#videos #surf #big surf #ondas extremas #ondas grandes #tow-in #notícias #atletas #profissional 
Brasil

Na Nazaré está o “Everest do oceano”, diz McNamara no trailer da nova série da HBO

Documentário original do canal vai mostrar a lenda das ondas gigantes e sua relação com a temida onda.

Ondas gigantes sempre foram uma das coisas que sempre chamaram mais atenção no mundo do surf. E isso é o que não falta em Nazaré e no papel de Garreth McNamara em sua projeção mundial ao surfá-las. Sendo este o plot principal do novo documentário que estreou no serviço de streaming da HBO.

Chamado de “A Grande Onda de Nazaré”, a produção é estrelada por Garrett McNamara e realizada por Chris Smith. A produção será dividida em seis episódios, e conta a história do processo de descoberta das ondas gigantes de Nazaré por parte do surfista norte-americano, e como elas em menos de uma década se tornaram uma referência mundial.

No trailer da produção, McNamara se refere ao lugar como “Everest do oceano”, e em inglês a série recebeu o nome de “100 Foot Wave”, fazendo uma clara referência às dimensões monstruosas das ondas encontradas no lugar, sendo que 100 pés equivalem a aproximadamente 30 metros. Em nota à imprensa, a HBO explica que o surfista e seus companheiros estão em busca das ondas mais altas do planeta e querem bater todos os recordes já estabelecidos.

Onde fica Nazaré? 

A pequena cidade de Nazaré está localizada no litoral de Portugal, e conta com pouco mais de 14 mil habitantes. Mas sempre que se aproxima o inverno europeu, o lugar se torna o centro das atenções e aumenta e muito a expectativa dos fãs de surf pelas ondas gigantes encontradas na região. Com isso, os melhores surfistas do planeta vão para Portugal nesta época todo ano, em busca da quebra de recordes mundiais.

Na cidade é realizado um dos torneios mais aguardados da temporada, organizado pela World Surf League (WSL) que promove o Nazaré Tow Surfing Challenge. Sendo que nós brasileiros estamos muito bem representados no evento, já que temos dois recordistas mundiais, Maya Gabeira e Rodrigo Koxa. Campeonatos como este são um prato cheio tanto para os amantes da modalidade quanto para os palpiteiros, que podem encontrar a cobertura da competição num site de apostas com bônus de boas-vindas - uma das principais plataformas que operam no Brasil e que cobrem uma variedade enorme de

competições esportivas em todo o globo, inclusive as de surf.

O município, que por muito tempo foi apenas uma pequena vila de pescadores, fica a apenas 1h30 de Lisboa, podendo ser visitado de carro ou ônibus - e muitos turistas costumam fazer um bate e volta da capital portuguesa para esta cidadezinha. Já as ondulações gigantes vistas no lugar são geradas por conta de tempestades do oceano Atlântico, há centenas de quilômetros do local. Mas o que faz com que as ondulações do lugar sejam muito maiores do que em outras regiões da costa portuguesa é a presença de um cânion submerso, que é conhecido como o Canhão de Nazaré.

De acordo com o geólogo Lucca Cunha, "os cânions são formações geomorfológicas normalmente associadas à erosão da terra provocada por um rio. Em Nazaré, a origem pode ser tectônica, ou seja, a fenda se abriu por algum tremor de terra há milhões de anos". Com isso, o cânion presente no fundo da praia de Nazaré tem uma profundidade que varia de 50 a quase 5 mil metros. Por conta disso, as ondulações que percorrem o caminho sobre o cânion não perdem velocidade e têm a sua direção alterada.

Outro ponto que contribui para as ondulações desproporcionais, segundo o geólogo, é a presença de uma corrente de retorno de água, que ocorre em frente ao Cabo. Com a junção desses fatores naturais, Nazaré é realmente o Everest do oceano - e se você busca ondas maciças, este é o lugar certo.

Comentários

Galerias | Mais Galerias