#profissional #mundial #wct #competições #surf 
Hawaii - Estados Unidos

Medina nas quartas de final do Pipe Masters

ASP

Gabriel Medina é bem conhecido por romper os limites de alta performance aéreas do surfe, mas provou que ele pode facilmente se adaptar em todas as condições, conseguindo duas vitórias em Pipeline e avançando para as quartas de final.

O Billabong Pipe Masters em memória de Andy Irons correu para o segundo dia consecutivo com ondas de 10 pés (3-4 metros), e a ação de hoje viu o talento local John John Florence, postar a maior pontuação do evento, e as quartas de final do evento foram decididas.

Gabriel Medina sobre o Round 4: "Foi uma bateria divertida com três caras na água", disse Medina. "Estou feliz por estar aqui. Esta é o minha primeira competição em Pipe e eu estou muito feliz. É incrível estar lá fora. Estive aqui durante um mês e ontem foi o primeiro dia de tubos. Este é apenas meu segundo dia em Pipe e estou testando as minhas pranchas agora. Ontem eu peguei algumas ondas e eu me sinto confiante e espero que eu possa obter algumas ondas melhores na minha próxima bateria. "

John John Florence, atual líder na Vans Triple Crown, afirmou novamente a sua dominância entre o campo hoje, garantindo a maior nota total do evento, um 19,10 quase perfeito, de 20, no Round 3 e, finalmente, selou a sua segunda nota 10 no Round 4.

"Esse 10 foi apenas um double-up perfeito, eu apenas segurei a minha linha e foi inacreditável", disse Florence. "As ondas não param de chegar e elas estão tão perfeitas. É tão divertido estar lá fora, com três caras e eu quero ir em todas as ondas. "

A pontuação impecável do jovem havaiano ganhou elogios em um tubo de backside profundo sem as mãos, que viu o regular relegar os campeões da ASP Kelly Slater e CJ Hobgood ao Round 5, enquanto avançava diretamente para quartas de final.

"Eu estava tão nervoso indo para a bateria porque CJ (Hobgood) e Kelly (Slater) são tão casca grossa", disse Florence. "Eu olhei para os caras e é divertido surfar contra eles. Eu acho que é a segunda vez que eu surfei contra Kelly e é a primeira vez que eu bati ele. Este é definitivamente um sonho surfar meu pico caseiro com três caras lá fora e bater Kelly, eu estou muito feliz. "

Kelly Slater conseguiu o melhor de uma batalha de pontuação baixa contra o havaiano Marcus Hickman, depois de tomar várias vacas feias durante sua luta no Round 3 e apesar de cair para Florence no Round 4, voltou à forma no Round 5 com alguns tubos incríveis para ganhar a vaga nas quartas de final.

"Eu só não entrei em sincronia nessas duas primeiras eliminatórias", disse Slater. "Na primeira eu estava realmente desligado. John John estava em sincronia, e estar na posição correta aqui é só uma questão de poucos metros. Ou você está no lugar certo ou não e quando é a bateria de um cara é a bateria dele. Eu fiquei sem fôlego na primeira onda que tomei na bateria passada e Kalani (Chapman) pegou uma boa e eu fui varrido. Eu estava pensando "Esta forma provavelmente não é uma boa forma de iniciar uma bateria. 'Eu fiquei paciente depois disso. Eu peguei a primeira e a segunda foi a melhor onda. Que foi agradável e aberta. "

Slater, um veterano de 18 anos da elite do ASP World Tour, ainda está motivado para competir no Billabong Pipe Masters, depois de quase duas décadas de competição na perigosa onda havaiana.

"Eu amo este evento", disse Slater. "Pergunte a todos na turnê e eles provavelmente irão dizer que é sua favorita. Você tem a chance de surfar Pipe com alguns caras e fazer a sua escolha. Todos os jovens surfistas procuram e sonham com isso. Eu tinha uma imagem na minha parede de Pipeline e eu pensava que eu nunca iria pegar uma onda assim, então surfando com um cara com prioridade, é impressionante. "

Os organizadores do evento irá se reunir amanhã às 07:00h hora local para um possível começo às 8:00h e, possivelmente, a coroa de 2011 do Campeão do Billabong Pipe Masters será entregue no final do dia.

Billabong Pipe Masters Round 3 resultados:

Bateria 1: Joel Parkinson (AUS) 7,34 derr. Aamion Goodwin (HAW) 5,03

Bateria 2: Kalani Chapman (HAV) 10,27 derr. Dusty Payne (HAV) 6,83

Bateria 3: Jamie O'Brien (HAV) 6,46 derr. Adriano de Souza (BRA) 4.10

Bateria 4: C. J. Hobgood (EUA) 8.40 derr. Julian Wilson (AUS) 6,83

Bateria 5: John John Florence (HAW) 19.10 derr. Damien Hobgood (EUA) 14,40

Bateria 6: Kelly Slater (EUA) 9,50 derr. Marcus Hickman (HAV) 3,56

Bateria 7: Gabriel Medina (BRA) 12,77 derr. Travis Logie (ZAF) 2.27

Bateria 8: Michel Bourez (PYF) 6.40 derr. Adam Melling (AUS) 5,90

Bateria 9: Evan Valiere (HAV) 16,14 derr. Owen Wright (AUS) 15,67

Bateria 10: Shane Dorian (HAW) 11,24 derr. Jordy Smith (ZAF) 5,66

Bateria 11: Kieren Perrow (AUS) 18,73 derr. Josh Kerr (AUS) 11,60

Bateria 12: Taj Burrow (AUS) 8,93 derr. Ian Walsh (HAW) 5.36

Billabong Pipe Masters Quarto Round de não Eliminação Resultados:

Bateria 1: Jamie O'Brien (HAV) 13,92, Joel Parkinson (AUS) 12,06, Kalani Chapman (HAV) 12,00

Bateria 2: John John Florence (HAW) 17,67, Kelly Slater (EUA) 8.50, CJ Hobgood (EUA) 5,43

Bateria 3: Michel Bourez (PYF) 13.10, Evan Valiere (HAV) 10,84, Gabriel Medina (BRA) 8.17

Bateria 4: Kieren Perrow (AUS) 13,66, Shane Dorian (HAW) 11,87, Taj Burrow (AUS) 7,83

Billabong Pipe Masters Round 5 Resultados:

Bateria 1: Joel Parkinson (AUS) 12,83 derr. C. J. Hobgood (EUA) 7,74

Bateria 2: Kelly Slater (EUA) 16,80 derr. Kalani Chapman (HAV) 14,33

Bateria 3: Evan Valiere (HAV) 16,03 derr. Taj Burrow (AUS) 10,87

Bateria 4: Gabriel Medina (BRA) 9,23 derr. Shane Dorian (HAW) 2.30

Próximas Baterias do Billabong Pipe Masters Quartas de final:

Bateria 1: Jamie O'Brien (HAW) x Joel Parkinson (AUS)

Bateria 2: John John Florence (HAW) vs Kelly Slater (EUA)

Bateria 3: Michel Bourez (PYF) vs Evan Valiere (HAW)

Bateria 4: Kieren Perrow (AUS) vs Gabriel Medina (BRA)

Galerias | Mais Galerias