#profissional #mundial #6 estrelas #competições 
Portugal

Outro excelente dia de ação no Lusiaves Figueira Pro

ASP europa

O Lusiaves Figueira Pro, mais uma vez rolou na praia alternatica da Murtinheira concluiu o round eliminatória com ondas de um metrinho. Depois das condições de calor de ontem, o vento fresco, chuva e nuvens pesadas foi um alívio para todos.

Embora um pouco menores, as ondas ainda estavam bem surfáveis e o restantes dos surfistas no round 2 apreciaram as condições divertidas. Ventos terrais limpos durante a tarde para mais um dia completo do surfe competitivo.

Um novo swell está previsto para bater durante a noite e mostrou os primeiros sinais de sua chegada na tarde de hoje para as eliminatórias finais do dia. Os organizadores do evento farão uma primeira chamada amanhã de manhã no local do evento principal, que esperemos que irá mostrar o potencial da onda que Figueira tem.

Muitos dos favoritos do evento avançaram para o terceiro Round com pouco ou nenhuma dificuldade. Joan Duru (FRA) 21, teve a maior pontuação individual da dia com um 8,83 forte e confortável. Pablo Paulino e Billy Stairmand (NZL) 20, os Young Guns da turnê, também avançaram sem dramas para continuar a sua recente boa forma, juntamente com Tim Boal (FRA) 27, que recentemente teve uma terceira colocação seguida pelo ótimo resultado de duas semanas atrás.

"Acho que estou em um bom embalo, após estes dois últimos eventos e estou tentando me manter nessas condições de poucas ondas aqui hoje. Eu nunca surfei no pico principal e ouço que é muito divertido. Estamos esperando algum swell amanhã então espero que possamos nos divertir um pouco lá ".

"Eu tenho treinado muito este ano e trabalhando duro em técnicas para competição", continuou Boal. "Tem sido bom e tem funcionado nos últimos eventos, por isso estou feliz. "

Mitch Coleborn (AUS) saltou de quarto para primeiro lugar com menos de um minuto restantes para avançar até a terceira rodada. O que seria uma pontuação baixa de Coleborn, mas tudo mudou quando ele pegou uma boa onda em busca de um milagre. Parecia tudo perdido e de repente a onda que ele procurava se apresentou e Coleborn aproveitou tudo dela.

"Eu tive um começo realmente instável e não consegui pegar boas ondas durante toda a bateria e tive a sorte de pegar essa última onda no final. Estou feliz por conseguir fazer o meu caminho para o próximo round. Foi tão bom ontem e eu estava ansioso por competir, mas como a maré varia muito aqui não ia acontecer. "

"Eu achava que estava tudo acabado", explicou Coleborn. "Eu remei para a praia e esperava que uma onda viesse e ela veio. Foi uma daquelas coisas que não costuma acontecer comigo, mas você ouve falar de outros caras sobre isso e isso aconteceu hoje, felizmente para mim e eu não caí e consegui a pontuação. "

"Foi uma bateria dura", falou Gony Zubizarreta (ESP) 25, após a sua bateria de 25 minutos. Começou devagar e com base na sua pontuação, Zubizarreta ganhou força e terminou com um total combinado de duas ondas de 15,16 de 20 possíveis.

"Eu não estava pegando nenhuma onda boa e eu comecei a ficar nervoso, mas depois eu encontrei uma boa direita e quando voltei para o pico que eu peguei uma esquerda, fiz um par de manobras boas que me deram a liderança ".

"Depois que eu peguei essa direita muito boa que teve uma parede boa nela e me sentei lá fora, eu vi que tinha ganho um 8,33 ", continuou Zubizarreta. "Estou amarradão com o resultado. Eu vim para Figueira quando eu tinha 14 anos e surfei só o pico principal, mas eu nunca vim a esta praia secundária. É flat em todo lugar e aqui tem ondas de 4 pés por isso é um lugar especial, com certeza. "

Nathan Hedge (AUS) 31, teve outra performance forte e terá um grande resultado logo em um evento ASP 6-Star. Com manobras nítidas e precisas, Hedge precisa apenas de um toque de sorte que até agora não teve nesta perna européia, para virar o jogo e ser uma verdadeira ameaça para o título deste ano, no Figueira Pro Lusiaves.

"As condições são um pouco complicadas lá fora, por isso é sempre bom ganhar uma pontuação acima de 6 ou mesmo mais em sua bateria.Não está na faixa excelente, mas os outros caras não estavam recebendo mais do que isso para o que estava disponível, então eu acho que eu fui o melhor. "

Gastando seu tempo livre aqui em Portugal, Hedge passa uma grande quantidade de tempo na água para se preparar para o evento final na perna de verão da Europa da ASP 6-Star.

"Eu apreciei o tour aqui este ano e parece que Portugal teve as melhores e as maiores ondas que procurávamos. Eu tenho alguns bons amigos aqui, por isso foi um bom destino de tantas ondas diferentes e para testar pranchas é perfeito. Os restaurantes e as pessoas são boas por isso foi ótimo. "

A primeira chamada amanhã, terceiro dia do evento será às 09:00 horas no local do evento principal na Praia do Cabedelo. Como o swell deve continuar a aumentar durante a noite a ação é garantida até o fim de semana.

Resultados do Round 2 do Lusiaves Figueira Pro

Bateria 9: Jayke Sharp (AUS) 13.10, Madison Williams (AUS) 11.06, Joao Guedes (PRT) 9.17, Jeronimo Vargas (BRA) 7.96

Bateria 10: Mitch Coleborn (AUS) 11.93, Francisco Bellorin (VEN) 10.37, Hodei Collazo (EUK) 10.27, Ruben Gonzalez (PRT) 10.10

Bateria 11: Gony Zubizarreta (ESP) 15.16, Jay Quinn (NZL) 11.57, Marcos San Segundo (EUK) 5.17, Norman Landa (EUK) 4.67

Bateria 12: Messias Felix (BRA) 13.23, Jonathan Gonzalez (CNY) 12.47, Jay Thompson (AUS) 12.30, Frederic Robin (REU) 6.23

Bateria 13: Joan Duru (FRA) 15.03, Tanner Gadauskas (USA) 12.67, Abdel El Harim (MAR) 8.47, Romain Laulhe (FRA) 6.70

Bateria 14: Billy Stairmand (NZL) 11.94, Brian Toth (PRI) 10.83, Ricardo Lange (DEU) 7.03, Eric Castaldo (USA) 2.87

Bateria 15: Nathan Hedge (AUS) 12.57, Shaun Joubert (ZAF) 8.30, Francisco Alves (PRT) 7.03, Nuno Florencio (PRT) 4.13

Bateria 16: Tim Boal (FRA) 12.03, David do Carmo (BRA) 11.47, Jay Davies (AUS) 10.60, Brad Ettinger (USA) 10.07

Bateria 17: Royden Bryson (ZAF) 13.67, Adrien Toyon (REU) 11.17, Dede Suryana (IDN) 7.74, Joao Antunes (PRT) 7.30

Bateria 18: Maxime Huscenot (FRA) 10.36, Romain Cloitre (FRA) 8.93, Miguel Ximenez (PRT) 5.60, Paulo Almeida (PRT) 3.46

Bateria 19: Jano Belo (BRA) 10.60, Gustavo Fernandes (BRA) 10.04, Justin Mujica (PRT) 9.96, Ivo Cacao (PRT) 7.10

Bateria 20: Pablo Paulino (BRA) 14.84, Tonino Benson (HAW) 13.27, Jose Maria Cabrera (CNY) 8.34, Alan Stokes (GBR) 4.26

Bateria 21: Leonardo Neves (BRA) 11.33, Jatyr Berasaluce (EUK) 8.50, Omer Bar (ISR) 6.23, Brendon Gibbens (ZAF) 4.14

Bateria 22: Yadin Nicol (AUS) 14.10, Glen Hall (IRL) 11.24, Ricardo Santos (BRA) 11.23, Freddie Meadows (SWE) 5.43

Bateria 23: Yannick de Jager (NDL) 9.06, Yuri Sodre (BRA) 8.60, Andre Oziol (BRB) 5.47

Bateria 24: Vincent Duvignac (FRA) 13.17, Bruno Rodrigues (BRA) 12.16, Raoni Monteiro (BRA) 10.10, Pierre-Valentin Laborde (FRA) 8.40

Galerias | Mais Galerias