#estadual #amador #competições 
Parnaíba - Piauí - Brasil

Sucesso na 2ª Etapa do Circuito Maremoto Piauiense de Surf

Deodato Pereira

Foram dois dias de muito surf no MAREMOTO 2ª ETAPA – CIRCUITO PIAUIENSE DE SURF. A praia da pedra do sal respirou puro surf nestes dias mágicos para quem ama o surf. As baterias foram acirradas, todos querendo garantir sua vaga nas finais

No primeiro dia de competição 20, sábado, as ondas estavam variando de 02 a 04 pés nas séries maiores. A open abriu os trabalhos da ASPI, tendo como protagonista do show o surfista Junior Ian Costa que deixou o campeão piauiense de 2011, Gilvan Fusca na segunda colocação com mais de sete pontos a frente, somente Patrick Alves teve a mesma performance que Ian. Nesta bateria o maranhense Erlon ficou em terceiro. Na segunda bateria o campeão da primeira etapa o maranhense Pierre Goes passou para segunda fase em segundo juntamente com o experiente surfista Herbert Quadrado deixando de fora o surfista de cristo Erik Dragão. A terceira bateria foi composta pelos surfistas Patrick Alves, Jean Santos, ambos piauienses e pelo maranhense Gabriel Vasconcelos que não teve muita sorte e acabou saindo logo na primeira fase.

Logo após foi a vez da máster e o surfista Álvaro Dó mandou logo seu recado deixando todos seus adversários em combination, porém não teve a mesma boa performance na semi final. Fábio Sousa ficou em segundo, seguido do surfista João Alberto, brother das antigas que mesmo morando longe do mar, sempre que pode, dá uma caída nas ondas da pedral seu pico de origem. A quarta colocação ficou com o surfista Washington Recar, esta foi a segunda bateria. Na primeira bateria o campeão da primeira etapa Juliano Pimenta confirmou seu favoritismo, passando em primeiro, seguido do surfista de Luiz Correia Antonio da Pádua, na terceira colocação ficou o surfista Erlon e na quarta o surfista Junior Sousa. Na terceira bateria da máster, cinco foram os competidores, e neste formato três competidores seguem a frente e o experiente Herbert Quadrado, que após ter vencido sua batera na open confirmou a ótima fase avançando também em primeiro deixando o surfista Chicão na segunda colocação seguido do também experiente Gustavo Batata e deixando os surfistas Epaminondas na quarta e o surfista maranhense Alex Arrouche na quinta colocação.

Na sequência veio a categoria com o maior número de inscritos, a iniciante, e aí tivemos um show de pequenas notas. Na primeira bateria se destacaram Felipe Morais e Reginho, primeiro e segundo lugares respectivamente seguido de Tomás Augusto e Vitor Pezinho, filho do surfista Alex do Maranhão. Na segunda bateria passaram para frente os surfistas Francisco Eduardo e Igor Castelo, este em primeiro e aquele em segundo, deixando para trás os locais José Mateus e Sílvio Moises. Na terceira bateria o novato Eliton Teles levou a melhor sobre o maranhense Chupeta que ficou em segundo avançando os dois para a próxima fase, ficaram no meio do caminho Artênio e Victor por W.O. Na quarta batera Alison Bezerra passou fácil pelo segundo colocado Eric Teles que venceu o terceiro colocado Yago Rocha por apenas 0,2 pontos seguido de Bianco Teles. A quinta bateria da iniciante foi a mais disputada todos os atletas estavam com o surf afiado, poucos foram os pontos que diferenciavam o primeiro colocado Rauan de Luiz Correia, o segundo Ícaro Sousa e o terceiro Pedro, no quarto lugar ficou Alan Costa.

No domingo 21, os trabalhos iniciaram com uma repescagem da open no qual retornaram ao evento principal o maranhense Erlon e o recém convertido Erik Dragão, Gabriel Vasconcelos fez as malas de volta. Na sequência foi a repescagem da máster onde novamente o surfista Erlon se deu bem, deixando o brother João Alberto na segunda colocação e fora do evento principal.

A segunda fase se inicia com boas ondas, são as semis e a iniciante é a primeira categoria que vai ao mar e quem leva a melhor são os surfistas Felipe Morais e Igor Castelo garantindo suas vagas na final. Chupeta, Alyson e Icaro foram mais cedo para o freesurf. Rauan e Reginho foram os outros dois surfistas que fizeram as malas dos atletas Eliton, Erik e Francisco Eduardo.

A open foi a próxima e o show de surf tava garantido, Patrick Alves e Ian Costa também fizeram as malas de Pierre Góes, que visivelmente foi prejudicado por uma interferência cometida por Erik Dragão que sem muita concentração ou excesso dela cometeu mais uma e foi direto para o freesurf. Já na segunda semi a disputa foi onda a onda entre os brothers Gilvam Fusca e Jean Santos, que ficou na segunda colocação, mas garantindo sua vaga na grande final, ficaram no meio do caminho Erlon e Herbert Quadrado.

A máster foi de arrepiar muita água foi jorrada para fora das ondas naquele dia. O presidente Fábio Sousa levou a melhor em cima do experiente Herbert deixando para trás o campeão da primeira etapa Juliano Pimenta e Gustavo Batata. Na outra bateria o maranhense Erlon garante sua vaga na final com o campeão de pódios Antonio de Pádua, deixando Alvaro Dó e chicão para tentarem uma próxima vez.

É chegada as finais e a iniciante é a primeira categoria a entrar no mar, foi coisa fina, Felipe morais mostrou para que veio e dominou bem a categoria consagrando-se campeão com pouco mais de um ano de surf deixando, o mais novo do clã dos Pimentas, Igor Castelo na segunda colocação seguido de Reginho, o campeão da primeira etapa, e fechando a final o brother do campeão de 2010 Raulzito, Rauan na quarta colocação.

A mirim foi a próxima, dominada pelos locais da pedral Lucas ficou com a quarta colocação, em terceiro Fabrício o vice campeão foi Juliano dos Santos que cometeu interferência cedendo a primeira colocação ao grande campeão Amaury, que na hora da premiação agradeceu a todos seus patrocinadores e recebeu prêmio extra uma prancha que não estava no script.

A categoria Junior veio na sequencia e Ian Costa confirmou a ótima fase mandou muito e sagrou-se campeão, e novamente Juliano dos Santos faz o vice campeonato, em terceiro ficou Lucas e no quarto lugar Carlos André, assim como na mirim a Junior foi dominada pelos locais da pedra do sal.

A máster prometia e a promessa se confirmou,muito surf entre a galera mais antiga, Herbert Quadrado que pela manhã deixou o freesurf de lado foi a Parnaíba participar do parnabike e veio correndo para consagrar-se campeão da máster, seguido do maranhense Erlon em segundo e completando o pódio Fábio Sousa em terceiro e Antonio de Pádua em quarto.

A tão esperada open foi um show a parte nossos melhores surfistas, estavam no mar a disputa era entre os dois aeralistas do nosso litoral Patrick Alves que levou a melhor em cima do local Gilvan Fusca, a cada onda surpreendentes manobras e aéreos, a terceira colocação ficou com Ian Costa e na quarta o também local Jean Santos.

A expression session foi vencida pela campeão da etapa Patrick Alves com um aéreo 360°.

Galerias | Mais Galerias