Ipojuca - Pernambuco - Brasil

Cometa de Maracaípe supera interferência e voa alto no segundo dia do BSP

Diogo Mourão/BSP

Halley Batista tira nota nove na última onda e garante vaga na terceira fase na Praia do Cupê. No feminino, semifinais terão Tita X Gabi Leite e Luana Coutinho x Diana Cristina

O pernambucano Halley Batista voltou a ser o grande destaque do Brasil Surf Pro, primeira etapa do Circuito Profissional da Abrasp, que está sendo disputada na Praia do Cupe, em Ipojuca, Pernambuco. Mesmo cometendo uma interferência, o “Cometa de Maracaípe” conseguiu a virada em sua última onda, que valeu um nove, a maior nota até agora do campeonato, e avançou para a terceira fase em segundo lugar de sua bateria. A competição continua nesta sexta-feira, a partir de 7h30m, com transmissão ao vivo no www.brasilsurfpro.com.br e no http://www.tvjam.com.br/live/.

Num mar com ondas de entre meio e um metro e boa formação, Halley contou com a torcida da família para arrancar a vitória de forma dramática, nos últimos segundos, reparando o erro que cometera logo no começo da bateria. Natural de Maracaípe, praia vizinha ao Cupe, Halley cometeu uma interferência e por isso sua segunda nota foi cortada pela metade. Assim, ele passou toda a bateria buscando ultrapassar os limites e tentando acertar aéreos muito altos para conseguir uma nota boa. Voou alto, não aterrissou bem em alguns, mas na última onda a manobra foi perfeita, para delírio da torcida, que até morteiro soltou.

“Graças a Deus veio àquela ondinha salvadora no final que me deu a chance de passar para a fase dos pré-classificados, mesmo punido com a interferência. É muito bom competir em casa, gostaria que tivesse sido sem a interferência. A vibração da galera local foi muito importante para me motivar a estender meus limites e seguir adiante. Agora é ir em frente como único remanescente do Quinteto Fantástico de Maracaípe e, quem sabe, levar esse caneco”, falou Halley Batista, que com sua nota nove garantiu o plantio de mais cinco árvores no projeto Surfista Verde, no qual cada nota acima de oito representa o plantio de cinco mudas.

Quem também entrou na onda verde foi Edvan Silva, campeão cearense, que assim como Halley superou o erro de uma interferência para garantir sua vaga no último minuto, com uma nota oito:

“Na onda da interferência eu vi que ela ia abrir para a direita também e terminei levando a pior no posicionamento, mas consegui dar a volta por cima e tirar aquele oito. Todo mundo está surfando muito, mas acredito muito no meu potencial. O Halley já tirou um ontem e ajudou no plantio das mudas. Estou muito feliz de também participar dessa iniciativa importante para a natureza”, disse Edvan, antes da nota nove do pernambucano.

Nesta sexta-feira começa a fase homem a homem, com a entrada na água dos principais nomes do surfe brasileiro, como o campeão nacional, o catarinense Jean da Silva, que enfrentará a revelação paulista Caio Ibelli na oitava bateria do dia. Os recordistas da segunda fase, Halley Batista e Edvan Silva terão pela frente o paulista Ricardo Santos e o carioca Pedro Henrique respectivamente.

O feminino entrou na reta final, com a disputa das quartas-de-final. Numa hora bem complicada do mar, a atual bicampeã brasileira, Suelen Naraísa, foi derrotada pela quatro vezes campeã nacional, Tita Tavares, e terminou na quinta colocação. Tita enfrentará a catarinense Gabriela Leite, que eliminou a surfista local Monik Santos. A outra semifinal reunirá Luana Coutinho, de São Paulo, que superou a catarinense Juliana Quint, e a paraibana Diana Cristina, que passou pela carioca Gabriela Teixeira.

AÇÃO AMBIENTAL - No segundo dia do Brasil Surf Pro, a Petrobras deu continuidade ao projeto ambiental Surf Pelas Florestas, desenvolvendo atividades a fim de informar, educar e engajar a sociedade local e os surfistas em torno do tema da preservação das florestas. Tendas de entidades parceiras foram armadas como as do Centro Escola Mangue e do Projeto Tubarões, onde crianças da Escola Pública local Maria José Ferreira de Maracaípe assistiram palestras nas quais o foco principal foi a reciclagem. Os alunos foram aprenderam como fazer a separação dos materiais que são recicláveis e a importância desta atitude para o meio ambiente.

“Com esse projeto tentamos colocar na cabeça desta juventude que preservando localmente eles contribuem para a preservação de todo o planeta. Assim, a gente também consegue engajar os surfistas e a população local em cima do tema. Durante o restante dos dias também vamos fazer um mutirão de limpeza com essa criançada, para ensinar de uma forma mais lúdica”, explica Niva Mello, uma das coordenadoras do projeto.

Petrobras e Skol apresentam o Brasil Surf Pro 2011 é transmitido ao vivo pelo www.brasilsurfpro.com.br e e no http://www.tvjam.com.br/live/.

RESULTADOS E PRÓXIMA FASE

Segunda fase masculina (terceiro fica em 33º lugar, com 320 pontos e R$ 1.500,00

Bateria 1

1º Caio Ibelli SP 14.03

2º Michel Roque CE 13.50

3º Marco Polo SC 11.83

4º Flavio Nakagima SP 11.33

Bateria 2

1º Artur Silva CE 11.16

2º Odirley Coutinho SP 10.87

3º Magno Pacheco SP 9.67

4º Diego Rosa SC 9.63

Bateria 3

1º Marco Fernandez BA 11.87

2º Andre Silva CE 10.66

3º Ulisses Meira PB 10.40

4º Leandro Bastos RJ 9.56

Bateria 4

1º Gustavo Fernandes RJ 12.17

2º Patrick Tamberg FN 11.54

3º Cesar Aguiar PE 8.10

4º Gilmar Silva SP 5.73

Bateria 5

1º Isaias Silva CE 12.30

2º Jano Belo PB 12.10

3º Igor Morais RJ 12.00

4º Guga Arruda SC 11.40

Bateria 6

1º Edvan Silva CE 10.92

2º John Max RN 10.70

3º Alandresson Martins BA 10.33

4º Alex Ribeiro SP 7.27

Bateria 7

1º Felipe Martins CE 10.30

2º Simao Romão RJ 9.77

3º Thiago de Souza CE 8.87

4º Wilson Nora BA 7.63

Bateria 8

1º Krystian Kymmerson ES 12.16

2º Halley Batista PE 11.42

3º Bino Lopes BA 11.10

4º Robson Santos SP 8.20

TERCEIRA FASE

Bateria 1

Leonardo Neves RJ X Isaias Silva CE

Bateria 2

David do Carmo SP X Jano Belo PB

Bateria 3

Marcio Farney CE X Gustavo Fernandes RJ

Bateria 4

Heitor Pereira SP X Patrick Tamberg RN

Bateria 5

Thomas Hermes SC X Felipe Martins CE

Bateria 6

Ricardo Ferreira SP x Halley Batista PE

Bateria 7

Renato Galvão RJ x Michel Roque CE

Bateria 8

Jean da Silva SC x Caio Ibelli SP

Bateria 9

Alan Jones RN x Arthur Silva CE

Bateria 10

Franklin Serpa BA x Odirley Coutinho SP

Bateria 11

Pedro Henrique RJ x Edvan Silva CE

Bateria 12

Ruda Carvalho BA x Krystian Kymmerson ES

Bateria 13

Bruno Galini BA x Marco Fernandez BA

Bateria 14

Messias Felix CE x André Silva CE

Bateria 15

Hizunome Bettero SP x John Max RN

Bateria 16

Tânio Barreto AL x Simao Romão RJ

FEMININO

Quartas-de-final (5º lugar 610 pontos e R$ 2.175,00)

Bateria 1

1º Tita Tavares CE 9.93

2º Suelen Naraísa SP 6.77

Bateria 2

1º Gabriela Leite SC 10.40

2º Monik Santos PE 8.16

Bateria 3

1º Luana Coutinho SP 7.00

2º Juliana Quint SC 6.00

Bateria 4

1º Diana Cristina PB 11.87 ( 6.07)

2º Gabriela Teixeira RJ 5.80

Semifinais

Tita Tavares x Gabriela Leite

Luana Coutinho x Diana Cristina

Galerias | Mais Galerias