#brasileiro 
Santa Catarina - Brasil

Santa Catarina Pode Ser Bicampeã Nacional de Surfe

Cristiano Rigo Dalcin

Após conquista de Jean da Silva em 2010, é a vez de Tomas Hermes brigar pelo título

Após 21 anos sem um título nacional, Santa Catarina pode emplacar pelo segundo ano consecutivo um campeão brasileiro de surfe profissional. Depois do joinvilense Jean da Silva levar o título do Brasil Surf Pro (BSP) 2010, agora é a vez de Tomas Hermes, de Barra Velha, liderar a temporada 2011 após três etapa realizadas das cinco previstas no calendário da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp).

A liderança foi consolidada no último domingo, quando Tomas finalizou em quinto lugar a terceira etapa disputada na Praia de Itamambuca, em Ubatuba, e contou com a eliminação prematura de concorrentes diretos, como o baiano Bruno Gallini e o cearense radicado em Florianópolis, Marcio Farney.

Por outro lado, outros surfistas entraram na briga pelo título: o paulista Odirley Coutinho, campeão da etapa; o cearense Messias Felix, campeão brasileiro em 2009; e o paulista Flavio Nakajima, segundo lugar em Ubatuba.

A bateria em que Tomas foi eliminado pelo cearense Messias Felix, nas quartas de final da etapa de Ubatuba, também representou a perda de um invencibilidade. Desde a última etapa do Brasil Surf Pro em 2010, quando venceu nas ondas da Barra da Tijuca, o surfista de Barra Velha não perdia uma bateria homem a homem no BSP.

Depois disso, Hermes largou com o título da primeira etapa da temporada, na Praia do Cupe (PE), e finalizou a segunda etapa em quinto lugar, em Búzios, mas sem perder, porque as ondas não apareceram e a competição foi suspensa nas quartas de final.

— Agora é focar nas etapas da divisão de acesso do circuito mundial e treinar para a próxima parada do Brasil Surf Pro. De toda forma, conquistei um resultado importante e terminei a terceira etapa na frente — comentou Tomas, atual campeão do Brasil Tour, a divisão de acesso ao Brasil Surf Pro.

Ranking BSP - após 3 etapas - Ubatuba (SP)

Masculino

1) Tomas Hermes (SC) - 2110

2) Bruno Galini (BA) - 1760

3) Messias Felix (CE) - 1730

4) Odirley Coutinho (SP) - 1680

5) Flavio Nakagima (SP) - 1640

6) Marcio Farney (CE) - 1610

7) Alan Jones (RN) - 1530

7) Jano Belo (PB) - 1530

9) Hizunomê Bettero (SP) - 1510

9) Tânio Barreto (AL) - 1510

Galerias | Mais Galerias