#estadual #profissional 
Camaçari - Bahia - Brasil

Rudá Carvalho vence o primeiro desafio em Itacimirim

Yordan Bosco

Em disputa entre dois baianos e dois pernambucanos, o atual campeão estadual profissional vence a 1ª etapa do ano e larga na frente em busca do bi. O Mahalo Bahia Festival Surf 2012 será encerrado no domingo e prossegue amanhã com o Brasileiro Master

Com ondas pequenas e boa formação, o surfista Rudá Carvalho, 24 anos, venceu, na tarde de hoje (8), a primeira etapa do Circuito Baiano de Surf Profissional na Praia do Hotel, em Itacimirim, município de Camaçari (BA). Ele fez o escore de 14,85 pontos sobre o surfista de Canavieiras Aurélio Santana (12,55) e os pernambucanos Gabriel Farias (11,4) e Pedro Lima e (7,70), em uma disputa cheia de reviravoltas, em tarde de sol e muito vento.

A Abertura do baiano profissional fez parte do Mahalo Bahia Festival Surf 2012, que segue até o próximo domingo e terá ainda mais três competições nacionais. De amanhã a quinta acontece a segunda etapa do Brasileiro de Surf Master e de sexta a domingo é a vez da quarta etapa do Brasileiro de Longboard e da segunda etapa do Brasileiro de Stand up (prancha com remos).

Após tomar uma virada de Aurélio Santana e precisar fazer uma nota 5,10 nos cincos minutos finais, Rudá Carvalho achou uma onda boa e manobrou forte para fazer 7,70 pontos e juntar a um 7,15. Esta foi a segunda prova do baiano consecutiva vencida pelo ilheense, que em dezembro havia conquistado a última etapa do ano e tornando-se campeão estadual de 2011.

“Estou muito feliz. Foi uma vitória difícil, contra excelentes atletas, mas graças a Deus deu tudo certo”, comemora o campeão. Sobre o desgaste de correr todas as baterias em um só dia, Rudá Carvalho destacou o trabalho de preparação física que vem fazendo. “Pela falta de provas no calendário brasileiro e pelo fato do circuito baiano começar só em julho, posso dizer que estou um pouco sem ritmo. Mas o treinamento funcional que faço na academia Complexo B me ajudou muito e compensou.

O baiano Aurélio Santana não vendeu barato a vitória e deu muito trabalho a Rudá. Com manobras modernas ele levantou gritos da galera na praia, principalmente na sua 10ª onda, quando deu um aéreo rodando. Méritos também para o talentoso Gabriel Farias, de 17 anos e para o experiente Pedro Lima. Farias foi campeão, no último domingo, da etapa baiana do Brasileiro Amador, em Ilhéus, na categoria Junior.

Amanhã começa briga pelo brasileiro master

Amanhã é a vez dos sufistas com mais de 35 anos entrarem na água para brigar pela segunda etapa do Circuito Brasileiro. Uma das principais estrelas do Master é o baiano Armando Daltro. Integrante da elite do surf mundial por sete anos e campeão do circuito de acesso (WQS) no ano 2000, Daltro ocupa a segunda colocação no ranking brasileiro e pode assumir a ponta em Itacimirim, se ficar na frente do líder, o paraibano Paulo Germano.

Outros baianos cotados no evento são os líderes das categorias Grand Master (a partir dos 40) e Kahuna (a partir dos 45), Takito Adachi e Gabriel Macedo, e o também ex-integrante da elite do surf mundial Christiano Spirro. Armando Daltro representará o país do mundial da categoria que acontece neste mês, na Nicaragua.

“O master tem uma grande diferença do surf profissional porque a pressão é muito menor. É mais uma confraternização, onde encontramos vários amigos de todo o Brasil”, explica Daltro. “Mas que foi competidor sempre vai buscar as vitórias. Tô bem tranquilo, mas vou com tudo pra vencer. Vamos ver no que vai dar”, alerta o atleta, que atualmente preside a Federação Baiana de Surf (FBSurf).

O Mahalo Bahia Surf Festival tem patrocínio da Mahalo, do Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria do Turismo e da Bahia Turismo, e da Prefeitura Municipal de Camaçari. Conta com os apoios da Asa Classic Wear, Edye Radical CO., Bivolt, Teccel, Pousada da Espera, Transamérica FM, Woohoo, ESPN e Wave Beach. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Longboard (ABL) e da Associação Nordestina de Surf (ANS) e conta tem a homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBS) e da Federação Baiana de Surf (FBSurf).

Galerias | Mais Galerias