#big surf #ondas grandes #surf 
Hawaii - Estados Unidos

Lapo Coutinho focado, segue os mestres do Big Surf.

Lapinho Coutinho

O baiano Lapo Coutinho, segue os ensinamentos dos Mestres Danilo Couto, Marcio Freire e Yure Soledade e o planejamento do seu pai Lapo Coutinho e do Danilo, focado em ondas grandes.

O Surfguru conversou com Lapinho Coutinho sobre o seu último inverno havaiano e sobre a sua preparação e planejamento para surfar as grandes ondas e sobre o seu crescimento no esporte, e agora leiam um pouco da nossa conversa:

Cheguei no Havai em Novembro de 2011, e a temporada mal tinha comecado. Pipeline não tinha mostrado as caras ainda, e não havia nenhum swell grande previsto.

Do aeroporto fui direto pra Baia de Waimea, aonde meu amigo Danilo Couto se preparava pra cerimonia do Eddie Aikau, no primeiro ano em que fora convidado a alternate.

Assisti a cerimonia com a familia de Danilo, e no final de tarde vi algumas séries de 10 pés entrando, com direito a um air drop animal de Couto, que estava sem strap.

Senti a energia presente naquela baia e esses foram pra mim os primeiros indicios de um bom inverno havaiano.

No mes de Dezembro, um swell de 15 pés se formou, e surfamos um outer reef, em minha primeira sessão de ondas grandes da vida.

2012 estava chegando e na virada do ano percebemos o maior swell da temporada previsto pro dia 4 de janeiro. Fomos para Jaws, e participamos da melhor sessão de remada da história daquele lugar.

Depois do dia 4, não parou de dar onda, pegamos vários tipos de ondas, de 6 pés perfeito a 20 pés ventando.

Fiz quatro idas para maui nessa temporada, e nessas viagens recebi o total apoio de Yuri Soledade e de Marcio Freire, dois baianos casca grossas, que além de pioneiros do surf em Jaws na remada são pessoas muito simples e de bom coracão.

Fiz altas sessões com os dois, até surfei em Jaws com uma prancha emprestada de Yuri no dia em que ele fraturou a mandibula numa vaca cabulosa no bowl.

Marcio me mostrou a ilha de Maui, que esconde varios picos em suas infinitas esquinas, e fizemos sessões memoraveis em Honolua Bay e alguns picos secretos. Heloy Junior, outro casca grossa baiano, tambem participou dessas viagens, sempre mostrando muita disposicão e atitude, indo nas maiores do dia.

De volta em Oahu, Pipeline nos esperava. Alguns swells seguidos de 10-12 pés chegaram, e a bancada de Pipe proporcionou bons tubos para quem quisesse pegar. Em um dia especial, surfei com Heloy e Danilo em um pipeline majestico, onde conseguimos pegar altos tubos.

Meu dia a dia aqui no Hawaii e muito tranquilo, moro em um bairro residencial na casa de Danilo, longe do crowd do North Shore, e tenho uma rotina tranquila: malhacao, pedalada, yoga e muito surf.

Estou focado em treinar e me tornar um surfista completo cada vez mais. Programei uma viagem ao Tahiti em abril para treinar os tubos, enquanto a temporada havaiana esfriar.

Por enquanto, compro meus equipamentos e minhas viagens somente com ajuda de meus familiares e sigo um planejamento de carreira que fiz com Danilo e com meu pai.

Estou principalmente preocupado com meus equipamentos e focado em minha performance em ondas de consequencia, e acredito que seguindo esse linha de planejamento, tudo vai se encaixar naturalmente.

Aloha

Lapo Coutinho(Lapinho)

Galerias | Mais Galerias