#competições #surf #atletas #wct #wsl 
Indonésia

Gabriel Medina e Yago Dora reforçam a seleção brasileira no Quiksilver Pro G-Land

João Carvalho

O fuso horário de Java na Indonésia é de 10 horas a mais do Brasil

O tricampeão mundial Gabriel Medina e Yago Dora vão reforçar a seleção brasileira na primeira etapa do World Surf League (WSL) Championship Tour, após o corte da elite no meio da temporada. Medina já estava confirmado para o restante do ano com um convite da WSL e Yago foi chamado para substituir o havaiano Seth Moniz, que se contundiu treinando em G-Land. A seleção brasileira então terá nove surfistas competindo no Quiksilver/ROXY Pro G-Land. O prazo da sexta etapa da temporada começa neste sábado e vai até o dia 6 de junho em Banyuwangi, na ilha de East Java, Indonésia.

O fuso horário é de 10 horas a mais do Brasil, então se a competição começar as 8h00 do sábado nas esquerdas tubulares de G-Land, serão 22h00 da sexta-feira no horário de Brasília. O evento será transmitido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo Globoplay SporTv no Brasil. Gabriel Medina não compete desde que conquistou seu terceiro título mundial, em setembro do ano passado no Rip Curl WSL Finals, em Trestles, na Califórnia. Yago Dora ainda participou de duas etapas do WSL Qualifying Series em novembro no Brasil, ganhou o Saquarema Surf Festival e conquistou o título sul-americano da temporada 2021/2022 da WSL Latin America.

Isso antes de sofrer uma lesão de Lisfranc no pé esquerdo e precisar de uma intervenção cirúrgica. Os dois não participaram de nenhuma das cinco primeiras etapas do WSL Championship Tour 2022. Medina pediu uma licença médica para cuidar da sua saúde mental e ganhou um convite da World Surf League para competir na segunda metade da temporada. Yago seguia o tratamento para recuperação da cirurgia, mas já estava em Bali treinando em Uluwatu e em outras ondas da Indonésia, quando foi convocado para substituir Seth Moniz. Ele já está se dirigindo para a ilha de Java.

Todos os tops estão maravilhados com as esquerdas espetaculares de Grajagan Bay (G-Land), surfando tubos perfeitos no lugar que sediou uma etapa do CT pela última vez em 1997, 25 anos atrás. Ou seja, de todos os participantes do Quiksilver/ROXY Pro G-Land, o único que competiu lá foi Kelly Slater. A onda é apontada como uma das melhores esquerdas do mundo. Localizada na ponta da península de East Java, G-Land é cercada por uma mata exuberante e praias de areia branca. A melhor combinação para as ondas ficarem perfeitas nos quase 1,5 km de recife, é com swell de sudoeste a sul e ventos leves de sudeste.

SELEÇÃO BRASILEIRA – A seleção brasileira perdeu João Chianca e Deivid Silva no novo corte na elite no meio da temporada, implantado esse ano. No entanto, no Quiksilver/ROXY Pro G-Land continuará com o mesmo número de nove surfistas, com o reforço de Gabriel Medina e Yago Dora. A quantidade de competidores para as cinco últimas etapas do CT 2022, foi reduzida de 36 para 24 atletas na categoria masculina e de 18 para 12 na feminina. 

A primeira fase continua sendo classificatória, mas agora os homens que estrearem com vitórias, já avançam direto para as oitavas de final e as mulheres para as quartas de final. Quem ficar na segunda e terceira posições, têm uma nova chance de classificação nos duelos homem a homem que passarão a ser iniciados na segunda fase, ou repescagem. Se o evento começar pela categoria masculina, Jadson André já vai competir na primeira bateria, contra o australiano Ethan Ewing e o sul-africano Jordy Smith.

Filipe Toledo vai competir com a lycra amarela de número 1 do ranking na Indonésia (Crédito: Matt Dunbar / World Surf League)

Yago Dora foi escalado na terceira, a do bicampeão mundial John John Florence e Kolohe Andino. Filipe Toledo entra na seguinte com a lycra amarela, para fazer sua primeira defesa da liderança do ranking contra o norte-americano Nat Young e o convidado do Quiksilver Pro G-Land, Rio Waida. O surfista da Indonésia vem de vitória na etapa do WSL Challenger Series, encerrada na terça-feira em Sidney, na Austrália.

Na quinta bateria, tem a primeira participação dupla do Brasil valendo apenas uma vaga direta para as oitavas de final, com o campeão mundial e medalhista olímpico, Italo Ferreira, Caio Ibelli e o norte-americano Jake Marshall. Depois, Miguel Pupo entra na sétima com o havaiano Barron Mamiya e o australiano Connor O´Leary e Gabriel Medina fecha a primeira fase com dois novatos na elite deste ano, Samuel Pupo e o australiano Callum Robson.

Na categoria feminina, a única brasileira, Tatiana Weston-Webb, também vai fechar a rodada inicial do Roxy Pro G-Land, com a bicampeã mundial Tyler Wright e a norte-americana Lakey Peterson. Assim como Gabriel Medina, a australiana Sally Fitzgibbons, que saiu da elite no corte do meio da temporada, ganhou um convite da World Surf League para competir nas cinco últimas etapas. Ela está na terceira das quatro baterias, com a pentacampeã mundial Carissa Moore e outra havaiana, Gabriela Bryan.

TRANSMISSÃO AO VIVO – A janela de realização do Quiksilver/ROXY Pro G-Land abre no dia 28 de maio com prazo até 6 de junho. O evento será transmitido ao vivo no Brasil pelo Globoplay e pelo WorldSurfLeague.com e canal do YouTube e Aplicativo da WSL. Para os fãs do Brasil, a transmissão pelo YouTube é interrompida quando começarem as quartas de final e continua apenas pelo canal SporTV e WorldSurfLeague.com

PRIMEIRA FASE DO QUIKSILVER PRO G-LAND: 

-------1.o=Oitavas de Final /  2.o e 3.o=Segunda Fase ou Repescagem

1.a: Ethan Ewing (AUS), Jordy Smith (AFR), Jadson André (BRA)

2.a: Jack Robinson (AUS), Kelly Slater (EUA), Jackson Baker (AUS)

3.a: John John Florence (HAV), Kolohe Andino (EUA), Yago Dora (BRA)

4.a: Filipe Toledo (BRA), Nat Young (EUA), Rio Waida (IDN)

5.a: Italo Ferreira (BRA), Caio Ibelli (BRA), Jake Marshall (EUA)

6.a: Kanoa Igarashi (JPN), Griffin Colapinto (EUA), Matthew McGillivray (AFR)

7.a: Barron Mamiya (HAV), Miguel Pupo (BRA), Connor O´Leary (AUS)

8.a: Gabriel Medina (BRA), Callum Robson (AUS), Samuel Pupo (BRA)

PRIMEIRA FASE DO ROXY PRO G-LAND:

-------1.a=Quartas de Final /  2.a e 3.a=Segunda Fase ou Repescagem

1.a: Isabella Nichols (AUS), Courtney Conlogue (EUA), Stephanie Gilmore (AUS)

2.a: Brisa Hennessy (CRI), Johanne Defay (FRA), Bronte Macaulay (AUS)

3.a: Carissa Moore (HAV), Gabriela Bryan (HAV), Sally Fitzgibbons (AUS)

4.a: Tyler Wright (AUS), Lakey Peterson (EUA), Tatiana Weston-Webb (BRA)

TOP-22 DO WSL CHAMPIONSHIP TOUR – 5 etapas:

1.o- Filipe Toledo (BRA) – 24.440 pontos

2.o- John John Florence (HAV) – 23.375

3.o- Jack Robinson (AUS) – 22.160

4.o- Ethan Ewing (AUS) – 19.585

5.o- Italo Ferreira (BRA) – 18.895

6.o- Kanoa Igarashi (JPN) – 18.620

7.o- Barron Mamiya (HAV) – 17.970

8.o- Callum Robson (AUS) – 17.760

9.o- Miguel Pupo (BRA) – 17.470

10.o- Griffin Colapinto (EUA) – 17.405

11.o- Caio Ibelli (BRA) – 16.820

12.o- Jordy Smith (AFR) – 16.130

13.o- Kelly Slater (EUA) – 15.980

14.o- Kolohe Andino (EUA) – 14.705

14.o- Nat Young (EUA) – 14.705

16.o- Seth Moniz (HAV) – 14.140

17.o- Samuel Pupo (BRA) – 12.715

18.o- Connor O´Leary (AUS) – 11.290

19.o- Matthew McGillivray (AFR) – 11.000

20.o- Jake Marshall (EUA) – 10.725

21.o- Jackson Baker (AUS) – 9.300

22.o- Jadson André (BRA) – 9.300

TOP-10 DO WSL CHAMPIONSHIP TOUR 2022 – 5 etapas:

1.a- Brisa Hennessy (CRI) – 25.575 pontos

2.a- Carissa Moore (HAV) – 24.295

3.a- Tyler Wright (AUS) – 23.440

4.a- Isabella Nichols (AUS) – 19.965

5.a- Courtney Conlogue (EUA) – 19.525

6.a- Lakey Peterson (EUA) – 19.105

6.a- Gabriela Bryan (HAV) – 19.105

8.a- Johanne Defay (FRA) – 18.980

9.a- Stephanie Gilmore (AUS) – 18.185

10.a- Tatiana Weston-Webb (BRA) – 17.830

15 TOPS DO CT 22 CORTADOS DA ELITE:

23: Owen Wright (AUS) – 8.735 pontos

24: Ezekiel Lau (HAV) – 8.735

25: Lucca Mesinas (PER) – 8.735

26: Conner Coffin (EUA) – 8.735

27: João Chianca (BRA) – 7.310

28: Leonardo Fioravanti (ITA) – 7.310

29: Frederico Morais (PRT) – 7.310

30: Imaikalani Devault (HAV) – 7.310

31: Deivid Silva (BRA) – 7.310

32: Morgan Cibilic (AUS) – 7.310

33: Ryan Callinan (AUS) – 5.320

34: Carlos Munoz (CRI) – 4.115

41: Gabriel Medina (BRA) – 1.060

41: Yago Dora (BRA) – 1.060

41: Liam O´Brien (AUS) – 1.060

7 TOPS DO CT 22 CORTADAS DA ELITE:

11.a- Malia Manuel (HAV) – 17.765 pontos

12.a- India Robinson (AUS) – 14.710

14.a- Molly Picklum (AUS) – 13.145

15.a- Sally Fitzgibbons (AUS) – 12.575

15.a- Luana Silva (HAV) – 12.575

18.a- Bettylou Sakura Johnson (HAV) – 10.785

19.a- Caroline Marks (EUA) – 4.180

Comentários

Galerias | Mais Galerias