#surf 
São Sebastião - São Paulo - Brasil

SP Contest agitou Maresias

Redação Surfguru

Pentacampeão do circuito, Eduardo Maia quer quebrar um jejum de três anos e conquistar mais um título do Surf Trip SP Contest, que teve a primeira etapa encerrada neste domingo em boas ondas de até 1 metro, na praia de Maresias, em São Sebastião.

Fotos por Marcio Rovai

Morador da Freguesia do Ó, ele dominou a bateria Open ao garantir a maior nota do evento (9.57) e depois 6.33. Trabalhando como Analista de Sistemas, o surfista de 30 anos, garante que está determinado. “Sabe quando você quer muito uma coisa? Ai tira o gás de onde não tem para vencer. Supera qualquer coisa. Eu me sinto assim, estou com isso na cabeça neste ano. Quero muito conquistar mais um título”.

Segundo ele, a correria da vida profissional não é desculpa para não dedicar-se ao surf. “É bem difícil, confesso. Mas, tenho dado jeito. Trabalho até mais tarde um dia para compensar no outro, quando desço a serra para fazer um bate-volta. Chego na praia bem cedo e procuro surfar nos picos mais próximos da capital, como as praias do Guarujá”, explica.

Natural de São Francisco do Sul (SC), ele também destacou o nível dos competidores na prova. “Acho forte desde quando iniciei, em 2007. Mas, hoje em dia a galera viaja muito e está sempre treinando. Cada vez entram mais atletas de peso e a briga fica mais difícil”, comenta ele.

Na segunda posição ficou Renan Castro, com Fabiano Lion em terceiro e Marcio Seiji, o Binho, em quarto lugar.

As baterias finais tiveram início com a decisão Júnior. Tricampeão do SP Contest, Thiago Meneses dominou a disputa, conquistou um high score 9 e outra onda 7,33 para obter o maior somatório do dia (16.33). Na segunda posição ficou Felippe Gaspar, em terceiro Phelippe Neves e em quarto Ian Mello, de apenas 8 anos. "Este ano é meu último ano na Júnior, então quero fechar este ciclo em grande estilo, garantindo este tetracampeonato".

Atual defensor do título Open, Pedro Regatieri levou a melhor na Master, deixando para trás José Guilherme (2o), Pedro Oliveira (3o) e Marco Tuba (4o). “Fiquei um pouco frustrado por não ter avançado na Open, mas ontem realmente escolhi mal as ondas. Porém, como comentei, eu estou bem focado na categoria Master também, e quero vencer”, destaca ele, atualmente com 36 anos e atuando como gerente de vendas na multinacional Grendene.

Na final do Longboard, levou a melhor Fabio Amicci. Em segundo lugar ficou Michel Asfo, em terceiro Leo Paioli e em quarto Fabio Bacalhau.

Em sua estreia no circuito, Alana Pacelli não deu chance às adversárias. A bicampeã  Luara Diamante obteve a segunda posição, seguida por Natália Silva (3ª) e Yohanna Sarandini (4ª).

“Fiquei muito feliz por conquistar esta vitória. Ultimamente tenho participado mais do circuito universitário e tinha ouvido comentários bem bacanas sobre o SP Contest. Resolvi ocupar meu espaço”, comenta ela, que atualmente cursa o terceiro ano de Publicidade na faculdade Mackenzie e dividi-se entre os estudos e a gravação do programa “Família Pacelli”, no canal pago OFF.

Mais uma vez a briga foi boa na categoria stand up. Porém, o novato Felippe Gaspar garantiu a vitória com uma boa escolha de onda e manobras certeiras. Bicampeão do circuito, Roger Marques caiu em finalizações preciosas e terminou em segundo lugar. Alex Durand foi o terceiro colocado, enquanto Paulo Giachetti ficou em quarto.

Na Grand Master, vitória de Clovis Magalhaãs, seguido por Taciano Parri, Alexandre Morse e Claudemir Martines.

A segunda etapa também está confirmada e acontece nos dias 19 e 20 de novembro na praia do Tombo, Guarujá, também uma das melhores praias para a prática do esporte.

O Surf Trip SP Contest tem patrocínio oficial da rede de lojas Surf Trip. Apoio:  Quiksilver, Hang Loose, Rusty, Volcom, Hurley, Freesurf, New Era, Billabong, MCD, Lost, HD, O’Neill, Kenner, Tropical Brasil, G-Shock, Associação de Surf de São Sebastião, Associação de Surf de Maresias e Prefeitura Municipal de São Sebastião. Realização: Associação de Surf da Grande São Paulo e Federação Paulista de Surf.

Ranking e resultado da primeira etapa

Open

1 – Eduardo Maia – 1000 pontos

2 – Renan Castro – 900 pontos

3 – Fabiano Lion – 810 pontos

4 – Marcio Seiji – 729 pontos

Master

1 – Pedro Regatieri – 1000 pontos

2 – José Guilherme – 900 pontos

3 – Pedro Oliveira – 810 pontos

4 – Marco Tuba – 729 pontos

Grand Master

1 – Clovis Magalhães – 1000 pontos

2 – Taciano Parri – 900 pontos

3 – Alexandre Morse – 810 pontos

4 – Claudemir Marti – 729 pontos

Longboard

1 – Fabio Amicci – 1000 pontos

2 – Michel Asfo – 900 pontos

3 – Leo Paioli – 810 pontos

4 – Fabio Bacalhau – 729 pontos

Junior

1 – Thiago Meneses – 1000 pontos

2 – Felippe Gaspar – 900 pontos

3 – Phelippe Neves – 810 pontos

4 – Ian Melo – 729 pontos

SUP

1 – Felippe Gaspar – 1000 pontos

2 – Roger Marques – 900 pontos

3 – Alex Durand – 810 pontos

4 – Paulo Giachetti – 729 pontos

Feminino

1 – Alana Pacelli – 1000 pontos

2 – Luara Diamante – 900 pontos

3 – Natália Silva – 810 pontos

4 – Yohana Sarandini – 729 pontos

Por Nancy Geringer

Galerias | Mais Galerias