#wqs #competições #surf 
Salvador - Bahia - Brasil

Três campeões festejam no Billabong Eco Festival

João Carvalho / ASP

Um domingo com disputas emocionantes fechou o Billabong apresenta Surf Eco Festival na Praia do Psiu, em Salvador. Os campeões sul-americanos foram decididos nas semifinais

O primeiro a comemorar foi o catarinense Alejo Muniz, após a vitória sobre o paulista Gabriel Medina. Já o título profissional do ASP South America Surf Series 2009 ficou com Pablo Paulino, quando o também cearense Márcio Farney derrotou o paulista Hizunomê Bettero na segunda semifinal.

Depois, foi a vez de Farney festejar sua primeira vitória na carreira profissional, carimbando a faixa do número 1 da América do Sul na bateria que encerrou o grande evento promovido pela Dendê Produções e Axé Mix no Jardim de Alah, na capital baiana.

O Billabong apresenta Surf Eco Festival também definiu os quatro classificados pelas seletivas da ASP South America para o Mundial Pro Junior. O novo campeão sul-americano Alejo Muniz, o paulista Miguel Pupo e o baiano Franklin Serpa, já haviam confirmado seus nomes no sábado. A última vaga no time sul-americano foi decidida numa semifinal baiana, entre Serpa e Marco Fernandez, que teve mais sorte de começar bem a bateria de poucas ondas boas e levou a melhor, com ambos saindo do mar comemorando a dupla classificação da Bahia. O potiguar Jadson André e o paulista Wiggolly Dantas completam o time masculino nas vagas dos dois melhores no ranking WQS e no feminino irão as mesmas do último Mundial, a paraibana Diana Cristina e a catarinense Gabriela Leite.

“Não estou acreditando. Eu sabia que a bateria com o Gabriel Medina ia ser muito difícil e estou muito feliz por ter conseguido esse título sul-americano”, vibrou Alejo Muniz, que logo foi abraçado pelo irmão Santiago. “O Medina tava destruindo todas as baterias aqui e fico até triste porque ele precisava vencer o campeonato pra poder se classificar pro Mundial. Mas faz uns quatro anos que venho tentando o título sul-americano e agora consegui. Estou muito feliz e vou treinar bastante daqui até janeiro para ir lá na Austrália preparado para trazer o título mundial pro Brasil de novo”, prometeu Alejo Muniz.

Logo após sua vitória sobre Gabriel Medina na primeira semifinal, Franklin Serpa e Marco Fernandez entraram no mar para disputar a bateria baiana que acabou classificando Fernandez na vaga que até ali era do paulista Caio Ibelli. “A Bahia nunca foi pro Mundial Pro Junior, agora conquistamos metade das vagas e certamente vamos representar bem nosso estado e o país lá na Austrália”, disse Fernandez.

Ele depois perdeu a final Pro Junior do Billabong apresenta Surf Eco Festival para Alejo Muniz, mas destacou a importância desse evento na Bahia. “Foi muito importante principalmente pela pontuação dobrada. Eu era o 11.o do ranking e ganhei mais chances de classificação com isso, ainda mais em casa, então estou muito feliz com tudo”, falou Marco Fernandez, após a conquista da vaga na semifinal.

Franklin Serpa perdeu a chance de título sul-americano quando Alejo Muniz derrotou Gabriel Medina na primeira semifinal, mas queria a vitória no Billabong apresenta Surf Eco Festival para coroar sua ida para o Mundial da Austrália. Só que ele não conseguiu completar as manobras e foi derrotado como na sua bateria do WQS, sem achar as ondas para mostrar o seu surfe no domingo decisivo em Salvador.

“Eu até tentei e não sei o que aconteceu hoje comigo, não achei as ondas nas baterias, mas estou feliz assim mesmo porque eu já estava classificado pro Mundial e agora o Marco Fernandez também entrou no time”, falou Franklin Serpa, que terminou em quarto lugar no ranking das seletivas sul-americanas.

RESULTADOS DO DOMINGO NO BILLABONG APRESENTA SURF ECO FESTIVAL:

GRANDE FINAL DO WQS – 11,76 x 8,87 pontos:

Campeão: - Márcio Farney (BRA-CE) com notas 6,33 e 5,43 - US$ 7.000 e 875 pontos

Vice-campeão: Pablo Paulino (BRA-CE) com notas 4,57 e 4,30 - US$ 3.500 e 766 pontos

SEMIFINAIS DO WQS – 3.o lugar – US$ 2.250 e 656 pontos:

1.a: Pablo Paulino (BRA) 11.46 x 8.90 David do Carmo (BRA-SP)

2.a: Márcio Farney (BRA) 13.00 x 8.43 Hizunomê Bettero (BRA-SP)

QUARTAS-DE-FINAL DO WQS – 5.o lugar – US$ 1.250 e 569 pontos:

1.a: David do Carmo (BRA) 14.66 x 12.13 Gabriel Medina (BRA-SP)

2.a: Pablo Paulino (BRA) 10.16 x 7.97 Ian Gouveia (BRA-PE)

3.a: Hizunomê Bettero (BRA) 11.66 x 5.43 Heitor Pereira (BRA-SP)

4.a: Márcio Farney (BRA) 11.90 x 8.97 Franklin Serpa (BRA-BA)

QUARTA FASE DO WQS – 3.o=9.o lugar (US$ 900 e 481 pts) / 4.o=13.o ($ 800 e 405 pts):

1.a: 1-Gabriel Medina (BRA), 2-Ian Gouveia (BRA), 3-Messias Félix (BRA), 4-Jessé Mendes (BRA)

2.a: 1-Pablo Paulino (BRA), 2-David do Carmo (BRA), 3-Flávio Nakagima (BRA), 4-Jano Belo (BRA)

3.a: 1-Heitor Pereira (BRA), 2-Franklin Serpa (BRA), 3-Miguel Pupo (BRA), 4-Luel Felipe (BRA)

4.a: 1-Márcio Farney (BRA), 2-Hizunomê Bettero (BRA), 3-Tomas Hermes e 4-Peterson Crisanto (BRA)

GRANDE FINAL DO PRO JUNIOR – 13,00 x 10,53 pontos:

Campeão: Alejo Muniz (BRA-SC) com notas 7,00 e 6,00 - US$ 4.000 e 2.000 pontos

Vice-campeão: Marco Fernandez (BRA-BA) com 5,60 e 4,93 - US$ 2.000 e 1.720 pontos

SEMIFINAIS DO PRO JUNIOR – 3.o lugar – US$ 1.500 e 1.460 pontos:

1.a: Alejo Muniz (BRA-SC) 13.67 x 10.73 Gabriel Medina (BRA-SP)

2.a: Marco Fernandez (BRA-BA) 9.93 x 6.16 Franklin Serpa (BRA-BA)

RANKINGS FINAIS DE 2009 DA ASP SOUTH AMERICA:

RANKING MASCULINO PROFISSIONAL – 8 etapas:

Campeão: Pablo Paulino (BRA-CE) – 7.054 pontos

Vice-campeão: Hizunomê Bettero (BRA-SP) – 6.869

3.o lugar: Leonardo Neves (BRA-RJ) – 6.281

4.o: Neco Padaratz (BRA-SC) – 5.938

5.o: Bernardo Pigmeu (BRA-PE) – 5.801

6.o: Miguel Pupo (BRA-SP) – 5.731

7.o: Renato Galvão (BRA-SP) – 5.725

8.o: Rodrigo Dornelles (BRA-RS) – 5.438

9.o: Marco Polo (BRA-SC) – 5.407

10: Márcio Farney (BRA-CE) - 5.363

RANKING PRO JUNIOR MASCULINO – 4 etapas:

Campeão: Alejo Muniz (BRA-SC) – 3.730 pontos

Vice-campeão: Miguel Pupo (BRA-SP) – 2.940

3.o: Marco Fernandez (BRA-BA) – 2.780

4.o lugar: Franklin Serpa (BRA-BA) – 2.690

------os top-4 formam o time sul-americano com Jadson André (RN) e Wiggolly Dantas (SP)

5.o lugar: Caio Ibelli (BRA-SP) – 2.610 pontos

6.o: Jessé Mendes (BRA-SP) – 2.340

7.o: Ian Gouveia (BRA-PE) – 2.330

8.o: Emerson Silva (BRA-SP) – 2.190

9.o: Jerônimo Vargas (BRA-RJ) – 2.180

10: Luel Felipe (BRA-PE) – 2.160

RANKING PRO JUNIOR FEMININO – 3.a etapa finalizada na terça-feira em Salvador:

Bicampeã: Diana Cristina (BRA-PB) – 2.500 pontos

Vice-campeã: Gabriela Leite (BRA-SC) – 2.150

------as duas primeiras formam o time sul-americano no Mundial Pro Junior da Austrália

3.a: Susã Leal (BRA-SC) – 1.825

4.a: Renata Tambom (BRA-BA) – 1.705

5.a: Camila Cássia (BRAP-SP) – 1.645

5.a: Barbara Segatto (BRA-ES) – 1.645

RANKING FEMININO PROFISSIONAL – 2.a etapa finalizada no Rio de Janeiro:

Campeã: Taís de Almeida (BRA-RJ) – 1.600 pontos

Vice-campeã: Bruna Schmitz (BRA-PR) – 1.500

3.a colocada: Ornella Pellizzari (ARG) – 1.365

4.a: Cláudia Gonçalves (BRA-SP) – 1.300

5.a: Jacqueline Silva (BRA-SC) – 1.200

5.a: Suelen Naraisa (BRA-SP) – 1.200

5.a: Camila Cássia (BRA-SP) – 1.200

Galerias | Mais Galerias