#brasileiro #profissional 
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

Tomas Hermes e Diana Cristina conquistam o Brasileiro 2011

Media Guide Comunicação

O pernambucano Halley Batista leva a melhor no masculino. Tininha também fica com o primeiro lugar na etapa do Brasil Surf Pro em Florianópolis. Competição na Praia da Joaquina encerra temporada 2011.

Dia de decisão e título brasileiro de surfe na famosa praia da Joaca, em Florianópolis. Com sol forte e boas ondas o público conheceu, na manhã deste sábado, os melhores atletas de 2011 e os vencedores da etapa do Brasil Surf Pro, maior e mais importante campeonato do país.

Tomas Hermes conquistou a coroa, com ajuda do amigo Willian Cardoso, enquanto estava na areia. Já Diana Cristina garantiu o titulo na semifinal.

Nas disputas pela etapa quem levou a melhor foi Halley Batista e Diana Cristina.

A briga do titulo brasileiro estava entre Tomas Hermes e Messias Felix. O catarinense já estava fora da competição e dependia do resultado de Messias para se tornar o melhor competidor do ano. Messias trabalhou bem, mas foi derrubado nas quartas de final por Willian Cardoso. O campeão Brasileiro falou sobre a ajuda do amigo e companheiro de viagem Willian Cardoso.

“Eu sabia que o Willian ia fazer o máximo, ele disse que eu não precisava me preocupar. Estou sem palavras. Ontem quando eu perdi minha bateria ele me abraçou e disse pela parte dele eu podia relaxar. Ele estava tranqüilo e ia fazer o máximo por mim. O Messias é um grande atleta, mas Willian conhece bem as ondas da Joaquina. Estou muito feliz, agora quero relaxar e me dedicar ao circuito internacional em 2012”, comemora Tomas.

Diana Cristina conquistou o título brasileiro na primeira bateria do dia. Ela disputou a semifinal contra a carioca Gabriela Teixeira e venceu a bateria, alcançando 3720 pontos, suficiente para se isolar das outras atletas e garantir a coroa.

“Esse foi um dos melhores anos pra mim. Treinei bastante. Desde a etapa da Barra, quando a Juliana venceu, sabia que essa conquista ia ser difícil. Fiquei dois anos na briga por esse titulo, comecei 2011 bem, venci o Petrobras (divisão de acesso) cinco vezes, faltava o brasileiro da elite”, explica Tininha.

O maior e mais importante campeonato do país também teve as decisões da última etapa do ano. O Brasil Surf Pro distribui um milhão de reais em premiação, nas cinco etapas de 2011. Em Florianópolis quem se deu bem foi o pernambucano Halley Batista, que faturou 25 mil reais. Diana Cristina ganhou nove mil.

Nas semifinais do masculino Halley Batista levou a melhor sobre Renato Galvão. Renato liderou a bateria, mas o pernambucano virou no último minuto. Em seguida Willian Cardoso ganhou de André Silva com um placar apertado: 10,67 x 10,10

Final emocionante entre Halley Batista e Willian Cardoso. Uma bateria excelente com quatro ondas acima de oito e sequencia de aéreos. Em uma das manobras de Halley o adversário aplaudiu de dentro da água.

“Estou muito feliz com essa vitória, nunca ganhei uma etapa do Brasil Surf Pro. Estou com a minha família aqui. Meus irmãos e minha noiva. Estou tremendo de frio (por causa da água gelada) e de emoção. Maracaípe vai comemorar”, empolga-se o campeão Halley.

Uma das semifinais femininas foi entre Diana Cristina e a carioca Gabriela Teixeira. Juliana Quint, que era uma das favoritas ao título brasileiro perdeu para Suelen Naraísa.

Duelo de campeãs na final feminina: Suelen Naraísa, bicampeã brasileira, em 2009 e 2010, contra Diana Cristina campeã desse ano. Tininha achou difícil competir com a ubatubense, mas não decepcionou.

“Melhor impossível. Estou super feliz. Suelen usou tática da marcação, a bateria foi difícil, mas estou bem. Agora to mais tranqüila, minha mãe estava quase enfartando vendo a transmissão pela internet. Vou descansar e comemorar com a família”, empolga-se Tininha.

Campeonato Verde

Para fechar o ano bem, o maior campeonato verde do mundo realizou três grandes ações no encerramento da competição. Uma expedição ecológica pela Lagoa da Conceição, um café da manhã com as lideranças ambientais da região, além da devolução ao mar de tartarugas recuperadas pelo Projeto Tamar. A Plataforma Surfe Petrobras Pelas Florestas termina deixando um grande legado para o litoral brasileiro.

Sucesso dentro da Plataforma ambiental, a iniciativa “surfista verde” empolgou os competidores. Tomas Hermes, além de campeão brasileiro ganhou o título Surfista verde. O catarinense conquistou oito notas no critério e excelente, em 2011, e contribui com o plantio de 40 mudas. Ao longo do ano o desempenho dos atletas rendeu o plantio de 430 árvores pelo país.

“Acho bom saber que estou colaborando com o meio ambiente. Fiquei sabia que ia poder monitorar árvores com o meu nome, ver crescendo , é muito bom, divertido. Esse projeto é legal, bom para os surfe como para outros esportes. É um incentivo bacana”, empolga-se Tomas.

Nessa iniciativa cada onda surfada que receber nota igual ou acima de oito corresponderá ao plantio de cinco árvores. Entre a neutralização das emissões de CO2 do evento e as mudas de Surfista verde, a estimativa é que mais de 5000 árvores sejam plantadas.

Petrobras e Skol apresentam o Brasil Surf Pro 2011, o patrocinio é da Hawaiian Dreams (HD) e Prefeitura de Buzios. Apoio da Oi Futuro, dos canais SporTV e Multishow e da TV Jam, da Secretaria dos esportes de Buzios e da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro FESERJ. O campeonato conta com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, organização da ABRASP, realização e produção Brasil1 Esporte e MaxSports.

Finais

Halley Batista PE 17.93 X Willian Cardoso SC 16.17

Diana Cristina PB 11.27 X Suelen Naraisa SP 7.67

Resultado da quinta etapa

Masculino:

1º – Halley Batista - 1.000 pontos/ R$ 25 mil

2º – Willian Cardoso - 860 pontos/ R$ 12 mil

3º – André Silva 730 pontos/ R$ 7 mil

3º - Renato Galvão - 730 pontos/ R$ 7 mil

5º – Saulo Junior - 610 pontos/ R$ 4.650

5º – Messias Cardoso - 610 pontos/ R$ 4.650

5º – Alandreson Martins - 610 pontos/ R$ 4.650

5º – Marco Polo - 610 pontos/ R$ 4.650

Feminino:

1º – Diana Cristina - 1.000 pontos/ R$ 9 mil

2º – Suelen Naraísa860 pontos/ R$ 4.500

3º – Juliana Quint - 730 pontos/ R$ 3.500

3º - Gabriela Teixeira - 730 pontos/ R$ 3.500

5º – Susan Leal - 610 pontos/ R$ 2.175

5º – Tais de Almeida - 610 pontos/ R$ 2.175

5º – Claudia Gonçalves - 610 pontos/ R$ 2.175

5º – Natalie Martins - 610 pontos/ R$ 2.175

Como ficou o ranking brasileiro em 2011

Masculino

1 2610 Thomas Hermes SC

2 2410 Simão Romão RJ

3 2400 Halley Batista PE

3 2400 Odirley Coutinho SP

5 2360 Jano Belo PB

6 2340 Messias Felix CE

7 2310 Renato Galvão SP

8 2260 Flavio Nakagima SP

9 2160 Bruno Galini BA

10 2030 Alan Jones RN

11 2020 Krystian Kymmerson ES

12 2010 Marcio Farney CE

13 2000 Franklin Serpa BA

13 2000 Alex Ribeiro SP

15 1930 André Silva CE

16 1910 Hizunome Bettero SP

16 1910 Tanio Barreto AL

Feminino

1 3860 Diana Cristina PB

2 3320 Juliana Quint SC

3 2930 Suelen Naraisa SP

4 2690 Gabriela Leite SC

4 2690 Claudia Gonçalves SP

6 2680 Gabriela Teixeira RJ

7 2580 Tais de Almeida RJ

8 2360 Tita Tavares CE

9 2290 Luana Coutinho SP

10 2220 Nathalie Martins PR

10 2220 Bruna Queiroz SP

Galerias | Mais Galerias