#notícias #ondas extremas #ondas grandes #competições #profissional 

World Surf League anuncia os vencedores do Red Bull Big Wave Awards 2022

WSL LATAM News

Justine Dupont ganhou dois dos três prêmios da categoria feminina

A World Surf League (WSL) está anunciando hoje os vencedores do Red Bull Big Wave Awards de 2022. Um total de 350.000 dólares foi distribuído para os ganhadores e ganhadoras das três categorias premiadas: Onda do Ano (Ride of the Year), Maior Onda de Tow-in (Biggest Tow) e Maior Onda na Remada (Biggest Paddle). Os fotógrafos e cinegrafistas das ondas vencedoras, também receberam premiação em dinheiro pelos registros.

Red Bull Big Wave Awards deste ano recebeu mais de 300 inscrições, com algumas das ondas mais pesadas e incríveis surfadas durante a janela da temporada do Big Wave Awards 2022, de 1º de abril de 2021 a 31 de março de 2022. Todas as ondas enviadas, foram avaliadas por um painel de jurados formado por juízes da WSL, ex-surfistas profissionais e especialistas em ondas grandes.

“Parabéns aos vencedores do Red Bull Big Wave Awards deste ano”, disse Jessi Miley-Dyer, vice-presidente de circuitos e competições da WSL. “O nível de comprometimento que vimos nesta temporada foi incrível e fiquei realmente impressionada com as ondas indicadas para os prêmios. Para mim, o destaque da temporada foi Justine Dupont, com duas ondas premiadas e indicações em todas as categorias. Ela realmente concretizou seu domínio no mundo das ondas gigantes”. 

ONDA DO ANO - O prêmio para a “Onda do Ano” é concedido para quem demonstra o nível mais avançado e comprometido do surfe em ondas gigantes, conforme o julgamento pelas imagens de vídeo disponíveis. Embora o tamanho bruto da onda seja levado em consideração, em última análise, é o nível de desempenho que é premiado.

A francesa Justine Dupont foi indicada com duas ondas nesta categoria e ganhou o prêmio pela que surfou em Teahupo'o, no Taiti, em 13 de agosto de 2021. O italiano Francisco Porcella ganhou o prêmio masculino por sua onda em Jaws, no dia 2 de novembro de 2021 no Havaí.

Top-5 da categoria feminina:

1 - Justine Dupont em Teahupoo em 13 de agosto de 2021 (video de Manea Fabish)

2 - Paige Alms em Jaws no dia 9 de janeiro de 2022

3 - Justine Dupont em Teahupoo no dia 6 de outubro de 2021

4 - Annie Reickert em Outer Reef Kahului em 5 de dezembro de 2021

5 - Michelle des Bouillons em Nazaré em 10 de fevereiro de 2022

Top-5 da categoria masculina:

1 - Francisco Porcella em Jaws em 2 de novembro de 2021 (video de Jace Panebianco)

2 - Billy Kemper em Jaws em 2 de novembro de 2021

3 - Mikey Brennan em Shipstern Bluff em 26 de março de 2022

4 - Lucas Chumbo Chianca em Nazaré em 25 de fevereiro de 2022

5 - Pedro Scooby em Nazaré em 13 de dezembro de 2021

MAIOR ONDA DE TOW-IN - O prêmio de "Maior Onda de Tow-In" surfada com o auxílio do jet-ski vai para os surfistas que, por qualquer meio disponível, completarem a maior onda do ano. As ondas vencedoras nas duas categorias foram surfadas em Nazaré, Portugal, onde Justine Dupont ganhou seu segundo prêmio com uma das três ondas que pegou no dia 8 de janeiro de 2022. O prêmio masculino ficou para o norte-americano Mason Barnes por sua onda surfada no dia 26 de fevereiro de 2022.

Top-5 da categoria feminina:

1 - Justine Dupont em Nazaré em 8 de janeiro de 2022 (video e foto de Thomas Slavik)

2 - Michelle des Bouillons em Nazaré no dia 11 de dezembro de 2021

3 - Justine Dupont em Nazaré no dia 8 de janeiro de 2022 (onda 2)

4 - Justine Dupont em Nazaré no dia 8 de janeiro de 2022 (onda 3)

5 - Michelle des Bouillons em Nazaré no dia 13 de dezembro de 2021

Top-5 da categoria masculina:

1 - Mason Barnes em Nazaré em 26 de fevereiro de 2022 (video e foto de Laurent Pujol)

2 - João Macedo em Nazaré no dia 25 de fevereiro de 2022

3 - Pedro Scooby em Nazaré no dia 8 de janeiro de 2022

4 - Nic Von Rupp em Nazaré no dia 8 de janeiro de 2022

5 - Lucas Chumbo Chianca em Nazaré em 8 de janeiro de 2022

MAIOR ONDA NA REMADA - O prêmio de "Maior Onda na Remada" vai para os surfistas que completarem com sucesso a maior onda surfada na remada, sem auxílio do jet-ski. As ondas vencedoras foram surfadas em Jaws, Havaí, no dia 2 de novembro de 2021, por Annie Reickert e pelo quatro vezes campeão do Pe'ahi Challenge, Billy Kemper.

Top-5 da categoria feminina:

1 - Annie Reickert em Jaws em 2 de novembro de 2021 (foto de Aaron Lynton e video de Slater Neborsk)

2 - Justine Dupont em Nazaré em 19 de novembro de 2021

3 - Katie Mae McConnell em Himalayas em 22 de janeiro de 2022

4 - Paige Alms em Jaws no dia 2 de novembro de 2021

5 - Raquel Heckert at Himalayas em 22 de janeiro de 2022

Top-5 da categoria masculina:

1 - Billy Kemper em Jaws em 2 de novembro de 2021 (video e foto de Marco Arellano)

2 - Lucas Chumbo Chianca em Nazaré no dia 12 de janeiro de 2022

3 - Pedro Calado em Nazaré no dia 12 de janeiro de 2022

4 - Jamie Mitchell em Nazaré no dia 9 de fevereiro de 2022

5 - Ben Andrews em Mavericks em 11 de janeiro de 2022

Como parte do Red Bull Big Wave Awards 2022, a WSL anunciou oficialmente o novo título do GUINNESS WORLD RECORDS™ para a maior onda surfada por um homem para o alemão Sebastian Steudtner. O novo recorde foi para a onda de 86 pés, ou 26,21 metros de altura, que ele surfou no dia 29 de outubro de 2020 na Praia do Norte, em Nazaré, Portugal.

A janela para a temporada 2022/2023 de ondas gigantes da World Surf League vai abrir oficialmente no dia 1.o de novembro de 2022 e vai até 31 de março de 2023. O calendário da WSL terá dois eventos esse ano, o TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado pelos Jogos Santa Casa em Portugal e o Quiksilver JAWS Big Wave Challenge apresentado pela TUDOR, com cada competição disputada na modalidade de tow-in e remada, respectivamente.

Oficiais da WSL vão monitorar as tempestades e ondulações, observando as condições que possam produzir ondas com altura na faixa da competição. A convocação oficial será anunciada com 72 horas de antecedência e os surfistas terão que estar prontos para competir.

Ambos os eventos serão transmitidos AO VIVO no WorldSurfLeague.com e pelo WSL app e Canal da WSL no YouTube.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com,

Comentários

Galerias | Mais Galerias