#surf #competições #stand up paddle 

Leco Salazar na briga pelo título mundial de Stand Up Paddle Wave

Fábio Maradei

Segundo colocado no ranking mundial, santista Leco Salazar segue para a final do ranking, nas Ilhas Virgens, na briga pelo título

Atual segundo colocado no ranking mundial Stand Up Paddle Wave, o surf com remos, o santista Leco Salazar viaja para a etapa final do Circuito, nas Ilhas Virgens Britânicas, na briga pelo título. O atleta de 24 anos vem de um segundo lugar em Ubatuba, resultado com o julgamento questionado e que gerou polêmica. Mas ele prefere esquecer o que passou e pensar no que virá.

“Estou bem ansioso. O ranking está embolado e todos chegam com chances. Vou fazer o que sempre faço, surfar o que sei. Espero que o resultado na etapa passada, aquela polêmica toda, não me prejudique. Quero apenas batalhar pelo meu espaço. Foi assim no ano passado”, afirma o filho mais velho de Picuruta Salazar, vice-campeão mundial profissional em 2011.

Novamente, Leco viajará com o irmão caçula, Matheus, e tem um só pensamento. “Vou para vencer. Não quero depender de outros resultados. Será a primeira vez que vai rolar um campeonato de stand up wave nesse lugar. Acho que ninguém que está na frente do ranking surfou lá. Pelo que vi é uma direita muito boa”, ressalta o atleta, elogiando o irmão.

“O Matheus está surfando muito. Vai chegar junto logo”, afirma o sufista patrocinado por Hawaiian Dreams, Condominium Surfsttore, New Advance, H2O Áudio e Okumura. Além de Ubatuba, Leco foi o segundo na França (também foram realizadas etapas no Havaí e Taiti) e ocupa o segundo lugar no ranking, logo atrás do norte-americano Sean Poynter e à frente do havaiano Kai Lenny, atual bicampeão do Mundo na categoria.