#surf #wct #competições 

Gabriel Medina é o Mais Jovem Surfista Brasileiro a Ingressar no WT

Fábio Maradei

Surfista Da Equipe Rip Curl Tem Só 17 Anos e Estendeu Contrato Por Mais 5 Anos

O domingo, dia 18 de setembro, marcou um momento histórico para o surf brasileiro. A estreia no World Tour do paulista Gabriel Medina, o mais jovem surfista brasileiro a ingressar na elite mundial. O atleta da equipe Rip Curl tem apenas 17 anos de idade e garantiu o feito com grandes apresentações e vitórias incontestáveis. Entre seus feitos este ano, destaque para as vitórias na França, Imbituba e Espanha, além do pro júnior também em águas francesas.

Sua trajetória na elite mundial começou com o Hurley Pro 2011, em Lower Trestles, San Clemente, na Califórnia (EUA). Logo pela frente, enfrentou Adriano de Souza, o Mineirinho, outro grande talento brasileiro. A disputa entre os dois foi boa e o surfista mais experiente levou a melhor por uma mínima vantagem de 0,3 ponto – 15,17 a 14,87, com o havaino Dusty Payne em terceiro.

Depois, no round 2, Medina foi melhor do que o sul-africano Travis Logie, somando 16,10 pontos. Já na terceira fase, ele foi eliminado pelo australiano Josh Kerr, de virada e por uma diferença só meio ponto 12.33 a 11,83. Apesar de barrado, Gabriel ficou feliz com sua primeira atuação entre os principais surfistas profissionais do Mundo na atualidade.

Ele também mostrou satisfação por ter alcançado seu grande objetivo tão rapidamente, com apenas 17 anos, ele não esconde que os planos são ambiciosos. “Estava focado em chegar aqui e agora quero ser campeão mundial no WT. Esse é o meu próximo desafio”, revelou o atleta, confiante no seu desempenho.

"Vou sempre dar o melhor de mim nas competições do WT. Sei que tenho bastante coisa para melhorar, principalmente em ondas que nunca surfei como Tahiti, mas sei do meu potencial e as pessoas que estão à minha volta como o Charles, minha mãe (Simone) e os meus patrocinadores vão sempre me apoiar para que eu alcance os meus objetivos", falou o atleta.

Para Medina, a comemoração é dupla. Além de figurar entre os principais nomes do Mundo, ele estendeu seu contrato de patrocínio com a Rip Curl até dezembro de 2016. “Ficamos felizes por manter esse fenômeno mundial. Estamos investindo em sua carreira e queremos que ele alcance o sucesso merecido”, destacou o presidente da Rip Curl no Brasil, Felipe Silveira.

“Sem dúvida é um momento especial para o Gabriel, para o surf brasileiro. É um grande atleta que tem um futuro imenso, provou isso ao ser o melhor surfista do Qualifying”, argumentou o presidente da Rip Curl no Brasil.

Consolidado como um dos grandes talentos da nova geração mundial, Medina tem em sua lista de conquistas outros três campeonatos emblemáticos da nova geração: o King of the Groms International 2009 (com duas notas 10 na decisão), na França; o mundial Júnior, no ISA World Surfing Games 2010, na Nova Zelândia; e o Rip Curl Grom Search International 2010, na Austrália, disputado em paralelo ao evento mais tradicional do circuito profissional, o Rip Curl Pro Bells Beach.

Natural de São Paulo, ele iniciou no surf aos nove anos de idade, num dos melhores picos de onda do País, a Praia de Maresias, em São Sebastião (litoral norte de SP), incentivado por Charles, seu padrasto, que ele chama de pai e até hoje seu grande orientador, ao lado da mãe, Simone.

Galerias | Mais Galerias