#6 estrelas #competições 
Hawaii - Estados Unidos

Taj Campeão Absoluto do Reef Hawaiian Pro 2011

João Carvalho

Adriano de Souza começa bem no primeiro desafio da Tríplice Coroa Havaiana, em 3º, que terminou com uma dobradinha australiana no alto do pódio em Haleiwa

O paulista Adriano de Souza começou bem a Triplice Coroa Havaiana, com um terceiro lugar na final do Reef Hawaiian Pro na quarta-feira de séries de 3-4 pés em Haleiwa Beach. O experiente Taj Burrow surfou a melhor onda da bateria para faturar os 25 mil dólares e 6.500 pontos da vitória e Adam Melling tirou o vice-campeonato do Mineirinho no último minuto para confirmar uma dobradinha australiana no alto do pódio. O jovem norte-americano Nat Young tinha batido os recordes do campeonato no último dia, mas terminou em quarto lugar na etapa de premiação nível 6 estrelas com pontuação Prime em Haleiwa.

A decisão do título foi dominada por Taj Burrow, que em duas ondas seguidas recebeu notas 7,53 e 9,37 para garantir o seu segundo caneco de campeão em etapas do ASP World Star neste ano. Mineirinho começou bem com nota 7,5 e liderava a bateria até então. Os dois já rivalizaram grandes momentos nesta temporada. O principal foi na final do Billabong Rio Pro na Barra da Tijuca, que Adriano de Souza ganhou para se tornar o primeiro brasileiro a liderar o ranking principal do ASP World Tour.

Burrow levou a melhor desta vez e a vingança foi completa com a dobradinha australiana no alto do pódio conseguida por Adam Melling no último minuto da bateria. Com uma nota 6,43, ele virou o placar contra Mineirinho para 12,60 x 12,50 pontos, praticamente dobrando a sua premiação de 6.250 para 12.500 dólares. Além disso, a diferença de 4.450 pontos do terceiro lugar para 5.200 foi fundamental para Melling alcançar uma melhor posição no seu retorno ao grupo dos 32 que iniciarão a temporada 2012 do ASP World Title Race.

Mesmo com o terceiro lugar, Adriano de Souza voltou a encabeçar a lista dos brasileiros no ranking mundial unificado da ASP. Ultrapassou o também paulista Gabriel Medina, que não participou do primeiro desafio da Vans Triple Crown of Surfing em Haleiwa. Mineirinho subiu da oitava para a quinta posição, enquanto o campeão Taj Burrow saiu do quinto para o terceiro lugar no ASP World Ranking, que é liderado por Kelly Slater desde a sua implantação no ano passado.

O único surfista que conseguiu ingressar no G-32 para o ASP World Title Race 2012 foi Adam Melling. Com o vice-campeonato na etapa nível 6 estrelas com pontuação Prime, o australiano saltou do 36.o para o 29.o lugar, tirando a vaga do seu compatriota Kai Otton. Nesta quinta-feira já começa o prazo da segunda prova da Tríplice Coroa Havaiana, que vai até 6 de dezembro em Sunset Beach. O carioca Raoni Monteiro venceu esta etapa do ASP World Prime no ano passado e vai defender o título da tradicional World Cup of Surfing.

Um total de sete brasileiros competiu no último dia do Reef Hawaiian Pro, que foi iniciado com as quatro últimas baterias da rodada de estreia dos principais cabeças de chave da competição. O catarinense Alejo Muniz cancelou sua participação e foi substituído pelo havaiano Granger Larsen, que venceu a última disputa por vagas nas oitavas de final. O paulista Wiggolly Dantas ficou em último nessa, assim como o catarinense Willian Cardoso na sua bateria. Já o potiguar Jadson André e o paulista Jessé Mendes seguiram em frente.

Nas oitavas de final, Adriano de Souza conquistou a primeira vitória verde-amarela na quarta-feira e só Jessé Mendes também triunfou, passando atrás de Granger Larsen na última bateria. Os dois brasileiros acabaram se encontrando nas quartas de final e apenas Mineirinho se classificou, com Jessé sendo barrado junto com o americano Tanner Gudauskas por ele e pelo vencedor da bateria, Michel Bourez, do Taiti.

Antes deste confronto, Nat Young estabeleceu novos e definitivos recordes para o Reef Hawaiian Pro com uma apresentação incrível. Na melhor onda recebeu nota 9,77 para totalizar imbatíveis 17,77 pontos e depois despachou dois havaianos - John John Florence e Kekoa Bacalso - na semifinal vencida por Taj Burrow. O último surfista do Havaí foi eliminado na outra batalha por vagas na grande final, com Roy Powers terminando em quarto lugar na segunda e última vitória de Adriano de Souza e do Brasil na quarta-feira em Haleiwa Beach.

FINAL DO REEF HAWAIIAN PRO EM HALEIWA:

Campeão: Taj Burrow (AUS) com 16,90 pontos - US$ 25.000 e 6.500 pontos

Vice-campeão: Adam Melling (AUS) com 12,60 pontos - US$ 12.500 e 5.200 pontos

3.o lugar: Adriano de Souza (BRA) com 12,50 pontos - US$ 6.250 e 4.450 pontos

4.o lugar: Nat Young (EUA) com 6,10 pontos - US$ 5.650 e 4.000 pontos

SEMIFINAIS - 3.o=5.o lugar (US$ 3.100 e 3.280 pts) / 4.o=7.o lugar (US$ 2.900 e 2.960 pts):

1.a: 1-Taj Burrow (AUS), 2-Nat Young (EUA), 3-John John Florence (HAV), 4-Kekoa Bacalso (HAV)

2.a: 1-Adriano de Souza (BRA), 2-Adam Melling (AUS), 3-Michel Bourez (TAH), 4-Roy Powers (HAV)

QUARTAS DE FINAL - 3.o=9.o lugar (US$ 2.400 e 2.400 pts) / 4.o=13.o lugar (US$ 2.200 e 2.200 pts):

1.a: 1-Taj Burrow (AUS), 2-Kekoa Bacalso (HAV), 3-Evan Geiselman (EUA), 4-Kolohe Andino (EUA)

2.a: 1-Nat Young (EUA), 2-John John Florence (HAV), 3-Kieren Perrow (AUS), 4-Glenn Hall (IRL)

3.a: 1-Michel Bourez (TAH), 2-Adriano de Souza (BRA), 3-Tanner Gudauskas (EUA), 4-Jessé Mendes (BRA)

4.a: 1-Roy Powers (HAV), 2-Adam Melling (AUS), 3-Brett Simpson (EUA), 4-Granger Larsen (HAV)

G-32 DO ASP WORLD RANKING - 48 etapas em 2011:

01: Kelly Slater (EUA) - 64.200 pontos

02: Owen Wright (AUS) - 49.650

03: Taj Burrow (AUS) - 48.450

04: Joel Parkinson (AUS) - 48.100

05: Adriano de Souza (BRA) - 45.900

06: Julian Wilson (AUS) - 45.700

07: Jordy Smith (AFR) - 45.000

08: Gabriel Medina (BRA) - 44.220

09: Alejo Muniz (BRA) - 38.907

10: Josh Kerr (AUS) - 38.819

11: Jeremy Flores (FRA) - 38.570

12: Damien Hobgood (EUA) - 34.570

13: Michel Bourez (TAH) - 33.680

14: Mick Fanning (AUS) - 31.592

15: Heitor Alves (BRA) - 30.145

16: Miguel Pupo (BRA) - 30.055

17: Adrian Buchan (AUS) - 29.992

18: Bede Durbidge (AUS) - 29.450

19: Raoni Monteiro (BRA) - 29.200

20: Taylor Knox (EUA) - 27.050

21: Brett Simpson (EUA) - 25.650

22: John John Florence (HAV) - 25.254

23: Kolohe Andino (EUA) - 25.245

24: Kieren Perrow (AUS) - 25.000

25: Tiago Pires (PRT) - 24.450

26: Jadson André (BRA) - 23.640

27: Matt Wilkinson (AUS) - 23.150

28: Patrick Gudauskas (EUA) - 23.020

29: Adam Melling (AUS) - 22.750

30: Fredrick Patacchia (HAV) - 22.120

31: Dusty Payne (HAV) - 22.025

32: C. J. Hobgood (EUA) - 21.700

------------próximos brasileiros até 110:

35: Willian Cardoso (SC) - 19.790 pontos

39: Thiago Camarão (SP) - 18.810

40: Jessé Mendes (SP) - 18.185

46: Junior Faria (SP) - 14.210

49: Hizunomê Bettero (SP) - 13.355

55: Leonardo Neves (RJ) - 11.147

58: Wiggolly Dantas (SP) - 10.037

65: Tomas Hermes (SC) - 8.964

86: Jano Belo (PB) - 6.515

89: Ricardo dos Santos (SC) - 6.210

96: Jihad Khodr (PR) - 5.656

101: Alex Ribeiro (SP) - 5.222

102: Pablo Paulino (CE) - 5.201

103: Caio Ibelli (SP) - 5.178

104: Jeronimo Vargas (RJ) - 5.140

106: Pedro Henrique (RJ) - 5.030

109: Neco Padaratz (SC) - 4.788

Galerias | Mais Galerias