Vila dos Remedios - Fernando de Noronha - Brasil

Mineirinho respira aliviado após temer fratura em acidente

globoesporte.com

Engolido por um tubo em Fernando de Noronha, atual campeão mundial afirma que pensou ter quebrado a perna esquerda. Saldo foi um corte feio e seis pontos no local

Segundos depois de ser engolido por um tubo pesado de Fernando de Noronha, Adriano de Souza, o Mineirinho, chegou a pensar que tinha quebrado a perna esquerda. Segundo o atual campeão mundial, o impacto causado pela onda da Praia Cacimba do Padre, na tarde de sexta-feira, foi tão forte que ele temeu por uma fratura que iria prejudicar bastante o seu início de temporada 2016. O susto foi grande, mas Adriano sofreu somente um corte feio na coxa. Ele foi levado para o Hospital São Lucas e levou seis pontos.

- Pensei que tinha quebrado minha perna. A pancada foi muito forte, tão forte que fez um corte profundo na minha coxa. Mas graças a Deus, eu tirei todas as radiografias e não deu nada - comentou o número 1 do mundo.

Em Noronha para a gravação do programa Nas Ondas, da TV Globo, Mineirinho não para de pensar o quanto uma fratura na pré-temporada iria prejudicar os seus planos de ser bicampeão mundial.

- Ia ser um ano difícil. Não seria possível iniciar a temporada da forma que eu quero, indo muito bem na perna australiana de novo - disse Adriano, que conquistou um terceiro lugar (Gold Coast), um vice (Bell Beach) e um caneco (Margaret River) nas três etapas que abrem o Circuito Mundial, sendo a primeira na Gold a partir do dia 10 de março.

Adriano também comemorou a ausência de fratura, porque daqui a exatamente uma semana, no próximo sábado, ele casará com a modelo Patrícia Eicke, sua companheira há cinco anos, em Florianópolis, onde vive o casal.

- Iria ser bem chato casar com a perna quebrada. A Patrícia iria me dar uma bronca. Estou muito empolgado com meu casamento. É mais uma confraternização, porque a nossa aliança já existe faz tempo. Vai ser muito legal.

Além de Mineirinho, também estão em Noronha para gravar o Nas Ondas outros oito dos dez surfistas brasileiros que integrarão o Circuito Mundial de 2016 (Gabriel Medina, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Wiggolly Dantas, Miguel Pupo, Jadson André, Caio Ibelli e Alex Ribeiro). O único membro do Brazilian Storm ausente é Alejo Muniz, que se recupera de lesão no joelho. 

ROUPAS E ACESSÓRIOS DE SURF E SKATE VOCÊ ENCONTRA NO SURFGURUSHOP.COM.BR

Galerias | Mais Galerias