#profissional #mundial #6 estrelas #competições 

Grandes pontuações no Newcastle Surfest

Paulo Marques - sapo.pt

Hoje, as concorrentes de Newcastle foram recebidas com ondas pequenas mas “clean” de 3 pés (um metro) de surf para o ASP 6 estrelas Burton Toyota Pro e o ASP 6 estrelas Hunter Ports Girls Classic.

Sage Erickson (EUA) colocou um total de 17,30 (de 20 possíveis). Ericson está como estreante na Elite ASP Top 17 do Womens World Tour.

“Newcastle faz me lembrar a Califórnia, com estas praias de areia branca e um monte de opções de onda”, disse Erickson. “Eu sinto-me em casa. Estou a apreciar a paisagem e a água limpa. ” Carissa Moore (HAW), venceu o seu heat de abertura no clássico do Hunter Ports. Com um surf suave e potente, a jovem havaiana fez duas pontuações excelentes, avançando para o round dos 24 melhores.

Sally Fitzgibbons (AUS), vice-campeã para o Título Mundial de 2011, também começou bem com alta performance. “A consistência é a chave para manter o ritmo”, disse Fitzgibbons. “Com o número de eventos que temos, há que manter a consistência em cada evento, e aumentá-la. ” Philippa Anderson (AUS), a surfista local de Merewether avançou para o round dos 24 melhores depois de eliminar Paige Hareb (NZL). Anderson executou um número de snaps de backside bastante verticais e no crítico. “Estou muito contente por passar”, disse Anderson. “Tens que ser forte lá fora, quando o mar tá assim. “

Jack Freestone (AUS), o campeão do 2010 ASP World Junior fez o maior total do Toyota Pro Burton hoje. Aéreos e snaps afiados impressionaram os juízes e avançou para a próxima ronda onde vai enfrentar Mitch Crews (AUS), Granger Larsen (HAW) e o pernambucano Bruno Rodrigues. “Este heat foi bom, porque as ondas estão divertidas”, disse Freestone.