#surf #ação ambiental 

Segundo dia do Hang Loose Surf Attack comemorou o Dia Mundial dos Oceanos

SP Surf comunicação

Conscientização ambiental e mutirão de limpeza de praia foram as ações trabalhadas durante o segundo dia de competições na praia da Baleia. No surf, o praiagrandense Vini Palma foi o grande destaque do dia.

O segundo dia de competições do Hang Loose Surf Attack apresentado pela EDP, foi marcado por uma celebração especial ao Dia Mundial dos Oceanos, unindo esportes e ações ambientais em prol da preservação marinha. O evento, que está acontecendo na Praia da Baleia, em São Sebastião, destacou-se não apenas pelas disputas acirradas dentro do mar, mas também pelo compromisso com a sustentabilidade e conscientização ambiental.

Durante todo o dia, foram realizadas ações como mutirões de limpeza de praia, palestras sobre a importância da conservação dos ecossistemas marinhos para as crianças que prestigiaram o evento. Essa conscientização com os jovens só foi possível graças ao apoio da EDP Brasil, do Departamento de Meio Ambiente da SPSurf, do Instituto Conservação Costeira (ICC) e da Secretaria de Meio Ambiente de São Sebastião. Além disso, as crianças também participaram de aulas de surf com pranchas produzidas com garrafas PET recicladas, uma iniciativa do projeto Desengarrafando Mentes.

Também em homenagem ao Dia Mundial dos Oceanos, a EDP realizou uma apresentação com as pranchas do projeto Desengarrafando Mentes com uma bateria especial envolvendo os atletas Vini Palma e Carol Bastides, junto com o amado Palhaço Saracura, e os campeões mundiais de Surf Adaptado, Malu Mendes e Dijackson Passos dos Santos, o Gato de Botas, que testaram as pranchas inovadoras feitas de garrafas PET. "As pranchas são um exemplo de como podemos reutilizar materiais e proteger os oceanos", ressaltou Thiago Oliveira, idealizador do projeto Desengarrafando Mentes.  

No quesito esportivo, o praiagrandense Vini Palma foi o grande destaque do dia. O jovem surfista quebrou todos os recordes da competição até o momento, mostrando uma performance espetacular e conquistando as melhores notas em suas baterias. Vini consolidou-se  como um dos favoritos para as finais e finalizou o dia com a maior somatória entre os competidores, 14,75 pontos durante as disputas da Sub 14.

Entre as mulheres, Julia Stefani, também representando a Praia Grande, brilhou e obteve as maiores notas do dia, destacando-se pela técnica e a nítida evolução que vem tendo no surf perceptível em cada campeonato em que participa. Sua atuação no segundo dia de Hang Loose Surf Attack garantiu a maior somatória 11,25.

Destaque também para a galerinha da Sub 12 Masculino que já garantiram posições nas semifinais como sebastianense Cauê Butori, o praiagrandense Bernardo Pires, o guarujaense Matheus Jhones, de Mongaguá, Samuel Martinez, o capixaba Kaleb Henrique, o sebastianense Theo Baladi, o bertioguense Raoni Rodrigues e o vicentino Izau Signorini.

O dia também foi especial para os irmãos Rennó, ambos passaram em primeiro em todas as baterias que competiram, em especial para o jovem Keoni, que venceu em três, no round 2 da Sub 16, com um 9,65, na Sub 14, com 10,20 e as quartas de final da Sub 14, com 12,40. Kailani passou na Sub 16, com um 10,50. Os dois estão garantidos nas próximas fases.

As meninas Sub 12 que passaram para a próxima fase foram a guarujaense Maria Clara, a ubatubense Catarina Kobayashi, a bertioguense Isabel Meyer, a guarujaense Sofia Bonon, a peruibense Anna Bernardini, a sebastianense Nalu Carratu, a santista Lara Couto e a capixaba Ana Dagostini.

O evento continua neste domingo, 9 de junho, quando serão realizadas as grandes finais. A expectativa é alta para ver quem levará os títulos desta edição do Hang Loose Surf Attack, que já está marcada pela combinação de alto nível de surf e uma forte mensagem de preservação ambiental.