#wsl #competições #surf 
Saquarema - Rio de Janeiro - Brasil

Medina cai e Filipinho vai para a decisão

Globo Esporte

Brasileiro não se encontra em bateria contra Wade Carmichael, 16º colocado no ranking da WSL de 2018. Australiano vai à final. Filipinho, por sua vez, elimina Andino e Wilson e busca título.

Filipe Toledo é o único brasileiro ainda vivo na etapa de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, no Mundial de Surfe. Nas quartas, ele teve uma performance consistente e, com o somatório de 13.84 (7.67 e 6.17), derrotou Kolohe Andino, dos Estados Unidos, que fez 11.93 (5.50 e 6.43). Com o mar mexido, ele precisou ser criativo e deu belas cortadas em uma onda que valeu 7.67. Na outra, um 6.17, eliminou as possibilidades do americano. Em seguida, derrubou Julian Wilson, líder do ranking mundial, sendo muito aplaudido pelo grande público presente. Com grande atuação, o somatório foi de 16.37 (8.67 e 7.70) contra 5.63 do adversário (3.20 e 2.43). Agora, ele pegará Wade Carmichel, da Austrália.

- É um bom sentimento. É uma energia positiva vindo da torcida. É por isso que eu surfo. Meus amigos são os melhores. Eu amo surfar na pressão. É uma diferença para mim. Tem muita gente aqui e é quando eu surfo melhor. Preciso agradecer a Deus pelo evento e pela performance. Me sinto muito bem de estar na final - comentou Filipinho.

Campeão mundial no ano de 2014, o paulista Gabriel Medina caiu nas quartas de final na etapa de Saquarema. O atleta bem que tentou, mas o adversário Wade Carmichael, da Austrália, conseguiu aproveitar melhor as poucas chances que o mar ofereceu nesta sexta-feira e saiu vitorioso com o somatório de 11.40 contra 3.63 do brasileiro. O australiano é apenas o 16º colocado no ranking da temporada 2018 da Word Surf League (WSL).

- Foi épico. Eu tive muita diversão. O que mais posso querer? Consegui outra vitória. Foi demais e estou pronto para a próxima bateria - festejou Wade Carmichael, que compete pela primeira vez no Brasil, após derrotar Gabriel Medina.

Outro brasileiro foi eliminado da etapa nas quartas de final. Contra o duríssimo australiano Julian Wilson, Michael Rodrigues, que vinha fazendo uma excelente etapa, acabou derrotado. O estrangeiro conseguiu 11.20 no total contra 9.83 do brasileiro. Yago Dora também caiu na etapa. Ezekiel Lau, do Havaí, conseguiu a vaga na semifinal com 12.86 contra 8.30 do brasuca.

Na semifinal entre Ezekiel Lau e Wade Carmichael, melhor para o australiano, que fez 13.17 contra 9.27 e pegará Filipinho na decisão.

Confira as baterias desta sexta-feira:

Quartas de final:

Bateria 1: Filipe Toledo (BRA) 13.84 x Kolohe Andino (EUA) 11.93

Bateria 2: Julian Wilson (AUS) 11.20 x Michael Rodrigues (BRA) 9.83 

Bateria 3: Gabriel Medina (BRA) 3.63 x Wade Carmichael (AUS) 11.40

Bateria 4: Yago Dora (BRA) 8.30 x Ezekiel Lau (HAV) 12.86

Semifinais:

Bateria 1: Filipe Toledo (BRA) 16.37 x Julian Wilson (AUS) 5.63

Bateria 2: Wade Carmichael (AUS) 13.17 x Ezekiel Lau (HAV) 9.27

Galerias | Mais Galerias