#universitário #competições 

Enseada mostra seu potencial de ondas no Beach Games Universitário

Rafael Laudisio

Muito sol e séries com até um metro foram o cenário ideal para a realização de mais uma edição do Beach Games Universitário, evento que chegou à sua 12ª edição repleta de novidades, porém mantendo a tradição de muito surf e amizade

Ao todo foram 70 atletas nas sete categorias disputadas: Paulistana, Longboard, Formados, Open, Stand Up Paddle, Feminino e Open Local.

As baterias começaram no sábado (19) logo pela manhã, com a categoria Paulistana. Cada surfista caiu na água pelo menos duas vezes (uma pela manhã e outra à tarde), somando as duas melhores notas de cada bateria. O somatório das quatro melhores ondas classificaram os atletas para a grande final no domingo (20).

No domingo pela manhã, antes das finais, aconteceu a Lost Expression Session, que reuniu alguns dos melhores surfistas do nosso litoral e convidados da Lost. E o que se viu foi um show de aéreos, com variações modernas e inovadoras. Quem levou a melhor foi Thiago Arraes, 25 anos, local de Ipanema, Rio de Janeiro. “A bateria começou muito forte, com o pessoal mandando altos aéreos, já conhecia a maioria dos surfistas, como o Ícaro Rodrigues, aqui do Guarujá... e eu comecei errando minhas duas primeiras ondas. Mas ai eu concentrei, fique isolado no mar esperando vir a minha onda, e ela veio no final, acertei um aéreo varial que garantiu a vitória”, explicou Thiago. Como prêmio, o carioca levou pra casa um super skate da Lost pra casa.

Após a Lost Expression Session, foram ao mar os finalistas de cada categoria. Na Paulistana Universitária, Kaipo Jesus confirmou seu favoritismo e não deu chances aos adversários, deixando Bruno Furlani, Tymer Maricato e Guilherme Marchezini na 2º, 3º e 4º colocação respectivamente.

Já entre os Formados, Pedro Oliveira e Ricardo Rossi apareciam como as principais apostas, porém Julian Muni surpreendeu a todos e levou o caneco. Entre os Longboarders, o papa-títulos Daniks Fischer aprontou mais uma, levando a categoria seguido por Paulo Giachett, Vinícius Ferreira e João Renato. No Stand Up Paddle, repeteco de Daniks, mais uma vez seguido por Paulo Giachetti, João Renato e Thiago Martins.

Já na Open universitária, categoria que reúne todos os universitários independente do local onde vivem, Bruno Furlani deu o troco em Kaipo Jesus, faturando o título, seguido por Jesus, Felipe Almeida e Douglas Lima.

Por último, foi à água a categoria Open Local, que reuniu os melhores surfistas do Guarujá independentemente de serem universitários ou não. Quem levou a melhor foi Magno Pacheco, seguido por Gabriel André e deixando o favorito Ícaro Rodrigues apenas na terceira colocação.Os vencedores receberam medalhas, troféus, kits da MCD e Lost, além de assessórios BHS e kits Água Ducoco

O Beach Games Universitário 2012 conta com patrocínio Praia Skol e Imerys.

Realização: Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude – SELJ, através da Lei Paulista

de Incentivo ao Esporte. Apoio: Prefeitura do Guarujá, FPSurf, Globe, MCD, ...Lost,

BHS, Tu Es e Água Ducoco.