França

Slater vence mais uma na França

ASP/Surfguru

O quarentão Kelly Slater venceu pela 51ª vez na elite hoje, superando o célebre convidado Dane Reynolds, em uma final muito disputada.

O Quiksilver Pro França culminou de forma dramática esta manhã em La Graviere com 1,5 metros de tubos numa final cheia de estrelas.

Com as condições em desaceleração, Slater não perdeu tempo na final, coletando um 7,93 e um 9,33 nos primeiros 10 minutos, passeando em tubos impressionantes em seu forehand. Enquanto Reynolds iria lutar de volta com seus próprios tubos e tentativas de aéreos, que não se revelaram o suficiente no final permitindo a Slater recolher a sua primeira vitória Franças a em duas décadas.

"Foi a literalmente 20 anos", disse Slater. "Eu tive a minha primeira vitória aqui há 20 anos e isso é muito louco. Obviamente, quando você vai lá fora, você quer vencer a bateria, mas eu ficaria muito feliz se Dane (Reynolds) tirasse um 10 da cartola na final da bateria, que teria sido muito radical."

Hoje é a terceira vitória de Slater na temporada de 2012 (Fiji, Trestles, França) que o coloca na segunda colocação no rankings WCT da ASP, bem próximo do 12º título de sua carreira, com três eventos restantes este ano.

"Quando você começa a trabalhar os números um pouco, eu tenho os 500 pontos e um 13º, já dois resultados ruins", disse Slater. "Parko (Joel Parkinson) está sentado em um nono e um quinto. Se eu não pudesse passar Parko hoje, eu teria que colocar muita pressão em mim, mas isso já coloca a pressão de volta para Mick (Fanning), porque Parko, John John (Florence) e eu nos demos bem aqui neste evento ."

Reynolds foi o destaque do round de abertura do Quiksilver Pro França, consistentemente tirando altas pontuações e encantando as massas com seu talento nos tubos. Infelizmente para Reynolds, as condições não cooperaram na final contra Slater.

"Foi muito divertido lá fora", disse Reynolds. "Eu realmente gosto dessas ondas e eu não estava preocupado em competir ou vencer a bateria. Eu sempre coloco muita pressão em mim mesmo, talvez não em ganhar, mas em surfar bem. Eu gostei de todos os dias do evento. Ontem foi intenso e desafiador e no dia anterior também. Hoje foi perfeito e divertido. Hoje foi um playground, você não pode pedir nada melhor do que isso. "

Por não ser mais um concorrente em tempo integral no ASP World Championship Tour, Reynolds ainda é considerado como um dos melhores surfistas do mundo e seu desempenho no Quiksilver Pro França 2012 mais uma vez valida a sua reputação.

"Quando eu estava na tour em tempo integral, eu fiz talvez 20 eventos a cada ano", disse Reynolds. "Este ano eu estou pensando em fazer 10, e focando em outras coisas. Eu ainda estou competindo tempo quase integral, mas eu não estou apenas em uma corrida pelo título mundial ou qualquer coisa assim. Eu penso que quando você está surfando nas competições em tempo integral, você está constantemente tentando aperfeiçoar o seu surf enquanto eu venho tentando me concentrar em explorar novas formas de surf ou de novas linhas neste ano. Eu acho que estou surfando da melhor maneira que já tive, e vir para a França e surfar com John John (Florence) em ondas perfeitas de seis pés é realmente a melhor coisa do mundo. Foi um grande evento. "

O havaiano John John Florence, completou o seu primeiro ano na elite do ASP WCT, solidificou ainda mais a sua posição como quarto no mundo hoje, apesar de cair para Reynolds nas semifinais.

"Obviamente, eu teria gostado de fazer a final", disse Florence. "Ele passou por muito pouco a bateria e eu prefiria perder por 3 pontos do que a perder com uma diferença de 0,1 - eu me sinto como se tivesse sido cortado, mas eu estou muito feliz em fazer as semifinais. As ondas têm sido excelentes todos os dias, um fundo de areia cheio de tubos é uma loucura e tem sido muito divertido. "

Atualmente sentado como No. 4 do WCT da ASP, o jovem havaiano está bem dentro da caça ao título Mundial de 2012 ASP, se dirigindo para o Rip Curl Pro Portugal.

"Eu não posso esperar por Portugal", disse Florence. "É muito semelhante a este, talvez um pouco mais organizado e eu não posso esperar para pegar algumas ondas. O resultado de hoje é ótimo com certeza, mas eu acho que estou muito longe na corrida pelo título. Vamos ver o que acontece. "

Acabando em igual 3º hoje, o australiano Joel Parkinson se move para a posição de vanguarda no ranking do WCT da ASP de 2012, mas o australiano tem agora se concentrado na estrada em Portugal.

"Eu não posso esperar por Portugal", disse Parkinson. "Seria bom conseguir uma vitória lá a medida que a corrida toma forma para o fim. Esperemos que, se as ondas forem como estas, será mais um evento incrível. "

A próxima parada do ASP World Championship Tour 2012 será o Rip Curl Pro Portugal de 10 a 21 de outubro.

RESULTADOS FINAIS DO QUIKSILVER PRO FRANÇA:

1 - Kelly Slater (EUA) 17,26

2 - Dane Reynolds (EUA) 14.00

RESULTADOS SEMI-FINAIS DO QUIKSILVER PRO FRANÇA:

SF 1: Dane Reynolds (EUA) 15,70 derr. John John Florence (HAW) 15,60

SF 3: Kelly Slater (EUA) 12,27 derr. Joel Parkinson (AUS) 10,93

TOP 5 NO WCT DA ASP (Depois do Quiksilver Pro França):

1. Joel Parkinson (AUS) 46200 pts

2. Kelly Slater (EUA) 45450 pts

3. Mick Fanning (AUS) 43.000

4. John John Florence (HAW) 39150 pts

5. Taj Burrow (AUS) 31900 pts

Galerias | Mais Galerias