#profissional #mundial #wct #competições #surf 
Estados Unidos

Mineirinho vence duas e vai às oitavas em Nova York

globoesporte.com

Adriano manda Travis Logie de combi pra casa na repescagem, e três horas depois passa por Pat Gudauskas. Jadson também se classifica

Adriano de Souza, o Mineirinho, tinha visto os quatro companheiros brasileiros vencerem – e bem – na estreia da etapa de Nova York do Circuito Mundial. Mas ele, quarto colocado do ranking, tropeçou e teve de pegar o caminho mais longo.

Nesta quarta-feira, o paulista conseguiu se recuperar do mau começo. Na repescagem, venceu o sul-africano Travis Logie por combinação, a chamada “goleada” no surfe. Depois, passou pelo americano Patrick Gudauskas e se garantiu nas oitavas de final. Na última bateria do dia, Jadson André derrotou o americano Damien Hogbood e também se garantiu.

Assim como Jadson, Alejo Muniz, Raoni Monteiro e Heitor Alves também venceram na estreia e passaram direto à terceira fase. Eles ainda vão competir na terceira fase.

Primeiro adversário de Mineirinho, Travis entrou na competição depois que seu compatriota Jordy Smith, vice-líder do ranking, desistiu de ir a Nova York por ainda se recuperar de uma queda nas ondas de Teahupoo, penúltima etapa. Na bateria contra o brasileiro, Travis não teve chances. Mineirinho abriu o duelo nas ondas de Long Beach, em Long Island, com uma nota 7,50. Depois dez minutos, tirou 8,73, quando a vitória parecia certa, ainda aumentou a vantagem ao ganhar 9,20.

Foram três horas de descanso. Mineirinho viu o australiano Taj Burrow derrotar o compatriota Adam Melling e conquistar a primeira vaga nas oitavas. Depois, o brasileiro voltou ao mar para enfrentar o americano Patrick Gudauskas.

O americano saiu na frente com uma nota 6,17. Depois de ver duas ondas se fecharem, Mineirinho arrancou um 8,00 para assumir a ponta. Ganhou ainda um 4,00, mas logo descartou-o por um 6,06. Gudauskas também tirou uma nota na casa dos 6,00 pontos, mas ainda tinha de trocar uma delas por 7,58.

Nova York, então, jogou a favor do brasileiro. Não deu a americano uma onda que lhe rendesse a nota de que precisava. E, a 3 minutos do fim, deu a Mineirinho mais uma boa esquerda. Ele a rasgou com duas manobras e ganhou 7,60, selando a vitória.

Bicampeão mundial e sexto do ranking, o australiano Mick Fanning foi outro a se recuperar do susto na estreia, quando perdeu para Heitor Alves. Derrotou o local Balaram Stack. O também aussie Owen Wright, quinto da temporada e batido na primeira fase por Jadson André, passou por Asher Nolan, surfista que entrou na chave principal depois de vencer as triagens.

Repescagem:

1. Mick Fanning (AUS) 15.20 x 7.06 Balaram Stack (EUA)

2. Owen Wright (AUS) 14.07 x 11.33 Asher Nolan (EUA)

3. Adrian Buchan (AUS) 12.10 x 9.00 Keanu Asing (HAV)

4. Bobby Martinez (EUA) 14.06 x 13.73 Bede Durbidge (AUS)

5. F. Patacchia (HAV) 13.10 x 11.27 M. Bourez (TAH)

6. Damien Hobgood (EUA) 13.13 x 10.00 Gabe Kling (EUA)

7. Adriano de Souza (BRA) 17.93 x 14.40 Travis Logie (AFS)

8. Kieren Perrow (AUS) 13.17 x 12.50 Cory Lopez (EUA)

9. Adam Melling (AUS) 15.70 x 13.97 Matt Wilkinson (AUS)

10. Kai Otton (AUS) 13.50 x 12.43 Chris Davidson (AUS)

11. Brett Simpson (EUA) 12.93 x 11.20 Taylor Knox (EUA)

12. Patrick Gudauskas (EUA) 14.93 x 8.86 Dan Ross (AUS)

Terceira fase:

1. Taj Burrow (AUS) 17.10 x 12.87 Adam Melling (AUS)

2. Adriano de Souza (BRA) 15.60 x 12.67 Patrick Gudauskas (EUA)

3. Jeremy Flores (FRA) 13.60 x 12.73 Tiago Pires (POR)

4. Jadson André (BRA) 13.17 x 7.93 Damien Hobgood (EUA)

5. Josh Kerr (AUS) x Raoni Monteiro (BRA)

6. Kelly Slater (EUA) x Bobby Martinez (EUA)

7. Mick Fanning (AUS) x Fred Patacchia (HAV)

8. Kieren Perrow (AUS) x Alejo Muniz (BRA)

9. Adrian Buchan (AUS) x Heitor Alves (BRA)

10. Joel Parkinson (AUS) x Kai Otton (AUS)

11. Julian Wilson (AUS) x Brett Simpson (EUA)

12. Owen Wright (AUS) x CJ Hobgood (EUA)

Galerias | Mais Galerias