#escolar #escola #educação #competições 

Três surfistas comemoram títulos do 17º A Tribuna Colegial

Fábio Maradei

Dia de festa neste domingo (14), na 2ª etapa do 17º A Tribuna de Surf Colegial, na Praia do Tombo, em Guarujá

Três surfistas repetiram as vitórias da disputa inicial e já garantiram os títulos individuais, por antecipação. Wesley Santos, do Adélia Camargo Corrêa, de Guarujá, foi o grande nome do evento. Faturou a AntiQueda Expression Session, venceu a etapa na categoria júnior (até 18 anos) e tornou-se campeão do circuito.

Na iniciante (limite de 14 anos), Léo Guimarães, do Don Domênico, de Guarujá, garantiu o bicampeonato do torneio. Na mirim (máximo de 16 anos), Marcos Corrêa, do Virtual Dom Bosco, de São Vicente, faturou o circuito pela primeira vez. Já no feminino (com idade até 18 anos), a vencedora de 2011, Júlia Santos, do Primo Ferreira, de Santos, levou a etapa e se igualou na liderança do ranking a Iara Stella, do Don Domênico. Ambas agora somam 1.900 pontos.

Na disputa de escolas, o Adélia Camargo Corrêa manteve a liderança. Nove vezes vencedor do circuito, o colégio guarujaense, está na frente do atual campeão, Don Domênico, dono de seis títulos da competição. Na classificação da etapa, o primeiro colocado marcou 4.709 pontos contra 4.464 pontos do segundo.

“A Praia do Tombo recebeu mais uma vez grandes disputas, de alto nível técnico, durante este fim de semana. Os surfistas estão de parabéns e como podemos ver, teremos decisões acirradas em Praia Grande para definir a escola campeã de 2012”, disse o diretor-técnico Marcos Bukão, lembrando que o Circuito será definido em novembro, novamente na Praia da Guilhermina, em Praia Grande, palco das decisões dos dois últimos anos.

DECISÕES NO TOMBO - A primeira decisão do dia foi a AntiQueda Expression Session, bateria sem regras valendo a manobra mais radical, reunindo 12 surfistas. Em um confronto acirrado, Wesley Santos, a 15 segundos do término, lançou um aéreo 180º e desbancou o seu companheiro de escola, Victor Bernardo, que liderava a sessão até então.

Em seguida, foi conhecida a nova vencedora no feminino. Vice em São Vicente, no mês de junho, Júlia Santos não deu chances a sua principal concorrente Iara Stella e ganhou a bateria com uma somatória de 8.75, contra 5.45 da adversária guarujaense.

“Precisava ganhar esta etapa, pois a Iara já havia ganhado de mim na primeira etapa. Somos amigas fora da água, mas no mar a disputa é grande. Agora vou com tudo buscar este bicampeonato em Praia Grande”, declarou a surfista do Primo Ferreira.

Na iniciante, Léo Guimarães ratificou o bom momento e também realizou uma bateria soberana. Com a soma de 12,35, o atleta de 14 anos levou a melhor sobre Victor Mendes, do Adélia Camargo, que fez 10,15 pontos ao longo da disputa. “Estou muito feliz com esse bicampeonato e ainda de forma antecipada. Só tenho a agradecer a Deus e procuro estar bem focado sempre para continuar com esse ritmo de vitórias”, falou o competidor do Don Domênico.

Já na mirim, a Praia do Tombo viu a decisão mais acirrada do dia. Em uma disputa intensa, Victor Bernardo e Marcos Corrêa empataram em número de pontos ao final da bateria: 14,25. Mas o surfista vicentino ficou com o título da etapa e, consecutivamente, do circuito, por causa melhor nota alcançada em uma excelente direita, com diversas batidas e um aéreo reverse, que lhe rendeu um 7,75.

“Estou muito feliz de ter ganho este circuito e com uma etapa de antecipação. Espero ganhar muito mais daqui para frente e sem dúvida, será uma motivação ainda maior para mim”, comemorou o atleta do Virtual Dom Bosco.

Na júnior, o ‘cara’ do domingo não teve dificuldades para, finalmente, levar seu primeiro título do A Tribuna de Surf Colegial. Após três vices, em 2008 e 2009, na iniciante, e em 2011, na mirim, Wesley Santos somou 12,40 pontos contra 9,90 de Yagê Araújo, do Don Domênico e saiu da água aliviado na última decisão do dia.

“Hoje deu tudo certo. Ganhei na Expression Session de um grande amigo meu e com uma onda a 15 segundos do fim. E júnior, achei boas ondas e graças a Deus consegui este título, que tinha batido na trave por três vezes”, comemorou o competidor de 17 anos.

PATROCINADORES – Mais do que consagrado e referência no País, o A Tribuna de Surf Colegial tem seu sucesso comprovado também na manutenção dos patrocinadores. A surfwear AntiQueda, por exemplo, está no Circuito desde a edição inicial. “São 17 anos de parceria. Este e um campeonato muito importante, que ajuda muito a estabelecer uma imagem positiva do esporte, vinculando-o à educação”, afirma Paulo Sérgio Nogueira Lopes, diretor da AntiQueda.

Já a Sthill investe no evento há mais de uma década. “Temos como foco investir em ações sociais. Somos patrocinadores da Escola Radical de Surf, em Santos, desde a sua criação, há duas décadas, e o A Tribuna Colegial é uma grande ferramenta de inclusão, com incentivo aos estudos entre os atletas, sendo que muitos têm oportunidade de estudar com bolsas de estudos, graças ao surf”, ressalta Mario Moreira, da Sthill.

ATRAÇÕES - Se nas ondas, os surfistas fizeram bonito, na areia a 2ª etapa do 17º A Tribuna de Surf Colegial contou com várias atrações. Entre os destaques, o Salva Surf, com bombeiros dando instruções teóricas e práticas de técnicas de salvamento e recuperação de vítimas de afogamento e outros acidentes na água.

Atletas e o público em geral também participaram de brincadeiras, como competição de flexões, saltos, cabo de guerra, concorrendo a prêmios dos patrocinadores, AntiQueda, Sthill e também da Tri FM. No domingo a grande atração foi o sorteio de uma prancha Silver Surf ao público presente. Os resultados completos podem ser acompanhados no site www.triesportes.com.br , que transmitiu a competição ao vivo.