#competições #4 estrelas 
Austrália

Owen Wright campeão em final australiana no ASP 4-Star Breaka Burleigh Pro

João Carvalho

O Brasil chegou perto de mais um pódio no ASP World Star 2013, mas Owen Wright conseguiu a virada sobre o catarinense Alejo Muniz nos últimos segundos da semifinal

Depois, faturou o título do ASP 4-Star Breaka Burleigh Pro na final australiana contra Adam Melling na Gold Coast. Alejo dividiu o terceiro lugar com o neozelandês Ricardo Christie e o baiano Marco Fernandez ficou em quinto, sendo barrado pelo vice-campeão Adam Melling nas quartas de final que abriram o domingo decisivo na Austrália.

Os dois brasileiros fizeram bonito nas boas ondas de Burleigh Heads e encabeçavam a lista de recordes do campeonato. No entanto, todas as marcas foram batidas pelos finalistas no último dia. Marco Fernandez tinha feito a melhor apresentação da semana no sábado, recebendo nota 9,77 dos juízes manobrando forte de frontside nas direitas de Burleigh Heads. Já o maior placar era o de 17,83 pontos de Alejo Muniz, que venceu todas as baterias que disputou até a derrota na semifinal.

Adam Melling ultrapassou a somatória do catarinense duas vezes no domingo. Na quarta de final contra Marco Fernandez, o australiano atingiu imbatíveis 18,87 pontos de 20 possíveis. Na semifinal, surfou muito bem novamente nas boas ondas de Burleigh Heads, confirmando a primeira vaga na grande final com 18,43 pontos na vitória sobre o surfista da Nova Zelândia, Ricardo Christie.

O campeão Owen Wright também escreveu seu nome na lista dos favoritos ao título logo na sua primeira bateria do domingo, quando alcançou 17,93 pontos somando uma nota 9,93 na melhor onda surfada na estreia do Breaka Burleigh Pro no calendário do ASP World 4-Star. Já na semifinal, teve muita sorte em surfar uma boa onda nos segundos finais para acabar com a invencibilidade de Alejo Muniz na Gold Coast.

Ele até começou bem com uma nota 8,5, depois conseguiu uma 5,8 na segunda apresentação, mas o brasileiro assumiu a ponta com as notas 6,83 e 7,67 que recebeu em duas ondas seguidas, já nos últimos minutos da bateria. O australiano ficou precisando de 6 pontos para vencer, o tempo foi passado e ele manteve-se calmo aguardando por uma onda que acabou entrando no finalzinho. Owen não desperdiçou a chance, manobrou forte e mereceu nota 6,83 na avaliação dos juízes, virando o placar de 14,50 a 14,10 pontos para 15,33 a 14,50.

Na grande final, Owen Wright já largou na frente de novo com nota 9,17 e abriu uma boa vantagem com o 6,10 da sua terceira atuação na bateria. Adam Melling não conseguiu achar as ondas que encontrou nas apresentações anteriores para mostrar o seu surfe de manobras fortes, sempre jogando muita água pra cima. Faltou uma segunda nota mais alta para somar com o 8,17 da sua melhor onda e o resultado ficou em 15,27 a 13,97 pontos.

Owen Wright faturou o prêmio máximo de 15 mil dólares nas etapas do ASP 4-Star e aparece em sexto lugar no ranking mundial unificado com os 1.000 pontos da vitória no Breaka Burleigh Pro. O havaiano John John Florence, que conquistou o tricampeonato consecutivo no ASP 5-Star Volcom Pipe Pro em Banzai Pipeline, está na frente com 2.000 pontos. E o brasileiro Caio Ibelli, campeão do ASP 4-Star Hainan Classic na China, é o terceiro colocado na classificação geral das três primeiras etapas da temporada 2013 do ASP World Star.

PRÓXIMAS ETAPAS – Mais duas etapas acontecem ainda neste mês de fevereiro. No sábado começou outra etapa nível 4 estrelas, o Rip Curl Pro Puerto Rico, que vai até 13 de fevereiro nas ondas de Jobos, em Porto Rico. Já na Austrália, tem o primeiro ASP 6-Star de 3.500 pontos do ano a partir do dia 18, o Burton Toyota Pro em Merewether Beach, que no ano passado foi vencido pelo catarinense Willian Cardoso. Em março, a “perna australiana” ainda vai promover as duas primeiras etapas do WCT de 10.000 pontos na Gold Coast e em Bells Beach, além do primeiro ASP Prime de 6.500 pontos do ano, o Drug Aware Pro nos dias 16 a 24 em Margaret River.

TOP-20 DO ASP WORLD RANKING 2013 – 3 etapas:

1.o: John John Florence (HAV) – 2.000 pontos

2.o: Chris Ward (EUA) – 1.500

3.o: Caio Ibelli (BRA) – 1.193

4.º: Mitch Crews (AUS) – 1.172

5.o: Josh Kerr (AUS) – 1.125

6.o: Owen Wright (AUS) – 1.000

7.o: Olamana Eleogram (HAV) – 984

8.o: Kolohe Andino (EUA) – 844

8.o: Conner Coffin (EUA) – 844

10: Adam Melling (AUS) – 750

11: Dusty Payne (HAV) – 738

11: Brent Dorrington (AUS) – 738

11: Reef McIntosh (HAV) – 738

14: Cooper Chapman (AUS) – 699

15: Dale Staples (AFR) – 633

15: Bruce Irons (HAV) – 633

15: Alex Gray (EUA) – 633

15: Kahea Hart (HAV) – 633

19: Thomas Woods (AUS) – 600

20: Davey Cathels (AUS) – 593

20: Frederico Morais (PRT) – 593

———-próximos sul-americanos até 100:

22: Alejo Muniz (BRA) – 563

22: Matheus Navarro (BRA) – 563

26: Jessé Mendes (BRA) – 554

32: Wiggolly Dantas (BRA) – 475

32: Ricardo dos Santos (BRA) – 475

42: Marco Fernandez (BRA) – 422

42: Deivid Silva (BRA) – 422

48: Krystian Kymerson (BRA) – 386

48: Leandro Bastos (BRA) – 386

59: Cristobal de Col (PER) – 356

59: Miguel Tudela (PER) – 356

59: Sidney Guimarães (BRA) – 356

78: Carlo Zapata (PER) – 319

90: Messias Felix (BRA) – 237

90: Santiago Muniz (ARG) – 237

90: Joaquin del Castillo (PER) – 237

FINAL DO ASP 4-STAR BREAKA BURLEIGH PRO:

Campeão: Owen Wright (AUS) com 15,27 pontos (notas 9,17+6,10) – US$ 15.000 e 1.000 pontos

Vice-campeão: Adam Melling (AUS) com 13,97 (notas 8,17+5,80) – US$ 7.500 e 750 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar – US$ 2.450 e 563 pontos:

1.a: Adam Melling (AUS) 18.43 x 12.40 Ricardo Christie (NZL)

2.a: Owen Wright (AUS) 15.33 x 14.50 Alejo Muniz (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar – US$ 2.250 e 422 pontos:

1.a: Ricardo Christie (NZL) 16.17 x 11.93 Mitch Crews (AUS)

2.a: Adam Mellling (AUS) 18.87 x 12.16 Marco Fernandez (BRA)

3.a: Owen Wright (AUS) 17.93 x 15.50 Thomas Woods (AUS)

4.a: Alejo Muniz (BRA) 14.33 x 11.83 Brent Dorrington (AUS)

RESULTADOS DOS SUL-AMERICANOS NAS FASES ANTERIORES:

SEXTA FASE – Round of 16 – 3.o=9.o lugar (US$ 1.750 e 316 pts) / 4.o=13.o (U$ 1.500 e 277 pts):

2.a: 1-Marco Fernandez (BRA), 2-Mitch Crews (AUS), 3-Mick Fanning (AUS), 4-Jack Duggan (AUS)

4.a: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Thomas Woods (AUS), 3-Frederico Morais (PRT), 4-Davey Cathels (AUS)

Galerias | Mais Galerias