#viagens 
Peru

Perú surf trip Abril 2011

Janderson Garcia Inácio.

Mais uma vez, o dia mais esperado do ano chegou… Rumo ao Perú mais uma surf trip.

Chegamos em Lima início de Abril, mais precisamente no dia 5, eu, Janderson Garcia e Luciano Antunez, e fomos direto para Punta Hermosa, mais um ano no Luisfer. Sabíamos que o desastre recente ocorrido no Japão devido a um grande terremoto gerou ondulações em todo litoral do pacífico. O único swell então já estava acabando e por sorte no segundo dia de trip em um dia de sol, mar azul e ondas entre 6 a 10 pés em Punta Rocas. Lá estava Pepe Romo com sua máquina para fotografar de cima do morro algumas imagens que valeram muito, destaque para a galera de Recife, Ruclécio Lucena, e Alex Larinho que conseguiu sua melhor onda e consequentemente melhor foto. Ondas bem aproveitadas por todos nós.

Nos dias seguintes o mar estava baixando cada vez mais e a galera investia em bat-voltas em Pepinos e Cerro Azul, mais ao sul, uma hora de Punta Hermosa , ondas de até um metro, longas e fortes esquerdas. Uma vez um amigo me disse que flat no Perú era um metro, comecei a acreditar pois não havia nada em gráfico de previsões de ondas e não havia previsão alguma também, e tinha um metro todos os dias... Então após ficarmos 6 noites e sete dias no sul surfando picos como, La Isla, Arica, Pulpos, San Bartolo, e a mais constante de Punta Hermosa, Punta Rocas, resolvemos ir conhecer o extremo norte do Perú.

Já era dia 11/04 e compramos passagens com uma empresa de ônibus EXCLUSIVA passagem muito barata, ida e volta de Lima à Tallara por 250 soles (mais ou menos 140 reais), 17 horas de bonde tranquilo, filmes, rango e uma boa noite de sono no bus-cama. Chegamos na manhã seguinte, descemos na rodoviária e pagamos 20 soles de tuc-tuc, não andava nada e só fazia barulho foi 20 minutos até Lobitos(próxima vez vai ser de taxi é 30 soles e é mais seguro e mais rápido). Enfim, chegamos na casa de Miguel Angel, onde ele tem sua pousada LOBOWASI LOBITOS. Por sorte, chegamos e ele não estava em casa, estava surfando, disse sua esposa Katia, então pensei que isso era um bom sinal, imagina só, mesmo flat, o cara ouvir que tem umas ondas, é um sonho! Então fomos a praia conhecer Miguel, fechar nossa estadia e cair em um mar de meio a um metro longo. Era Lobitos, inacreditável, uma máquina! E foi assim, quatro dias de ondas boas.

No outro dia cedo fomos a Piscinas, um pico irado cujo o nome não é atoa, existe ali uma piscina natural, e ondas ao lado muito boas mesmo, pegamos até um metro, várias esquerdas. Saímos da água, encontramos novamente Pepe Romo com sua máquina fotográfica, resultado: mais fotos, mais dólares para ele, e mais lembranças para nós para o resto da vida!

Enfim, voltamos dia 15/04 para Lima com mais 2 dias surfando em La Isla e Punta rocas com um pouco maior, já estávamos indo embora e um novo swell chegava no litoral peruano. Então voltamos ao Brasil para Santa Catarina-criciúma no dia 18/04, e fechamos nossas férias com uma boa surf trip.

Agradeço a Deus por colocar no nosso caminho tudo aquilo que contribuiu para isso acontecer, especialmente aos amigos lá reencontrados e conhecidos.

Viva o Perú!

Um País muito rico em cultura, beleza, e pessoas que valorizam o verdadeiro sentido da vida, uma boa fé e o respeito.

Galerias | Mais Galerias