#tubarões #ataques #surf 
Austrália

Mais dois incidentes com tubarões em Margaret River

Renato Alexandrino

Na semana passada, dois ataques de tubarão no oeste australiano causaram o cancelamento do CT de Margaret River.

Os surfistas da elite não se sentiam seguros para continuar competindo no local, e a WSL resolveu interromper o evento, terceira etapa do circuito mundial de surfe. A decisão, que causou polêmica e opiniões divididas no dia, parece ter sido acertada. Nesta semana, outros dois incidentes envolvendo tubarões e surfistas foram registrados na região de Margaret River.

Na segunda-feira, um surfista foi atingido pela cauda de um tubarão em South Point, lado oposto da baía onde fica North Point, palco da primeira fase do CT de Margaret River neste ano. O episódio não resultou em ferimenos, apenas em um grande susto.

Ontem o susto foi maior. Rob Bruce, de 60 anos, estava remando em Main Break, o pico principal de Margaret River, onde são disputadas as maiorias das baterias do CT, quando foi derrubado de sua prancha por um tubarão de estimados três metros de comprimento.

- Eu não estava longe da praia, talvez 100m, e o tubarão me atingiu pelo lado direito e me derrubou da prancha. Ele agitou a água um pouco e partiu. Tudo durou cerca de cinco segundos - disse Bruce ao jornal Perth Now.

Mesmo se dizendo 'chocado' e 'apavorado', Bruce disse que, após ficar um pouco na praia, decidiu voltar ao mar para surfar.

- Foi difícil relaxar lá no mar. Parecia que eu tinha tomado cinco xícaras de café.

Com o cancelamento e os incidentes envolvendo tubarões neste ano - carcaças de baleias mortas apareceram na região e teriam aumentado a atividade dos predadores -, parece difícil acreditar que o CT de Margaret River será mantido no calendário.

Fonte:https://blogs.oglobo.globo.com/radicais/post/mais-dois-incidentes-com-tubarao-sao-registrados-em-margaret-river-na-australia.html

Comentários

Galerias | Mais Galerias