#atletas #surf #notícias #eventos #competições 
Brasil

Kalani Robles focado nesta 1ª etapa do Hang Loose Surf Attack 2022

SPSURF

O jovem já tem na bagagem os títulos brasileiro e paulista na categoria Sub14

Campeão brasileiro e paulista Sub 14 em 2021, Kalani Robles, 13, chega focado nesta primeira etapa, a 34ª edição do Hang Loose Surf Attack, que conta com os patrocínios da Sthill e Mobyou, para fazer o melhor e tentar se manter no topo do ranking paulista do mais tradicional circuito de categorias de base do Brasil.

A etapa está prevista para acontecer entre os dias 20 a 22 de Maio, nas ondas do Píer de Mongaguá. O evento é realizado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo – SPSurf e terá transmissão ao vivo pelo sistema Wave Data.

Após décadas o Píer de Mongaguá, no Litoral Sul de São Paulo, não recebia uma etapa do circuito, que neste ano apresenta uma temática nova, focada na alimentação saudável, tema que combina bastante com a rotina do jovem Kalani. “Achei muito ótimo este tema. Eu acho que me alimento muito bem, graças a minha mãe, que sempre se preocupou com isso. Como integrais, verdura, salada, frutas. Mas também gosto de umas besteirinhas”, declarou o ubatubense.

Kalani começou a surfar aos quatro anos de idade e aos sete já se viu competindo, incentivado pelo pai, o Reco, surfista e shaper de Ubatuba. “Sempre tive o apoio da minha família. Treino bastante desde criança e gosto muito das ondas da Praia Grande e da Vermelha do Centro. Já surfei na Píer e as ondas lá são iradas”. Comentou, revelando que sua manobra mais forte é a batida de backside.

O jovem surfista já participa do Hang Loose Surf Attack há alguns anos, fez algumas finais, mas nunca tinha chegado a ser campeão, sempre figurava entre os cinco melhores, que já é uma boa posição para quem está começando e sonha com o CT.

Em 2021, Kalani se surpreendeu e realizou o sonho de qualquer surfista que almeja o profissionalismo, levantou pela primeira vez a taça de campeão paulista ao vencer a 33ª edição do Hang Loose Surf Attack, na praia do Tombo, em Guarujá, em seguida foi campeão brasileiro após vencer o CBSurf Júnior, em Itacaré, e se consolidou como um dos mais novos campeões brasileiros de categorias de base. “Eu fiquei muito feliz. Com apenas 12 anos de idade, foi um sonho realizado. A lição que aprendi é que quando acreditamos, treinamos e temos o apoio da família as conquistas se realizam”.

Neste ano, Kalani venceu todos os campeonatos que participou até o momento. Foi campeão do “Kids on Fire”, campeonato do surfista profissional Filipe Toledo. Venceu o Vida Marinha, que aconteceu em Santa Catarina, na categoria Sub 14, e sagrou-se campeão da primeira etapa do Circuito Militar na Sub 16.

Sobre o Hang Loose Surf Attack, Kalani considera um dos mais competitivos do país. "É um campeonato de nível muito alto, apesar de ser estadual vem gente do Brasil inteiro e isso deixa o campeonato mais competitivo”, finalizou o atleta que atualmente conta com o patrocínio da Freesurf e apoios da Wavestar Surfboards, Truzz, Banana Wax, Wizard Ubatuba, MR Gelato e Suntech Grip System.

O Hang Loose Surf Attack é uma competição voltada para surfistas com até 18 anos completos em 2022. Nesta edição a organização pretende reunir mais de 200 atletas de várias localidades do Brasil, nas categorias Sub12, Sub14, Sub16 e Sub18, feminino e masculino.

Premiação - Os pódios do 1º ao 4º lugares, de todas as categorias, em cada etapa, vão receber premiação em dinheiro, parafinas MangaWax, blocos de prancha, leashs, entre outros brindes. As etapas também reservam R $1.000,00, dividido, entre os vencedores do Manga Wax Air Show e Sicrupt Girls Best Trick - melhor Manobra Feminino - (R$500 cada).

Ao final do circuito, os atletas de São Paulo, que forem anunciados campeões do ranking Estadual de Categorias de Base 2022, da Sub18 (masculino e feminino), vão receber, cada um, uma Scooter Elétrica Mobyou, zeradas. 

O Hang Loose Surf Attack 2022 conta com os patrocínios da Sthill e Mobyou. Apoios: Keahana Blanks, Special Boards, Protetor Solar Suntech, Delab Design, Sim Suco, Sicrupt Beachwear, Parafinas Manga Wax, Waves Now, Nuty Açaí, Odara Alfajor e Pousada Plataforma. Divulgação: Waves. Colaboração: Prefeitura Municipal de Mongaguá, por meio de sua Diretoria de Esportes, Lazer e Juventude de Mongaguá e ASPM (Associação de Surf Píer de Mongaguá). O evento é supervisionado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf).

Comentários

Galerias | Mais Galerias