#profissional #regional 
Baía Formosa - Rio Grande do Norte - Brasil

O nome da fera é Jhones

Jocildo Andrade / ANS

Alan Jhones é campeão em casa da quarta etapa do ANS Pro Tour, o Greenish Pro 2010 na tarde deste sábado nas perfeitas direitas do Pontal de Baía Formosa

A decisão do Greenish Pro 2010 foi antecipada pela Organização e Patrocinador do evento com o objetivo de aproveitar as melhores condições do mar, já que a previsão para o domingo indicava uma baixa ainda maior, o que tornaria inviável a realização do evento.

A festa do surf nordestino em Baía Formosa foi marcada por altos scores em todas as fases. Com 80 inscritos brigando pelo título de campeão, 30 mil reais de premiação, os 2000 pontos no ranking regional e 1000 no Brasil Tour, BF que é considerada a sétima melhor onda do Brasil foi palco para um show de manobras de alto nível durante os dois dias de evento.

A quarta etapa do Tour vai deixar saudades nessa praia formosa por natureza que recebeu de braços abertos toda a organização, os atletas do Nordeste, e de outros estados como Rio de Janeiro e Santa Catarina.

“Gostaria de agradecer aos moradores de BF pela festa que sempre fazem com o nosso circuito, ao Prefeito, ao Secretario de Esportes pelo esforço e a Greenish pela iniciativa de manter essa etapa aqui, resgatando os eventos de surf em Baía Formosa, cidade que há muitos anos não recebia campeonatos. Nosso circuito está evoluindo cada vez mais e para esta etapa a pretensão é de termos um evento com janela de espera de 10 dias para que os surfistas possam aproveitar todo o potencial que este pico apresenta”, relatou Geraldo Cavalcanti Presidente da ANS.

“É uma grande felicidade ver esta festa maravilhosa do surf aqui em BF, que mostra seu valor para o mundo. Deus reservou este palco especial de ondas excelentes e atletas de nível que estão despontando nas grandes competições do Brasil”, declarou o Prefeito de BF.

A marca cearense Greenish fecha com chave de ouro a terceira edição do Greenish Pro Tour que contou com a tecnologia do Replay e cabine de transmissão independente promovendo uma grande interação com os internautas. Empresa sempre preocupada com a sustentabilidade trouxe para a areia da praia uma estrutura diferente baseada na filosofia Greenish: reduzir, reutilizar, reciclar.

“BF é massa, a gente vê aqui as pessoas acompanhando o campeonato, torcendo, vibrando, crianças, adultos e pessoas de mais idade, a comunidade realmente participa. Gostaria de homenagear o João Maria, o Chicó e o Zé Pretinho pelo incentivo ao surf aqui. Esses caras há 20 anos já nos recebiam aqui no outside e davam um show de surf muito parecido com o que o Alan Jhones deu aqui hoje”, comentou Petrônio Tavares Proprietário da Greenish.

Líder barrado

O líder após 3 etapas do ANS Pro Tour, o baiano Bino Lopes, deu adeus a competição logo em sua estréia na décima bateria da fase 2. Em uma disputa de poucas ondas, porém muito acirrada, o cearense Antonio Eudes venceu de virada em cima do potiguar Djackson Paulino, que ficou em terceiro mesmo após ter sofrido interferência de Michel Adriano (CE) segundo no embate. Bino durante toda a bateria não se achou amargando a quarta colocação, o atleta agora é vice-líder do Tour.

Potiguares Nota 10

Os atletas John Max e Alan Jhones da nova geração destruíram as direitas do Pontal arrancando dos juízes nota máxima (10).

John que foi eliminado na semifinal pelos finalistas Bruno Galini e Franklin Serpa, representantes baianos, comandou o show no último duelo da fase 2 abrindo com uma nota 7,0 e na sequência em uma onda da série esbagaçou com manobras dentro do critério finalizando na beira cravando 10 unânime da comissão técnica.

Alan que vem em ótima fase neste ano de 2010 mostrou uma performance brilhante nas quartas-de-final contra o atleta Greenish Charlie Brown (CE), Ítalo Ferreira (RN) e Alan Donato (PE). O defensor do título não deu mole para seus adversários, ele arriscou tudo com seus aéreos e manobras de pressão no crítico da onda levantando a torcida local descolando o segundo 10 do Greenish Pro, e logo em seguida não satisfeito teve nota 8,33 totalizando 18,33 ultrapassando o recorde de 2009 quando ele teve como média 18,17. Jhone garantiu lycra na semifinal junto com Charlie Brown, segundo. Ítalo e Alan Donato despediram-se da competição.

Decisão

A final do Greenish Pro 2010 foi comandada pelo Alan Jhones que confirmou seu favoritismo em casa com uma atuação brilhante.

O potiguar enfrentou a dupla baiana Franklin Serpa e Bruno Galini campeão da terceira etapa em Maracaípe, e o cearense Felipe Martins.

Felipe Martins que relatou ser seu melhor resultado deste ano mostrou muita raça na competição. Na primeira semifinal onde Alan saiu vitorioso com uma soma 17,33, Felipe acabou com as chances dos amigos cearenses Isaías Silva e Charlie Brown de seguirem na briga pelo título da etapa. Isaías que vem de final no Tour e Brown atleta Greenish ficaram em quinto e sétimo na competição. Galini e Serpa avançaram em primeiro (16,67) e segundo (13,73) nessa ordem na segunda semifinal garantindo lugar no pódio após desclassificar os potiguares Marcelo Nunes e John Max, quinto e sétimo no Greenish Pro 2010.

Alan não teve dificuldades para sagrar-se campeão da quarta etapa do Tour, embalado pela vibração da torcida Alan Jhones novamente bateu seu próprio recorde, com a estratégia de pegar as ondas mais lá de dentro, o local estrapolou os limites, abriu o confronto com um 8,83, na sua segunda onde ele emendou duas ondas levando a galera a loucura somou 8,17 e para fechar sua sensacional apresentação arrancou dos juízes 9,93 fazendo 18,66 dos 20 pontos possíveis maior média da competição pelo segundo ano consecutivo. Alan vibrou muito dentro da água pelo título, 8 mil reais a mais na sua conta bancária, 2000 pontos no ranking que lhe rendeu agora a quarta colocação, 1000 preciosos pontos no Brasil Tour e uma prancha BF pela maior somatória.

Resultado:

Campeões

1 - Alan Jones (RN) 18,66

2 - Bruno Galini (BA) 14,96

3 - Franklin Serpa (BA) 13,94

4 - Felipe Martins (CE) 11,90

Semifinalistas

5 - Marcelo Nunes (RN)

5 - Isaías Silva (RN)

7 - John Max (RN)

7 - Charlie Brown (CE)

Ranking após 4 etapas:

1º Bruno Galini BA 5260

2º Bino Lopes BA 4820

3º César Aguiar PE 4540

4º Alan Jones RN 4470

5º John Max RN 3890

6º Thiago de Souza CE 3800

7º Charlie Brown CE 3760

8º Gutemberg Silva CE 3720

9º Patrick Tamberg FN 3640

10º Isaias Silva CE 3460

11º Alan Donato PE 3300

12º Igor Morais RJ 3260

13º Halley Batista PE 3230

14º Aurélio Santana BA 3040

15º Edvan Silva CE 3030

16º Dunga Neto CE 3000

Galerias | Mais Galerias