#session #surf 
Sergipe - Brasil

Sergipe tem surf, também!!!

Marco A. Chalita

Estado de Sergipe, o menor do Brasil. Apesar de ser pequeno a formação geográfica da região é interessante, ao longo de sua costa litorânea existem cinco rios que desaguam no mar, as chamadas ` bocas das barras`, além de outras menores que são afluentes destes rios. Para o surf é muito bom, pois se formam bancos de areia e em determinada época do ano e as condições de swell, vento e fundo se combinam e proporcionam boas ondas.

Ondas as quais não deixam nada a desejar de qualquer outro ` pico`, o único problema é a constância destes fundos, pois sendo de areia a variação é muito grande. Mas sempre se procurar pode-se se achar um bom local para a prática do surf.

O número de praticantes tem crescido bastante em nossa região, e novas gerações estão surgindo de maneira que muitos destes surfistas a gente da geração mais antiga não conhece muito bem, mas o que podemos notar é que existem muitos talentosos, o que se reflete em um espetáculo quando você vai a praia, em um dia que as ondas proporcionam a oportunidade de estes mostrarem o que sabem fazer em cima de uma prancha.

Talvez as gerações passadas tenham influenciado esta nova garotada, surfistas como Ubiracê, Maquinhos da ` Haley`, Saulo Moraes, Cláudio ` Tadi`, Issac, Raimundinho, Richard, Val ` Bambam`, Jairo, Di Carrosel, Marcos Chinês, Hélio Burle, Bruno Leonel, Cabeçinha, Peninha, uns ainda estão na ativa continuando a surfar, já outros não estão mais com a gente, outros morando em outras cidades. A nova geração que uns conheço, outros já vi surfando e outros que a gente não sabe o nome, o Romeu Cruz, o Marujinho, Tié, Valmir Neto, os filhos do dono do bar Nova Opção na Aruana, filho de Tadi, e tantos outros que figuram na praia nos dias de ondas.

Picos de surf, começando pelo sul temos na Praia do Saco, ` Banana`s` uma direita boa com swell de sul funciona bem perto do Rio Real, o nome se deu por alguns surfistas aventureiros irem surfar lá e neste dia o mar estava tão bom que eles não quiseram voltar para casa e para comer só tinham bananas. Outro pico subindo em direção á Aracaju já em outra extremidade perto da praia do Abais é um pico chamado de Coqueirinho, uma esquerda que quando quebra é muito boa também, o nome se deu pelo fato de existir uma plantação de coqueiros em frente ao pico e na época de sua descoberta os surfistas exploradores daquela região encontraram estes coqueiros que estavam em fase de crescimento e só existia coqueirinhos na beira da praia. Depois tem outros na cidade de Aracaju, Aruana, Hawaizinho, Praia do Meio, Orlinha, Farol. Atravessando o Rio Sergipe temos a Barra dos Coqueiros, o Porto, Pirambú e o nosso North Shore, Ponta dos Mangues.

No dia 09 de abril as condições do mar estavam boas para a prática do surf, tive a oportunidade de poder tirar algumas fotos no Hawaizinho e em Ponta dos Mangues.

Sergipe tem surf também não só em matéria de onda, mas de surfistas também, talvez o que falte é incentivo para esta molecada se destacar a nível nacional.

Aloha

Galerias | Mais Galerias