#atletas #eventos #competições #estadual #junior #nova geração #mirim #notícias 
São Paulo - Brasil

Naire Marquez focada na conquista do seu 2º título estadual

SPSurf

Surfista de Ubatuba vai com tudo para o título do Hang Loose Surf Attack 2021.

Ela tem apenas 15 anos de idade e já foi campeã do Sub 14 estadual, em 2020. Agora, Naire Marquez, de Ubatuba, se diz preparada e está ansiosa para o desafio de encarar a segunda e decisiva etapa do Hang Loose Surf Attack e repetir o feito na categoria Sub 18. O mais tradicional circuito de categorias de base do Brasil vai definir os campeões estaduais 2021, entre os dias 2 a 5 de dezembro, na Praia do Tombo, em Guarujá, com uma premiação recorde em seus 33 anos de existência.

Ela vem de vitória da primeira etapa que aconteceu em Camburi, no Litoral Norte, e chega a frente de suas adversárias com 1000 pontos acumulados. “Participo do Hang Loose há três anos e, por enquanto, a minha única vitória está sendo esta de Camburi, na Sub 18. Eu estou super feliz com a volta dos eventos por conta da pandemia e iniciar nos campeonatos já vencendo me traz mais confiança para as disputas do Guarujá. Estou animada e ansiosa para esta segunda etapa”, disse Naire que revelou adorar o circuito.

Naire surfa desde os dois anos de idade, mas iniciou nas competições aos cinco, no Chile. Aos sete, já era frequente sua presença nos campeonatos. “Eu sou seis vezes campeã brasileira amadora. Em 2020, conquistei o estadual na Sub 14, mas o título que eu mais destaco foi o terceiro lugar no Montañitas Pro, meu primeiro QS1000, em junho deste ano, no Equador, vencido pela Silvana Lima”, revelou.

Se ela sair vitoriosa do circuito vai conquistar o prêmio inédito em 33 anos de existência do Hang Loose Surf Attack que é uma moto elétrica Mobyou zerada, além de 1000 reais em dinheiro. A mesma premiação também é oferecida para a categoria Masculina, na Sub18, e Didi Aguiar está na vantagem ao vencer a primeira etapa.

Esta é uma competição voltada para atletas com 18 anos incompletos e vai reunir mais de 280 atletas de vários cantos do Brasil nas categorias sub10, sub12, sub14, sub16 e sub18. O Hang Loose Surf Attack é realizado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf), conta com transmissão ao vivo, e terá nesta edição os comentários de Edinho Leite (comentarista da ESPN e do Série ao Fundo) e do ex-surfista Taiu Bueno (um dos melhores big riders do mundo) e, pela primeira vez, a SPSurf abre a oportunidade para uma mulher fazer parte da equipe de comentaristas do circuito e será a santista Kaylani de Souza, atual campeã estadual no Longboard Feminino.

Os campeões das categorias sub 16 também ganham premiações em dinheiro no valor de R $1.000,00 cada, e troféus de plásticos recolhidos da Praia de Camburi, produzidos pelo Projeto SIRI. Já o restante dos pódios das categorias Sub18 e Sub16 também recebem premiação em dinheiro. O segundo lugar R $500,00; terceiro R $300,00 e quarto R $200,00.

Outros R $2.000,00 serão ofertados para os vencedores do Sthill Air Show e para a Melhor Manobra Feminino no “Sthill Girls Best Trick” (mil reais cada).

Os finalistas das demais categorias receberão troféus, blocos de prancha, leashs (cordinhas), protetores solares, parafinas Manga Wax – A melhor do Brasil e decks antiderrapantes.

O evento em 2021 contou apenas com duas etapas devido à pandemia do Covid 2019. A primeira aconteceu na Praia de Camburi, em São Sebastião, entre os meses de setembro e outubro e teve como campeões nas categorias masculinas os ubatubenses Didi Aguiar (Sub18), Ryan Kainalo (Sub16), Pedro Henrique (Sub14) e Anuar Chiah (Sub12) do Paraná. O prêmio de melhor aéreo também foi para Ubatuba, vencido por Lucas Lisboa.

Nas categorias femininas as vitoriosas foram de Naire Marquez (Sub18) de Ubatuba, Luara Mandelli (Sub16) do Paraná, Aysha Ratto (Sub14) do Rio de Janeiro e Carol Bastides (Sub12) da Praia Grande. O “Girl Best Trick”, melhor onda feminina, foi para a praiagrandense Kemily Sampaio.

O Hang Loose Surf Attack 2021 tem o patrocínio da Mobyou Mobilidade Elétrica e Sthill. Realização da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf). Apoios: Sim sucos, Remax, Água Cristal Litoral, Nuty Açaí, Sun Tech Grip Sistem, Special Boards, Manga Wax – Aderindo pelo Mundo, Visual Boards, Keahana Blanks, Sal na Veia, Waves Now, + Brasil Supermercados, Delab Design, Hotel Cajueiro, Pousada Canto do Forte. Colaboração: Prefeitura Municipal do Guarujá por meio da Secretaria de Esportes e Associação de Surf do Guarujá.

Comentários

Galerias | Mais Galerias