#wsl #wct #profissional #atletas #surf 
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil

João Chianca é uma das atrações do LayBack Pro Rio na Prainha do Rio de Janeiro

João Carvalho

A competição começa quarta-feira, ao vivo no WorldSurfLeague.com

 O LayBack Pro Rio abre nesta quarta-feira, a etapa inédita do World Surf League (WSL) Qualifying Series na paradisíaca e preservada Prainha, no Rio de Janeiro. Um dos destaques do evento é João Chianca, o Chumbinho, que estava na elite mundial do CT e será um dos cabeças de chave que entram na segunda fase. Grandes valores da nova geração também estão na capital carioca para disputar os 1.000 pontos nos rankings regionais da WSL Latin America, classificatórios para o Challenger Series de 2023. A competição será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

A maioria dos surfistas do grupo dos dez indicados pelo ranking masculino após as cinco etapas já disputadas, vai participar do LayBack Pro Rio, como Gabriel André (2.o lugar), Heitor Mueller (4.o), Ryan Kainalo (5.o), Weslley Dantas (6.o), Igor Moraes (8.o) e os argentinos José Gundesen (3.o) e Santiago Muniz (9.o). Os únicos que não vão defender suas posições no retorno da capital do Rio de Janeiro ao calendário da WSL Qualifying Series, após 11 anos, são os catarinenses Lucas Vicente e Leo Casal e o peruano Miguel Tudela, que lidera o ranking.

Santiago Muniz competindo no LayBack Pro deste ano em Florianópolis (Crédito: Marcio David / LayBack Pro)

Entre os top-10 que vão competir na Prainha, apenas Santiago Muniz não faz parte da lista dos 32 cabeças de chave que só estrearão na segunda fase. Ele não fez sua inscrição dentro do prazo e foi escalado na 14.a das 16 baterias da primeira fase, com Diego Brigido e Ivo Gothardo. Além dele, mais dois surfistas que também disputaram as etapas que abriram o WSL Challenger Series 2022 na Austrália, perderam o prazo e vão entrar na primeira fase do LayBack Pro Rio, Matheus Navarro na sexta bateria e Thiago Camarão na décima. 

Já João Chianca, que vinha sendo a sensação da seleção brasileira da WSL, mas saiu do CT no novo corte da elite no meio da temporada implantado nesse ano, só vai estrear na segunda fase. O surfista de Saquarema e o carioca Leandro Bastos, são os cabeças de chave da oitava bateria. Chumbinho fez grandes apresentações principalmente contra o bicampeão mundial John John Florence nos tubos de Pipeline e nas direitas de Bells Beach. Agora, vai mostrar todo o potencial do seu surfe nas ondas também de qualidade internacional da Prainha.

João Chianca brilhou em sua estreia no CT nos tubos e Pipeline (Crédito: Tony Heff / World Surf League)

Na categoria feminina, a maior estrela é a duas vezes vice-campeã mundial e bicampeã sul-americana da WSL Latin America, Silvana Lima, que mora no Rio de Janeiro. Mas, a nova geração também vai estar com força total no LayBack Pro Rio, como a atual campeã sul-americana e irmã do tricampeão mundial, Sophia Medina, Laura Raupp e a peruana Daniella Rosas, que estão disputando classificação para o CT 2023 no Challenger Series deste ano. 

Além delas, também vai competir pela primeira vez nas ondas da Prainha, a única brasileira que está na lista atual das quatro indicadas pelo ranking regional da WSL Latin America, após as cinco primeiras etapas, Tainá Hinckel. A catarinense está fechando o grupo das top-4 no momento e é uma as oito cabeças de chave do LayBack Pro Rio, que estrearão na segunda fase. Ela está na primeira bateria, junto com a paulista Julia Santos.

Tainá Hinckel competindo no LayBack Pro da Praia Mole em Floripa (Crédito: Marcio David / LayBack Pro)

As seis surfistas que estão logo abaixo de Tainá Hinckel no ranking, estarão na Prainha tentando entrar na zona de classificação para o WSL Challenger Series de 2023. A jovem Isabelle Nalu é a quinta colocada, a experiente Silvana Lima está em sexto lugar, depois tem a peruana Melanie Giunta dividindo a sétima posição com a equatoriana Genesis Garcia, seguidas por Kiany Hyakutake na nona e Karol Ribeiro na décima. 

ATRAÇÕES EXTRAS – Além do show de surfe garantido dentro d´água, na quarta-feira também serão iniciadas as atrações extras para o público, que acontecerão paralelamente à competição no LayBack Rio Pro. Quem for a Prainha, poderá se inscrever nas três atividades diárias do “Jiu-Jitsu 4 Life” às 7h00, às 10h00 e às 14h00, ou nas clínicas de skate promovidas pela Carma Skateshop na “Mini Ramp Sessions”, que serão iniciadas às 9h00 e às 13h00. Também já estarão abertas as lojas do “Local Market” e várias ativações de educação e preservação ambiental vão acontecer nesta semana na Prainha.

LayBack Pro Rio é uma realização da Agência Esporte & Arte (AEA), licenciada pela WSL Latin America para promover esta etapa do WSL Qualifying Series, homologada pela FESERJ (Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro), que conta com apresentação do Bar 399 e patrocínio da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, Corona e Metha Energia; suporte da ASAP (Associação dos Surfistas e Amigos da Prainha), BOLD Snacks e Orla Rio; apoio da Monster Energy, RIOZEN Toyota e site Waves.com.br, com a FIRMA produzindo a transmissão ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

BATERIAS DO LAYBACK PRO RIO QS 1000 NA PRAINHA:

(ainda podem ser modificadas até o início do evento)

PRIMEIRA FASE – 3.o=65.o lugar (53 pts) e 4.o=81.o lugar (40 pts):

1.a: Daniel Templar (BRA), Lukas Camargo (BRA), Lucas Ribas (BRA)

2.a: Felipe Ximenes (BRA), Leo Andrade (BRA), Yan Sondahl (BRA), Pedro Henrique (PRT)

3.a: José Francisco (BRA), Juninho Malta (BRA), Luis Henrique Araujo (BRA)

4.a: Fabricio Rocha (BRA), Martin Ottado (URU), Lucas Catapam (BRA)

5.a: Daniel Matos (BRA), Edson de Prá (BRA), Luã da Silveira (BRA)

6.a: Matheus Navarro (BRA), Janninfer de Sousa (BRA), Vicente Ferreira (BRA)

7.a: Valentin Neves (BRA), Jeronimo Barros (BRA), Anderson da Silva (BRA)

8.a: Samuel Joquinha (BRA), Glauciano Rodrigues (BRA), Ricardo Petry (BRA)

9.a: Kayan Medeiros (BRA), Walley Guimarães (BRA), Takeshi Oyama (BRA)

10: Thiago Camarão (BRA), Luiz Henrique Rosa (BRA), João Jacques (BRA), Gustavo Fernandes (BRA)

11: Krystian Kymerson (BRA), Gabriel Paiva (BRA), Igor Shibata (BRA)

12: Fernando Junior (BRA), Tomas Bock (CHL), Sunny Pires (BRA)

13: Cauã Gonçalves (BRA), Cauet Frazão (BRA), Guilherme Carvalho (BRA)

14: Santiago Muniz (ARG), Diego Brigido (BRA), Ivo Gothardo (BRA)

15: Israel Junior (BRA), Pedro Amorim (BRA), Rickson Falcão (BRA)

16: Philippe Neves (BRA), Adriano Maciel (BRA), Pedro Martins (BRA)

SEGUNDA FASE – entrada dos 32 cabeças de chave:

--------3.o=33.o lugar (66 pts) e 4.o=49.o lugar (60 pts)

1.a: Ryan Kainalo (BRA), Leon de la Torre (CHL), 1.o da 1.a bateria da 1.a fase e 2.o da 2.a

2.a: Gabriel Klaussner (BRA), Diego Aguiar (BRA), 1.o da 2.a e 2.o da 1.a

3.a: Vitor Ferreira (BRA), Felipe Oliveira (BRA), 1.o da 3.a e 2.o da 4.a

4.a: Weslley Dantas (BRA), Uriel Sposaro (BRA), 1.o da 4.a e 2.o da 3.a

5.a: Igor Moraes (BRA), Luan Wood (BRA), 1.o da 5.a e 2.o da 6.a

6.a: Renan Peres Pulga (BRA), Niccolas Padaratz (BRA), 1.o da 6.a e 2.o da 5.a

7.a: Wiggolly Dantas (BRA), Noel de la Torre (CHL), 1.o da 7.a e 2.o da 8.a

8.a: João Chianca (BRA), Leandro Bastos (BRA), 1.o da 8.a e 2.o da 7.a

9.a: José Gundesen (ARG), Patrick Plachi (BRA), 1.o da 9.a e 2.o da 10.a

10: Cauã Costa (BRA), Daniel Adisaka (BRA), 1.o da 10.a e 2.o da 9.a

11: Marcos Correa (BRA), Theo Fresia (BRA), 1.o da 11.a e 2.o da 12.a

12: Rafael Teixeira (BRA), Pedro Neves (BRA), 1.o da 12.a e 2.o da 11.a

13: Heitor Mueller (BRA), Kim Matheus (BRA), 1.o da 13.a e 2.o da 14.a

14: Rodrigo Saldanha (BRA), Edgard Groggia (BRA), 1.o da 14.a e 2.o da 13.a

15: Samuel Igo (BRA), Pedro Dib (BRA), 1.o da 15.a e 2.o da 16.a

16: Gabriel André (BRA), Luciano Brulher (BRA), 1.o da 16.a e 2.o da 15.a

PRIMEIRA FASE – 3.a=17.o lugar (200 pts) e 4.a=21.o lugar (174 pts):

1.a: Daniella Rosas (PER), Valeria Ojeda (VNZ), Julia Duarte (BRA)

2.a: Karol Ribeiro (BRA), Larissa dos Santos (BRA), Mariana Areno (BRA), Maria Eduarda (BRA)

3.a: Melanie Giunta (PER), Sophia Gonçalves (BRA), Yasmin Neves (BRA)

4.a: Isabelle Nalu (BRA), Juliana dos Santos (BRA), Rafaella Montesi (CHL)

SEGUNDA FASE – entrada dos 8 cabeças de chave:

---1.a e 2.a=Quartas de Final / 3.a=9.o lugar (350 pts) e 4.a=13.o lugar (295 pts)

1.a: Tainá Hinckel (BRA), Julia Santos (BRA), 1.a da 1.a da 1.a fase e 2.a da 2.a

2.a: Kiany Hyakutake (BRA), Silvana Lima (BRA), 2.a da 1.a e 1.a da 2.a

3.a: Laura Raupp (BRA), Summer Macedo (BRA), 1.a da 3.a e 2.a da 4.a

4.a: Sophia Medina (BRA), Yanca Costa (BRA), 2.a da 3.a e 1.a da 4.a

Comentários

Galerias | Mais Galerias