#viagens 
Indonésia

Fred Vilela - Mentawai Star Koat 2013

Fred Vilela

Todo surfista um dia ainda pensa em fazer uma trip para as ilhas Mentawai, na região de Sumatera na Indonésia

As ondas que desenhamos em nossos cadernos de escola podem sim ser facilmente encontradas por lá. Basta ir lá conferir. É do outro lado do mundo. Longe? Não! Perto, muito perto! Longe é um lugar que não existe! (palavras de um velho homem do surf). A viagem é "curta", saindo do Brasil são 12 horas de voo até Dubai, depois mais 8 horas para Kuala Lumpur, na Malásia, depois mais 2 horas para Padang, na Indonésia, e do porto de Padang são mais 12 horas de barco até chegarmos as Ilhas Mentawai. Brincadeirinha de dar a volta ao mundo.

Pois bem, em abril de 2013, a bordo do Star Koat, da Mentawai Surf Charter, partimos para a trip dos sonhos em busca de ondas perfeitas. Acordamos em Lance's Right, na ilha de Sipora. Boas ondas entravam em cima da bancada, mas o vento entrou e de lá fomos conferir outra direita que se chama Bitang. Ficamos surfando em Bitang pelo resto do dia, e no dia seguinte avistamos boas ondas em Lance's Left. Pegamos boas ondas lá e por volta do meio dia o comandante do Star Koat, o brasileiro Kadu Maia, nos informou que poderia ter boas ondas em Lance's Right, também conhecida como Hollow Threes. A vantagem de se estar em um barco nas ilhas Mentawai é a mobilidade, ou seja, pela manhã estávamos surfando uma onda e à tarde poderíamos estar em outra a depender das condições de ondulação e vento. Pois bem, nos dirigimos para Lance's Right e ao chegarmos nos deparamos com ondas incrivelmente perfeitas se enroscando na bancada rasa de coral, e o melhor, apenas duas cabeças na água. Sem dúvida alguma fomos presenteados com ondas fantásticas em Lance's Rigth. A máquina não parou durante o dia inteiro. Melhor session de surf da trip. Daí que além da vantagem de se estar em um barco também existe a vantagem do conhecimento da região e das condições para surf de quem está no comando da trip.

Da ilha de Sipora partimos rumo ao sul e chegamos em Macaronis, esquerda que dispensa apresentação, uma vez que é uma das ondas que mais aparece em filmes de surf. Macaronis. Não estava grande, mas foi lá que a galera botou o surf de manobras pra fora. Todos viraram meninos nas ondas de Macas. Hot Dog session!!! Com uma boa previsão de swell, nos dirigimos novamente para a Ilha de Sipora e de lá fomos para Siberut, na região de Playgrounds, para aguardarmos a chegada dele. Lá surfamos ondas que apresentaram excelentes condições para o surf quando o swell está pequeno como Nipussy e Burguer World. Diversão total nesses picos e sempre éramos presenteados com um por do sol irado regado por cervejas e mais cervejas para comemorar o dia de surf em Mentawai.

Com a chegada do swell, nos dirigimos para Bank Vaults que é uma direita nervosa e que quebra ondas muito boas com swell grande. E foi isso que encontramos. Ondas grandes em Mentawai. Ondas fortes. Ondas que exigiam pranchas maiores e muita coragem para surfá-las. Tem que ter cuidado em Bank Vaults senão a coisa fica feia. De Bank Vaults fomos para Hideaway que é uma esquerda muito tubular e consequentemente possui uma bancada de coral muito rasa. Tubos irados foram surfados nos dois dias em que estivemos em Hideaway que é a cara da Indonésia.

Nossa trip foi recheada de ondas boas e de momentos mágicos com os amigos. Pegamos boas ondas durante toda a trip pelas ilhas Mentawai. Por lá o crowd é bastante educado, todos se respeitam e tem onda pra todos os gostos espalhadas por diversos picos e ilhas de uma região que podemos chamar de Mentawai Dreams, porque lá sim vivemos um sonho. Nossos agradecimentos ao comandante Kadu Maia e toda a tripulação do Star Koat pela atenção dispensada. BAGUS.

Galerias | Mais Galerias