#profissional #mundial #wct #competições #surf 
Portugal

Medina avança direto para o terceiro round em Portugal

Maíra Pabst

A nona etapa do circuito mundial começou neste domingo (16), segundo dia da janela de espera, em Supertubos, Portugal.

Como indicavam as previsões, uma boa ondulação entrou proporcionando bons tubos na bancada. As disputas começaram as 10h15 do horário local (três horas a mais que o horário de Brasília).

Logo na primeira bateria, Jadson André enfrentou Joel Parkinson e Fred Paracchia. O aspirante ao título, Joel Parkinson passou direto para o round 3 enquanto os outros terão que disputar a repescagem.

Na segunda disputa do dia foi a vez do brasileiro Miguel Pupo mostrar que o surf brasuca está pronto para ondas tubulares. Marcou a melhor nota do dia até o momento, mas não conseguiu uma segunda boa onda e acabou perdendo para o inspirado Julian Wilson. Pupo disputa o round 2 assim como Adam Melling.

Owen Wright, segundo do ranking, fez a lição de casa e avançou direto sem deixar Kelly, o líder, saia na frente. Ambos venceram suas baterias. Pelo caminho ficou Bruno Santos com a segunda posição na bateria do careca. O brasileiro bem que colocou uma pressão, mas Kelly rapidinho reverteu o jogo.

Adriano de Souza Mineirinho dormiu no ponto. Enquanto Matt Wilkinson e John John Florence somaram 16.43 e 13.50, respectivamente, Mineiro pegou apenas três ondas para somar 4.87. Mas na bateria seguinte, foi a hora dos brasileiros se animarem com o campeonato.

Gabriel Medina mais uma vez brilhou. O garoto de 17 anos, mostrou que Maresias é sim uma boa escolar de tubos. Venceu com folga o conterrâneo Raoni Monteiro e o local Tiago Pires. O português não pegou boas ondas e ainda acabou cometendo uma interferência. Vai para a repescagem.

No penúltimo duelo, Mick Fanning ganhou de virada de Adrian Buchan e Kai Otton. Na última bateria do round e do dia, o brasiliero Alejo Muniz surfou bem, mas ficou em terceiro contra Dusty Payne e Josh Kerr, que pegou bons tubos para vencer.

RIP CURL PRO PORTUGAL ROUND 1:

Bateria 1: 1º Joel Parkinson (AUS), 2º Jadson Andre (BRA), 3º Fredrick Patacchia (HAW)

Bateria 2: 1º Julian Wilson (AUS), 2º Miguel Pupo (BRA), 3º Adam Melling (AUS)

Bateria 3: 1º Daniel Ross (AUS), 2º Taylor Knox (EUA), 3º Taj Burrow (AUS)

Bateria 4: 1º Owen Wright (AUS), 2º Patrick Gudauskas (EUA), 3º Justin Mujica (PRT)

Bateria 5: 1º Chris Davidson (AUS), 2º Jordy Smith (ZAF), 3º Francisco Alves (PRT)

Bateria 6: 1º Kelly Slater (EUA), 2º Bruno Santos (BRA), 3º Travis Logie (ZAF)

Bateria 7: 1º Matt Wilkinson (AUS), 2º John John Florence (HAW), 3º Adriano de Souza (BRA)

Bateria 8: 1º Gabriel Medina (BRA), 2º Raoni Monteiro (BRA), 3º Tiago Pires (PRT)

Bateria 9: 1º Damien Hobgood (EUA), 2º Kieren Perrow (AUS), 3º Bede Durbidge (AUS)

Bateria 10: 1º Brett Simpson (EUA), 2º Heitor Alves (BRA), 3º Michel Bourez (PYF)

Bateria 11: 1º Mick Fanning (AUS), 2º Adrian Buchan (AUS), 3º Kai Otton (AUS)

Bateria 12: 1º Josh Kerr (AUS), 2º Dusty Payne (HAW), 3º Alejo Muniz (BRA)

Galerias | Mais Galerias