: Steven Sawyer (AFR), 19 anos

29: Slade Prestwich (AFR), 18 anos

43: Diran Zakarian (AFR), 18 anos

----TIME FEMININO:

03: Bianca Buitendag (AFR), 19 anos

15: Emma Smith (AFR), 19 anos

ASP ASIA - ordem de cabeças de chave:

13: Hiroto Ohhara (JAP), 16 anos

16: Arashi Kato (JAP), 20 anos

17: Hiroto Arai (JAP), 18 anos

18: Takumi Nakamura (JAP), 16 anos

22: Reo Inaba (JAP), 16 anos

27: Naomi Kobayashi (JAP), 18 anos

----TIME FEMININO:

09: Reika Noro (JAP), 18 anos

16: Minato Takahashi (JAP), 20 anos

GALERIA DOS CAMPEÕES MUNDIAIS PRO JUNIOR DA ASP:

2012: Jack Freestone (AUS) e Nikki Van Dijk (AUS) em Bali, na Indonésia

2011: Caio Ibelli (BRA) e Leila Hurst (HAV) na Indonésia, Brasil, Austrália

2010: Jack Freestone (AUS) e Alizee Arnaud (FRA) na Indonésia e Austrália

2009: Maxime Huscenot (FRA) e Laura Enever (AUS) na Austrália

2008: Kai Barger (HAV) e Pauline Ado (FRA) na Austrália

2007: Pablo Paulino (BRA) e Sally Fitzgibbons (AUS) na Austrália

2006: Jordy Smith (AFR) e Nicola Atherton (AUS) na Austrália

2005: Kekoa Bacalso (HAV) e Jessi Miley-Dyer (AUS) na Austrália

2004: Pablo Paulino (BRA) na Austrália

2003: Adriano de Souza (BRA) na Austrália

2002: não realizado por falta de datas

2001: Joel Parkinson (AUS) na Austrália

2000: Pedro Henrique (BRA) no Havaí

1999: Joel Parkinson (AUS) no Havaí

1998: Andy Irons (HAV) no Havaí

Galerias | Mais Galerias