#profissional #mundial #junior #competições 

Matheus é ouro, Deivid prata e Brasil bronze no ISA Mundial Júnior de Surf

Chico Padilha

Uma dobradinha brasileira com o catarinense Matheus Navarro, campeão e o paulista Deivid Silva vice, após oito dias de disputas, marcou a final neste domingo do ISA Mundial Júnior, em Playa Venao, Pedasí, Panamá

Deivid chegou a estar a frente com uma onda excelentemente aproveitada e para uma manobra aérea de costas para a mesma que atingiu a maior nota do confronto, 9,22 pontos, mas que secundada por 7,5 não foram suficientes para resistir ao ataque de Matheus que após largar com nota 8,5, conseguiu nos últimos instantes uma de quase igual pontuação (8,43) e atingiu 16,93 na média, superior por mínimo um décimo ao total do companheiro no quarteto Sub-18, um dos três que cada seleção contou na disputa, sendo os outros Júnior Feminino e Mirim, para menores de dezesseis anos.

Campeão e recordista

As duas ondas que garantiram a vitória de Matheus Navarro, foram surfadas sempre com velocidade, fluidez e variando as manobras executadas com força pelo surfista da região sul do Brasil, e somaram também para o que o novo campeão mundial júnior e recordista de média geral (18,60 pontos no sábado) dos oitos dias Matheus Navarro afirmasse: “Deus mandou as melhores “direitas” (onda que abre no sentido da direita de quem nela rema) do campeonato para mim, gostaria de agradecer minha família, patrocinadores e á todos da seleção e do Brasil” .

Ouro, prata e bronze

A dobradinha brasileira na final Júnior foi coadjuvada pelo surfista que também esteve com a dupla brasileira entre os três melhores em média, Vasco Ribeiro, que ao deixar em quarto o australiano Joshua Hay, aumentou a vantagem brasileira na conquista do bronze por seleções, ficando o ouro com os havaianos que colocaram três atletas entre as quatro da final Feminina mas não impediram o segundo lugar da australiana Ellie-Jean Coffe nela, o que foi decisivo para o Brasil perder a prata entre selecionados.

Além da vitória na Feminina Júnior com a pequena Dax Mc Gill, o Havaí foi também campeão na Sub-16 em vitória de Kalani Deivid com meio ponto de vantagem em cima do mirim japonês Takumi Nakamura.

No Feminino, a melhor colocação do Brasil foi com Carol Fernandes, do Rio de Janeiro, em décima terceira, e entre Mirins Vitor Bernardo, de São Paulo, com oitavo lugar e idade para novamente representar ao Brasil como Sub 16 na décima primeira edição em 2013, quando então seu conterrâneo Deivid Silva ainda estará com idade para tentar superar a segunda colocação Júnior, de primeira dobradinha do Brasil em dez anos do torneio que na edição encerra neste domingo reuniu trinta e uma representações em Playa Venao, Pedasí, Panamá.

A Confederação Brasileira de Surf (CBS) teve como técnico oficial no Panamá Gabriel Macedo, sendo chefe da delegação Adalvo Argolo, presidente da entidade que contou com o apoio da Billabong para a participação no maior evento Sub-18 do mundo.

Júnior

1º Matheus Navarro

2º Deivid Silva

7º Michael Rodrigues

15º Yan Daberkow

Júnior Feminino

13ª Carol Fernandes

22ª Bárbara Segatto

37ª Larissa Santos

43ª Karol Ribeiro

Mirim Sub 16

8º Vitor Bernardo

15º Elivelton Santos

21º Igor Moraes

29º Lucas Silveira