#picos #surf #ondas perfeitas #cultura 
Conceição da Barra - Espírito Santo - Brasil

Conheça os principais picos de surf em Itaúnas - ES

Bella Mayara - Surf com Elas

Itaúnas é a terra do forró, mas nem só de arrasta-pé vive a pequena vila no município de Conceição da Barra, norte do Espírito Santo.

Sempre que a gente escuta falar em Itaúnas já pensa no som do forró tocando! Para quem não sabe ou conhece, Itaúnas é a última praia do Espírito Santo fazendo divisa com a Bahia pela praia de Riacho Doce. Mas o que muita gente não sabe é que a terra do forró tem seus dias de ondas perfeitas e de ventinho terral!

Quando me mudei para Itaúnas eu não imaginava que surfaria tantas vezes na maior parte delas sozinha. Itaúnas, apesar de não ser um pico renomado e conhecido pelo surf, começou a ficar mais famosa pelas suas ondas quando os forrozeiros do festival traziam suas pranchas e iam pra praia depois de acordar ressacados do forró. Quem nunca? Julho é um época muito boa aqui e muitos surfistas eram surpreendidos por não ter trazido sua board!

Mas já que estamos falando de ondas, vamos entender melhor cada bancada de Itaúnas? De modo geral o melhor momento de surf é na maré seca enchendo, quase sempre! Na maré toda seca a onda fica muito rápida e curta. Na maré toda cheia, pode parecer uma piscina quase sem ondas, com uma onda bem forte no inside, perigoso para banhistas. Podemos considerar que Itaúnas tem três regiões diferentes de onda: Pescador, Quiosques e Tamandaré.

Pescador

Pico que rola entre as duas formações rochosas da praia ao final da trilha do Pescador. A onda boa é a direita que rola próximo das rochas à direita da entrada do Pescador. Rola melhor com ondulação de leste/sudeste. A bancada funciona nas trocas de maré. Na maré toda seca a onda fica mais fraca e na maré toda cheia só funciona se tiver ondulação consistente. 

Quiosques

Podemos considerar que na frente dos quiosques da praia existem pelo menos cinco bancadas diferentes que alternam seu funcionamento de acordo com a maré: o primeiro pico fica à esquerda da Barraca do Marcinho (último quiosque à esquerda olhando pro mar); o segundo pico fica à direita da Barraca Girassol, o terceiro em frente ao coqueiro da Barraca do Itamar, o quarto em frente ao posto de salva-vidas e o quinto em frente a Barraca do Marciano (último quiosque a direita). As bancadas funcionam também na troca de marés, porém dependendo do momento uma fica melhor do que a outra.

Tamandaré

Pico que fica ao final da trilha do Tamandaré. É a bancada mais longe, ou seja, ótima quando tem ondulações maiores, pois a onda quebra mais atrás. Na verdade são duas bancadas: uma à esquerda do final da trilha e uma à direita, com uma corrente de retorno no meio. Como a bancada não é tão rasa, quando o mar está pequeno, vale mais a pena surfar em frente aos quiosques.

Vale lembrar que a melhor ondulação para Itaúnas é a de leste, funcionando legal também de sudeste. Ondulação de sul não entra aqui! O vento terral é o oeste que só rola bem cedinho!

Se for vir surfar aqui, respeite os locais e seja feliz!! Tem onda pra todo mundo de sobra! E não deixe de contar pra gente qual bancada você ja pegou aqui! 

Comentários

Galerias | Mais Galerias