#surf 
São Domingos do Capim - Pará - Brasil

XVIII Festival do Surf na Pororoca de São Domingos do Capim

Redação Surfguru

Capital Mundial da pororoca se prepara para receber um público de mais de 30 mil visitantes na maior festa mundial das ondas de maré

Entre os dias 08 e 10 de abril o município paraense de São Domingos do Capim será palco da maior festa mundial do surf na pororoca, o XVIII Festival do Surf na Pororoca. E esse ano o evento mais tradicional do gênero em todo o planeta contará com várias novidades.

Ultramaratona Individual de SUP – 06 à 08 de abril

A começar pela ultamaratona solitária de SUP em que o atleta e Pioneiro do Surf na Pororoca do Brasil, Gilvandro Júnior, percorrerá os mais de 130 km que separam os municípios de Belém e São Domingos do Capim, na maior travessia de Stand up Paddle já realizada no estado do Pará. O atleta sairá do Mirante Ver-o-Rio, na Capital paraense, às 8h da manhã dos dia 06/04, com chegada prevista para às 17h do dia 08/04 no município de São Domingos, abrindo oficialmente as festividades.

Pororoca Fight – 08 de abril

Aproveitando a vasta experiência do Presidente da ABRASPO, Noélio Sobrinho, que já realizou dezenas de eventos de luta, esse ano o Festival da Pororoca de São Domingos do Capim começa com as disputas do Pororoca Fight, uma competição de MMA onde atletas de diversas regiões da Amazônia colocarão à prova toda a técnica da Escola Marajoara de Luta em disputas eletrizantes que prometem agitar o público presente. Inclusive teremos disputas entre atletas que também são praticantes de surf, provando a versatilidade dos atletas paraenses e de regiões adjacentes.  

Quebra do Recorde Brasileiro de Número de Pessoas Surfando uma Mesma Pororoca – 09 e 10 de abril

Na sequência surfistas da região e de várias partes do Brasil irão encarar a pororoca do Rio Capim como objetivo da quebra do Recorde Brasileiro de Maior Número de Surfistas em uma mesma Pororoca. A expectativa dos diretores da ABRASPO-Associação Brasileira de Surf na Pororoca, é que mais de 150 surfistas participem da ação atingindo um número expressivo para que em ações posteriores o Recorde Mundial também seja batido em São Domingos. Uma das novidades nesse ano será a participação do atleta cearense Eduardo Gondim e seu Big Sup, uma superprancha de Stand up Paddle capaz de levar 8 surfistas de uma só vez, pela primeira vez surfando uma pororoca.

Desafio Noturno de Surf na Pororoca – 09 de abril

Mas as emoções do surf na pororoca não param por aqui. Na noite do sábado, 09/04, um grupo de 15 convidados composto por pioneiros e notáveis do surf na pororoca irão participar do Desafio Noturno de Surf na Pororoca, onde enfrentarão os perigos e desafios do surf no fenômeno à noite, colocando à prova a coragem de alguns dos mais experientes caçadores de pororoca do Brasil como os paraenses pioneiros, Noélio Sobrinho e Gilvandro Júnior, o niteroiense Ricardo Tatuí (primeiro Campeão Brasileiro de surf na pororoca), os cearenses Adilton Mariano (7 vezes Campeão Brasileiro de Surf na Pororoca) e Marcelo Bibita (o primeiro recordista brasileiro de permanência no fenômeno), além de outros convidados que prometem dar um show de coragem e habilidade em pranchas iluminadas por LED’s, garantindo o espetáculo que será completado por canhões de luz instalados às margens do rio, próximos ao Mirante do Toio.   

Pororoca Patrimônio Imaterial do Estado do Pará

Ao atingir a maioridade, o surf na pororoca, os moradores de São Domingos e toda população do Pará ganharam um verdadeiro presente: o reconhecimento do Fenômeno da Pororoca como Patrimônio Imaterial do Estado do Pará. Esse feito só se tornou possível a partir da iniciativa do ex-Prefeito de São Domingos, Cristiano Martins, que atualmente trabalha no Gabinete do Dep. Carlos Bordalo, que lutou muito para que essa conquista do povo capinense se concretizasse e também  devido ao trabalho incessante da ABRASPO em prol da popularização, desmistificação e difusão do fenômeno não somente no Brasil, como também no mundo, como explica Noélio Sobrinho:

“É com muito orgulho que vejo o surf na pororoca completar 18 anos e a cada ano eu tenho mais provas de que estar dedicando os melhores anos de minha vida ao desenvolvimento do fenômeno foi um decisão mais que acertada. O que estamos vendo esse ano é algo que deveria servir de lição para todo o Brasil nas mais diferentes esferas. Pela primeira vez eu vi políticos de vários partidos e posicionamentos diferentes unidos em prol de um único objetivo: o desenvolvimento do surf na pororoca. Ver isso acontecendo no atual cenário em que vivemos é gratificante, pois, o que o Brasil precisa para voltar a crescer é a união de todos os brasileiros. A pororoca está fazendo sua parte, mostrando com isso sua força e poder de transformação”, declarou Noélio.

Pororoca Tour – Estrutura e Festa

Para que todas essas ações possam acontecer a ABRASPO está preparando uma megaestrutura jamais vista em um evento da pororoca que contará, entre outras coisas, com o maior barco de madeira do mundo (segundo o Guinness Book), o Venino Pantoja, que estará dando suporte à rede hoteleira do município atendendo boa parte da demanda por alojamentos com pacotes promocionais incluindo refeições e acomodações em camarotes ou no redário. Além disso, 7 bananas boat, 3 jet skis e 3 lanchas voadeiras serão disponibilizadas aos atletas e imprensa durante a quebra do Recorde Brasileiro.

Festa – 09 de abril

Além da megaestrutura disponibilizada ao surf, mais uma superestrutura composta por uma Carreta Palco será instalada no Mirante do Toio, onde acontecerão shows com as maiores bandas de Reggae, Rock e os melhores DJ’s de Música Eletrônica da Região:

Nossa intenção é fazer uma grande festa voltada para os surfistas e os simpatizantes do esporte com os ritmos que fazem a cabeça dessa galera. Não dá pra pensar em uma festa de surf que não seja embalada por reggae e surf music. Por isso fizemos questão de trazer as maiores atrações regionais desses gêneros musicais e montar uma superestrutura voltada exclusivamente para a cultura surf, no local onde tudo começou há 18 anos, a Ilha do Toio. E parece que os antigos espíritos da floresta e os Três Pretinhos também resolveram dar sua contribuição para o sucesso do evento trazendo de volta as ondas da Ilha do Toio, que não quebrava há muito tempo e nas últimas luas voltaram a fazer a alegria dos surfistas de São Domingos... A presença do navio Venino Pantoja também demonstra nossa preocupação em acolher todos os surfistas que estarão presentes para entrar pra história do surf brasileiro durante a quebra do recorde, pois, todos que quiserem poderão ficar confortavelmente acomodados no amplo redário do navio e ainda terão direito a três refeições durante os dias em que o evento acontecerá”, finalizou Noélio.  

Então já sabe. Se você é fã de surf e mora no Pará ou em qualquer parte do Brasil e quer fazer parte dessa festa venha se unir aos mais de 30 mil que visitarão São Domingos do Capim-PA durante o maior evento de pororoca do mundo. A Capital da pororoca está pronta para acolher todos que quiserem aproveitar seu clima pacato e se deslumbrar com um dos fenômenos naturais mais intrigantes e fascinantes da natureza.

Maiores Informações

(91) 9.8166.7005 – noeliopororoca@hotmail.com

Falar com Noélio Sobrinho 

O 18º Surf na Pororoca conta com o Patrocínio do Governo do Pará, Fundação Cultural do Estado do Pará e Assembleia Legislativa do Estado do Pará através dos Deputados Airton Faleiro, Carlos Bordalo, Chicão, Eduardo Costa, Lélio Costa, Márcio Miranda, Olival Marques, Ozório Juvenil e Sefer. Homologação: CBS-Confederação Brasileira de Surf. Promoção e Organização: ABRASPO e Fepasurf.  

​ROUPAS E ACESSÓRIOS DE SURF E SKATE VOCÊ ENCONTRA NO SURFGURUSHOP.COM.BR

Galerias | Mais Galerias