#brasileiro 
Ipojuca - Pernambuco - Brasil

Principais atletas de surfe do país preparados para o BSP 2011

Assessoria BSP

A competição que acontece entre os dias 8 e 12 na Praia do Cupe, em Pernambuco, reunirá 80 atletas, entre eles, Jean da Silva, atual campeão brasileiro

Local privilegiado para a prática do surfe, situado no litoral sul de Pernambuco, a Praia do Cupe será o primeiro palco do Brasil Surf Pro, principal circuito do esporte no país que reúne os melhores atletas nacionais. O atual campeão brasileiro, Jean Da Silva promete defender o título baseado na segurança que adquiriu em 2010.

“Aprendi muito no campeonato do ano passado. Estou mais confiante com meu surfe e mais à vontade para realizar as manobras, principalmente no sistema homem a homem. Vou com força total para a etapa em Cupe, local que conheço bem e com altas ondas”, completou o surfista.

A etapa em Pernambuco também conta com o reforço internacional de Rick Lopes, brasileiro responsável pelas transmissões em português da ASP e que em Cupe, será o apresentador oficial da transmissão ao vivo. Assim como em 2010, o circuito distribuirá R$ 200 mil em cada uma das cinco etapas, somando R$ 1 milhão em premiações ao final da temporada. Além de Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina também servirão de palco para os melhores surfistas do país desfilarem suas manobras.

A temporada 2011 do Brasil Surfe Pro terá algumas mudanças. Na última edição do BSP, 10 atletas da categoria masculina se classificavam pelo ranking do Brasil Tour, competição que reúne atletas com menor pontuação. Este ano, apenas os seis surfistas mais bem colocados pelo Brasil Tour e que já não estejam disputando o BSP conseguirão a vaga. O número de convidados também está diferente. Na última temporada oito atletas recebiam convites, agora serão apenas seis: um atleta contundido em 2010, o campeão Pro Júnior, dois locais de cada evento e dois classificados pelas triagens. A triagem será disputada em todas as etapas entre quatro atletas: Pablo Paulino (CE), Peterson Rosa (PR), Jorge Spanner (RJ) e Marco Polo (SC). Apenas dois destes nomes passarão para a competição principal.

A categoria feminina também sofreu pequenas mudanças. O número de atletas continua o mesmo. Serão 16 surfistas, uma delas saída das triagens do Brasil Tour. A bateria de triagem será composta pelas quatro atletas mais bem colocadas no ranking de acesso até a etapa. Apenas a vencedora desta disputa garantirá vaga para o BSP.

Galerias | Mais Galerias