#brasileiro 
Arraial do Cabo - Rio de Janeiro - Brasil

Novos líderes e favoritos no Billabong Brasileiro de Surf 2011

Chico Padilha

Rolou a terceira etapa do Billabong Brasileiro de Surf na Praia Grande em Arraial do Cabo, RJ

Na festejada terceira etapa do Billabong Brasileiro de Surf na Praia Grande em Arraial do Cabo, RJ, a dupla vitória de Matheus Navarro foi com outro catarinense, Diego Michereff, na final Open e quem passou a líder, enquanto seu agora vice Michael Rodrigues, do Ceará, se isolou na ponta Júnior com quinta colocação, superior a alcançada pelos mais próximos adversários, o paulista e primeiro nota dez Deivid Silva, sétimo em confronto direto deles que valeu desempate, e o paraibano terceiro do ranking Elivelton Santos nono ao perder nas quartas de final em bateria na qual Deivid fez sua nota dez, enquanto no domingo, sem eles na final, Navarro venceu surfando sua única direita em todo o campeonato e entrando na disputa direta do título que se decidirá em outubro nas ondas da quarta e última etapa no Rio Grande do Sul, onde chegam com maiores chances o trio a sua frente e praticamente empatado quando se antecipa o descarte da menor pontuação das três já contabilizadas.

Na Mirim, Lucas Silveira, da seleção do Rio de Janeiro, repetiu em casa a mesma importante e precoce vitória em terceira etapa Sub 16 alcançada ano passado na Paraíba do vice líder Elivelton Santos, que este ano repetiu na cearense Fortaleza e na inédita Arraial do Cabo, ambas valendo ponta Sub 16 que só foi do vice Elivelton após a vitória da Bahia.

Lucas, é o único capaz de igualar os 3000 pontos finais da potiguar e já campeã Open Gilvanilta Ferreira; ele tem a vantagem do acumulado com duas vitórias, mas não se beneficia de um eventual desempate de 2900 pontos com o outro candidato pois Elivelton, pois nessa situação é melhor seu terceiro lugar da abertura frente ao quarto do líder Lucas na baiana Salvadora que hoje é seu descarte na busca de somar os máximos 3000 e ser o melhor sub-16 do Brasil.

Poderosas Juniores

Na Feminino Júnior, mais uma tomada de ponta carioca, agora com Isabela Lima, primeira não só em pontos acumulados- 2456 nas três- mas também pela possibilidade de depender apenas de si, situação igual a da cearense, ex-líder e agora terceira, Estefany Freitas, que venceu na Bahia, seu grande trunfo.

Catarinense, dona no Rio de Janeiro da sua primeira vitória nacional em prova Júnior, Marina Resende entra na disputa 2011 revelando potencial e evolução ao longo do ano de estréia na CBS, o que na reta final aumenta para cinco as que podem ingressar na galeria de campeãs brasileira Sub-18, já que a sexta colocada Camila Neros, cearense de Fortaleza e do Titanzinho, tendo dois terceiros e descarte zero, pode ir a 2610 pontos com vitória na etapa final.

Igor, campeão, e São Paulo, líder com 2800

Na Iniciantes, a disputa vai se acirrar pelo segundo lugar que hoje é do catarinense Gustavo Ramos e de chances também para o terceiro Rafael Venuto e o campeão da etapa da abertura Davi Sobrinho, ambos do Ceará, além do melhor na Bahia, Victor Bernardo, paulista a exemplo de Igor Moraes, que se antecipou campeão 2011 com os mesmos 2800 pontos que garantem a ponta da sua seleção, a de São Paulo, ela sem direito a descarte e na qual é favorita ao depender de um bom quarto lugar para faturar, mesmo com segunda vitória consecutiva de Santa Catarina ou uma inédita da Paraíba, sua vice na abertura no Ceará, estado campeão na Bahia e que, se novamente vencer, São Paulo se manteria a frente bastando oitavo lugar nas ondas gaúchas.

Topo da base

Vale registrar que, além de terem com grande trabalho e investimento viabilizado a participação completa de suas seleções, todos os estados participantes, em especial a maioria que disputa ao G-4, realizam circuitos de base estadual que são imprescindíveis para o alto nível que suas seleções proporcionam ás etapas do Billabong Brasileiro de Surf e com base nele se formem ás seleções que a Confederação Brasileira de Surf (CBS) leva aos Mundiais da International Surfing Association (ISA) e a outros eventos internacionais ,a exemplo da já confirmada segunda edição dos Jogos Sulamericanos de Praia, onde o Brasil defende o título mas onde cada vez mais não há, a exemplo do que acontece nas acirradas etapas da CBS, grandes favoritismos.

Ranking Billabong Brasileiro de Surf (Após 3 de 4 etapas)

 

Finais

Feminino Junior Sub 18

1a Isabela Lima RJ 2456 pts

2

a Marina Resende SC 2187 pts

2a Estefany Freitas CE 2116

3a Carol Fernandes RJ 2087

 

Mirim (Sub 16)

1O Lucas Silveira RJ 2729 pts

2o Elivelton Santos PB 2710 pts

3O Deivid Silva SP 1748 pts

4o

Rafael Venuto RJ 1542 pts

Open Feminino (Sem limite de idade)

1O Gilvanilta Ferreira RN 3000 pts *

2O Estefany Freitas CE 2439 pts

3O Marina Resende SC 2087 pts

4O Isabela lima RJ 1772 PTS

*Campeã 2011 Gilvanilta Ferreira 3000 pts

 

Junior Sub 18

1O

Michael Rodrigues CE 2466 pts

2O Deivid Silva SP 2341 pts

3O Elivelton Santos PB 2230 pts

4o

Matheus Navarro SC 2187 ptsp

Iniciantes Sub 14

1O Igor Moraes SP 2800 pts*

2O Gustavo Ramos SC ptsp5

3O

Rafael Venuto RJ 2122 pts

4O Victor Bernardo SP 2086 pts

* Campeão 2011 Igor Moraes SP 2800 pts

 

 

Open (Sem limite de idade)

1O Diego Michereff SC 2195 pts

2O Michael Rodrigues CE 980 pts

p

3O Deivid Silva SP

p1861 pts

4O Matheus Navarro SC 1716 pts

 

Seleções (Somam-se ás quatro pontuações)

1O São Paulo 2800 pts

2O Santa Catarina 2466 pts

3O Paraíba 2439 pts

4O Ceará 2260 pts

5O Rio de Janeiro 2195 pts

6O Bahia 1711 pts

7O Espírito Santo 1612 pts

8O Rio Grande do Norte 1599 pts

Galerias | Mais Galerias