#amador #competições 
Fortaleza - Ceará - Brasil

Paraíba se mantém primeira no Ceará

Chico Padilha

Abertura do Billabong Brasileiro de Surf CBS prosseguiu com decacampeã São Paulo sendo ultrapassada.

Com uma seleção muito jovem, até mesmo na Iniciantes (Sub-14), a Paraíba neste sábado na Praia do Futuro, Fortaleza, Ceará, conseguiu se isolar na liderança do Billabong Brasileiro de Surf, o circuito da Confederação Brasileira de Surf (CBS).

Mas a vantagem de dois pontos sobre os 102 que acumula São Paulo só foi alcançada na última nota anunciada na bateria que encerrou o segundo dia e a paraibana Yorrana Borges aumentou dois décimos na sua média e confirmou a sexta e última vaga nas semifinais Júnior, primeiras do domingo.

O terceiro e último dia apontará seis campeões individuais e por seleções, os primeiros líderes da temporada de quatro etapas em estados diferentes.

No próximo deles, a Bahia, se definirão três dos seis Open (Todas as idades) aos Jogos Mundiais de Surf em Junho no Panamá.

Mas no Ceará este domingo a CBS define metade da seleção verde-amarela Júnior , seis de doze nomes que vão no próximo mês ao Peru representar o Brasil no Mundial Júnior, que possui disputas para surfista de máximos dezesseis e dezoito anos, as chamadas Mirim e Júnior, esta com divisão feminina e igual quarteto de atletas que se completa com duas convidadas.

Uma baixa foi surpresa nesta disputa, a do campeão Júnior (Sub-18) Filipe Toledo, Mirim (Sub-16) que tem vaga Sub-18 no Mundial ameaçada ao somar apenas 430 pontos aos máximos 1000 que trouxe da temporada passada.

Seu vice Deivid Silva, também de São Paulo, e o terceiro melhor de 2010, catarinense Matheus Navarro, se garantirem final Júnior confirmam ida à nona edição do prestigioso torneio da International Surfing Association (ISA).

Na Júnior Feminina, a capixaba campeã brasileira Bárbara Segatto está na Austrália, e a dupla logo abaixo estourou idade, com isso a cearense Estefany Freitas passou a ser líder das chances de ocupar uma das duas vagas.

Outra candidata, Kaena Brandi, da seleção paulista, enfrenta às oito horas a também pontuadora Carol Fernandes, do Rio de Janeiro, e á franco atiradora Camila Neros.

A seguir Estefany encara as abaixo em chances a ir ao Peru, Isabela Lima, do Rio de Janeiro, e Iorrana Borges, da Paraíba, que almeja segunda medalha feminina em eventos Sub-18 da Interrnational Surfing Association (ISA), depois de Diana Cristina, a Tininha, sua conterrânea e da mesma Baia da Traição, cidade .do recordista de pontos desde o primeiro dia, O Mirim Elivelton Santos.

Na Mirim, caiu o campeão Deivid Silva, o também paulista Filipe Toledo, nela vice 2010, passou a ser o de maiores chances seguido por Lucas Silveira, do Rio de Janeiro, e Elivelton Santos, paraibano que não depende de si nem mesmo se ampliar a invencibilidade de seis baterias em três categorias. em todas três pontuando pela líder Paraíba.

Único mantendo os dois titulares Mirins, a Paraíba conta com Fábio Gomes, que enfrenta os tanbém de seleção, Rafael Venuto, do Ceará, Johnny Botelho, da seleção capixaba, e Lucas Silveira, da Fluminense, e a seguir o paraibano Elivelton, o catarinense Yago Dora, o paulista Filipe defendendo suas bandeiras, enquanto Marcos Correa pontua individualmente.

Na Júnior, Santa Catarina se manteve completo com Cainã Barletta e Matheus Navarro, eles abrem as semifinais buscando aos mesmos oito pontos que almejam para suas seleções Michael Rodrigues, pelo Ceará, e o carioca Matheus Faria na mesma bateria.

A seguir, Elivelton Santos faz confronto com Deivid Silva, o cearense Marcos Otávio e Wesley Santos, paulista, dupla que não soma para seus estados.

Pela Iniciantes, a primeira bateria semifinal mostra como o futuro do surf está garantido, pois David Sobrinho e Rafael Tigrão são alternates do estado anfitrião, assim como Antônio Francisco é do selecionado norteriograndense e Igor Morais do Rio de Janeiro.

Duas outras vagas na final Sub-14 disputam dois catarinenses, o titular Gustavo Ramos e André Heiden, o Ceará terá Rafael Venuto em segunda semifinal enquanto Yago Silva será o segundo potiguar a buscar à final entre mais novos.

Paraíba líder, Santa Catarina maior ameaça

Os catarinenses possuem o maior número de atletas, seis, e o maior potencial de pontuação para seleção no domingo: noventa pontos, superam os setenta e seis que a Paraíba pode acrescentar e mais ainda aos sessenta e dois pontos disponíveis tanto à vice líder São Paulo quanto ao terceiro Ceará, que chegam ao dia final respectivamente com cento e quatro, cento e dois e noventa e seis pontos.

Aos seus atuais noventa e quatro pontos, os catarinenses tentam adcionar noventa ainda disponíveis, quatorze deles por Marina Resende, que enfrenta à potiguar Gilvanilta Ferreira e a campeã Open Estefany Freitas, enquanto outras duas cearenses, Larissa dos Santos e a titular Rhafaela Bahia, encaram à paulista Kaena Brandi, a exemplo de Estefany também finalista Júnior.

Na Open masculina, Santa Catarina, faz o que Ceará fez na versão feminina: garantiu três representantes, entre eles o titular Jussemir Júnior, que enfrenta ao conterrâneo Diego Michereff, ao pontuador Deivid Silva, de São Paulo, e Luiz André, que não soma para o Rio Grande do Norte.

Fechando às semifinais, Elivelton Santos, triplamente pontuador, vai em busca de uma das duas últimas vagas da Open e de todas finais, como almejam o também paraibano José Francisco Fininho, Matheus Navarro, de Santa Catarina, e Michael Rodrigues, cearense, na bateria que antecede o início das seis decisões.

O Billabong Brasileiro de Surf, com Nixon, Vonzipper, Dakine e Xcel, tem último dia a partir das oito horas deste domingo no www.cbsurf.org.br, sendo circuito oficial da Confederação Brasileira de Surf (CBS), nesta etapa inaugural 2011 tendo parceria em Fortaleza com a Federação Cearense de Surf (FCS), patrocínio Governo do Estado do Ceará e apoio Prefeitura de Fortaleza, Marbello Ariaú e Bellomar Ariaú.

Galerias | Mais Galerias