#wct #competições #profissional #mundial 
Polinésia Francesa

Mineirinho avança no Tahiti

ASP

Após sete dias de espera, o Billabong Pro deu início à ação hoje, e os melhores surfistas do mundo desencadearam uma avalanche de altas performances em ondas de 1,5 metros limpas e tubulares em Teahupoo

O Round 1 do Billabong Pro Tahiti foi completado e seis baterias do round 2 hoje, sendo testemunhada a evolução interessante na corrida pelo título de 2010 da ASP bem como o corte do meio do ano.

Adriano Mineirinho teve uma vitória fácil contra o americano Tim Reyes e o havaiano Roy Powers e avançou diretamente para o terceiro round da competição. Já Neco Padaratz ficou em terceiro na sua bateria no primeiro round e vai pegar C.J. Hobgood na sua bateria do segundo round para continuar na competição.

Enquanto os suspeitos de costume foram os destaques de hoje, a redução de campo de meio de ano de 45 para 34 (Top 32 finalistas, após cinco eventos e dois surfistas convidados), a sequência do Billabong Pro Tahiti criou alguns heróis improváveis nas rodadas 1 e 2, que lutam pela sobrevivência.

Marco Polo, atual No. 44 da ASP, tinha falhado em conseguir uma vitória sobre a elite nesta temporada até hoje, mas provocou a virada da o evento, derrotando por duas vezes, o defensor do Billabong Pro Tahiti e atual No. 8 da ASP, Bobby Martinez (E.U.A.), 28, no Round 2 da competição.

"Levei o ano todo, mas fazer isso aqui no Tahiti contra Bobby (Martinez) é muito especial ", diz Polo. "Neco (Padaratz) ficou no canal dando-me instruções. Ele estava me dizendo para sentar-se mais no fundo, mover dessa forma, mover daquela forma, e aí veio aquela onda no final que me empurrou para passar. Eu estou tão feliz que eu possa me manter no surf por isso, espero fazer melhor no próximo round. "

Jadson André não teve um bom resultado, ficou em terceiro no primeiro round e foi eliminado no segundo round por Nate Yeomans, e está fora do Billabong Pro deste ano.

Jordy Smith (Afs), 22, atual ASP World No. 1, encontra-se no comando na caça pelo título de 2010 da ASP no Tahiti, e apesar de não ser historicamente dominante em Teahupoo, o repertório progressivo do sul Africano provou o suficiente para render-lhe a vitória hoje.

"Estou definitivamente aliviado ao passar Round 1", disse Smith. "Nós não fizemos muito nestes dias de folga. Por isso, foi difícil lá fora, mas estou super animado em passar e começar a me concentrar na próxima bateria. "

Smith abriu a sua 1ª fase com um incrível aéreo Judô de backside, marcando a 7,60 de 10 possíveis, e manteve a liderança para o derrotado CJ Hobgood (E.U.A.), 31, e Manoa Drollet (PYF), 29.

"Eu sabia que a onda não ia ser muito boa desde o início, e que eu tinha que fazer algo especial ", disse Smith. "Na verdade, existem algumas rampas realmente surpreendentes lá, e se você puder encontrá-las, é apenas os retornos que são desafiadores. Felizmente para mim nessa última, eu fui capaz de aterrisar quase na parte de trás da onda. "

Kelly Slater (E.U.A.), 38 anos, nove vezes campeão do WCT e atual ASP Número 3 do mundo, sobreviveu a uma batalha contra o antigo inimigo e três vezes campeão do WCT, Andy Irons (HAW), 32 anos e o convidado Heiarii Williams (PYF), 23 anos, para avançar diretamente no Round 3. Com a natureza da bateria de três homens, os três especialistas em tubo continuamente empurraram um ao outro, marcando todos sólidas pontuações.

"Eu realmente explodi lá fora algumas vezes", disse Slater. "Eu deixei Heiarii (Williams) começar antes de mim numa onda muito boa, mas se eu acabasse detonando ele, Andy (Irons) poderia ter conseguido isso. É lamentável quando não existe um monte de ondas, e eu estava tentando brincar de gato e rato com esses caras na maior parte da bateria. Heiarii remou para o fundo em todas as séries, ele me pegou em uma, e então eu estava muito no fundo em uma outra e Andy pegou ela. Foi duro ".

Dane Reynolds (E.U.A.), 24, atual ASP World No. 4, se recuperou de uma rodada perdida esta manhã para tirar o maior total de bateria do evento, uma combinação de 16,27 de 20 possíveis, na sua vitória no Round 2 sobre Tim Reyes (E.U.A.), 28. O jovem californiano fez proezas tubo e levou os juízes e espectadores ao delírio em Teahupoo.

Mick Fanning (AUS), 28, atual campeão mundial da ASP e atual ASP World No. 6, sofreu uma perda no Round 1 esta manhã, mas se recuperou em grande forma esta tarde com um impressionante 15,00 de 20 possíveis para despachar o vencedor das triagens Tuamata Puhetini (PYF) e avançar até a Round 3.

Taj Burrow (AUS), 32, atual No. 2 da ASP e destaque do evento do ano passado, sofreu a maior perda do evento até agora, perdendo para o convidado Manoa Drollet (PYF), 29 anos, no segundo round da competição.

Blake Thornton (AUS), 25, também atual No. 44 da ASP, foi outro que começou com uma vitória hoje, quebrando na sua bateria da 1ª Rodada com 15,50 de 20 possíveis. Apesar das condições lentas, Thornton pegou uma bomba de backside no último minuto para marcar um 9,00 de 10 possíveis e se projetar do terceiro ao primeiro lugar e avançar para o Round 3.

RESULTADOS DO BILLABONG PRO TAHITI ROUND 1:

Bateria 1: Damien Hobgood (USA) 10.07, Jay Thompson (AUS) 1.83, Kekoa Bacalso (HAW) 1.00

Bateria 2: Luke Stedman (AUS) 10.33, Nate Yeomans (USA) 8.83, Jadson Andre (BRA) 4.40

Bateria 3: Jeremy Flores (FRA) 12.16, Marco Polo (BRA) 5.33, Bobby Martinez (USA) 5.33

Bateria 4: Blake Thornton (AUS) 15.50, Tom Whitaker (AUS) 12.00, Dane Reynolds (USA) 11.60

Bateria 5: Adriano de Souza (BRA) 9.66, Tim Reyes (USA) 5.34, Roy Powers (HAW) 2.73

Bateria 6: Joan Duru (FRA) 10.10, Bede Durbidge (AUS) 7.60, Kieren Perrow (AUS) 6.90

Bateria 7: Tamaroa McComb (PYF) 14.77, Mick Fanning (AUS) 9.50, Adam Melling (AUS) 5.70

Bateria 8: Jordy Smith (ZAF) 14.30, Manoa Drollet (PYF) 10.40, C.J. Hobgood (USA) 8.41

Bateria 9: Tiago Pires (PRT) 13.66, Taj Burrow (AUS) 11.40, Tuamata Puhetini (PYF) 10.43

Bateria 10: Kelly Slater (USA) 14.00, Andy Irons (HAW) 13.97, Heiarii Williams (PYF) 12.57

Bateria 11: Adrian Buchan (AUS) 11.50, Dusty Payne (HAW) 9.03, Drew Courtney (AUS) 0.20

Bateria 12: Owen Wright (AUS) 11.27, Brett Simpson (USA) 8.53, Neco Padaratz (BRA) 7.73

Bateria 13: Fredrick Patacchia (HAW) 11.93, Matt Wilkinson (AUS) 11.46, Tanner Gudauskas (USA) 8.43

Bateria 14: Michel Bourez (PYF) 13.23, Dean Morrison (AUS) 9.00, Mick Campbell (AUS) 5.43

Bateria 15: Luke Munro (AUS) 14.03, Travis Logie (ZAF) 12.94, Taylor Knox (USA) 9.93

Bateria 16: Ben Dunn (AUS) 10.87, Chris Davidson (AUS) 7.90, Patrick Gudauskas (USA) 6.92

RESULTADOS DO BILLABONG PRO TAHITI ROUND 2:

Bateria 1: Manoa Drollet (PYF) 14.76 derrotou Taj Burrow (AUS) 12.33

Bateria 2: Mick Fanning (AUS) 15.00 derrotou Tuamata Puhetini (PYF) 7.27

Bateria 3: Heiarii Williams (PYF) 14.03 derrotou Bede Durbidge (AUS) 13.43

Bateria 4: Dane Reynolds (USA) 16.27 derrotou Tim Reyes (USA) 12.50

Bateria 5: Marco Polo (BRA) 9.84 derrotou Bobby Martinez (USA) 7.83

Bateria 6: Nate Yeomans (USA) 12.73 derrotou Jadson Andre (BRA) 9.00

Links Relacionados:

Transmissão ao vivo

Galerias | Mais Galerias