#mundial 

Dia de Estréia no ASP PRIME Mr Price Pro Ballito na África do Sul

ASP International

Hoje, no dia de estréia do ASP Prime Mr. Price Pro Ballito, o mar estava com ondas perfeitas, com duas ondas perfeitas surfadas de pontuação 10, e 10 pranchas quebradas na praia de Ballito.

Ventos noroeste leves e um swell de 2, 2 metros e meio, sustentaram a maior parte do dia em que houve doze baterias completando o Round 96, em que os surfistas estavam surfando as melhores ondas nunca surfadas antes no ASP Prime.

Kolohe Andino (USA), de dezessete anos se mostrou especialista em tubos, se mantendo dentro de uma onda espetacular, e garantindo o primeiro 10 da competição.

Sentado mais no fundo, e começando mais tarde do que qualquer um de seus oponentes, Andino abriu com um 8,27 antes de conseguir um 10 perfeito, e sair gritanto e comemorando com a multidão o seu resultado.

Chegando da Califórnia sexta-feira à noite, Andino foi o primeiro e o último a sair de Surfer’s Beach durante todo o fim de semana. Surfando de tudo, desde ondas limpas e cristalinas de 2 metros, à ondas mexidas de 4 metros. O esforço de Andino foi devidamente recompensado com sua vitória contra o seu colega Patrick Gudauskas (EUA).

Corey Lopez (EUA) mostrou suas habilidades em uma onda afetada pelo forte vento, dropando direto a segunda onda durante 4 segundos e ganhar o segundo 10 do dia.

Retornando à Ballito pela primeira vez em 15 anos, Lopez surfou o próximo Round com uma pontuaçao 14,97 (de 20.00) à frente do segundo lugar e seu companheiro, Sebastian Zietz (Haw).

Josh Kerr (AUS) pulou direto fora de um vôo internacional para o surf, com menos de quatro horas de sono Kerr teve um desempenho quase impecável para avançar com um 18,43 (de 20.00) à frente do Sul-Africano surfista Brandon Jackson (ZAF).

Um membro muito respeitado da elite do mundo e surfista de ondas grandes, Kieren Perrow (AUS) mostrou classe em condições sólidas, postando um 8,70 excelente para avançar em primeiro lugar sobre Nic Muscroft (AUS).

Os surfistas Sul Africano foi excepcionalmente bem contra os seus adversários, com sete dos nove surfistas competindo avançando para apróxima rodada.

O atual campeão e atual nº 5 no ASP World, Jordy Smith (Durban) avançou contra o brasileiro Thiago Camaroa e o havaiano Tonino Benson, para avançar em primeiro junto com Sean Holmes (Cape Town), que avançou em segundo.

O campeão africano do ASP 2010, Shaun Joubert surgiu para uma batalha contra o havainao Kiron Jabour. Joubert usando as ondas afetadas pelo vento durante a tarde , completou um dos únicos aéreos do dia, para vencer a bateria com 12,03 (de 20.00).

O americano Austin Ware, surfou uma das séries com maiores ondas do dia. Atirando-se em uma onda que poderia ter sido comparada a Pipeline Backdoor, Ware garantiu um 8,17 terminando em segundo atrás do vencedor Jay Quinn (NZL).

Granger Larsen do Havaí garantiu uma vitória apertada na bateria contra a estrela local Rudy Palmboom com 12,63 a 12,17.

O único surfista irlandês da competição, Glen Hall ganhou sua bateria sobre Royden Bryson(ZAF).

A competição terminou após 12 baterias devido à condições do tempo. A próxima chamada será feita às 06h30 para um possível início 07h00.

Galerias | Mais Galerias