#competições #surf #longboard #eventos #notícias 
Estados Unidos

Chloé Calmon conquista a única vitória sul-americana da quinta-feira na Califórnia

João Carvalho

A carioca ganhou a sua primeira bateria em Huntington Beach

 A carioca Chloé Calmon conquistou a única vitória sul-americana na quinta-feira em Huntington Beach, passando direto para as oitavas de final na abertura do Vans Duct Tape Invitational na Califórnia, Estados Unidos. A peruana Maria Fernanda Reyes também avançou em segundo lugar na sua bateria, mas Phil Rajzman, Jefson Silva e o peruano Lucas Garrido Lecca, ficaram em último nas deles e vão se enfrentar na repescagem. Esta segunda etapa do World Surf League (WSL) Longboard Tour prossegue na sexta-feira, a partir das 7h30 na Califórnia, 11h30 no Brasil, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

“A primeira vez que eu vim para a Califórnia foi 12 anos atrás e minha introdução na cultura californiana do Longboard foi aqui em Huntington”, disse Chloé Calmon. “Esse lugar é muito especial pra mim e essa é a primeira vez que participo do US Open. Eu nunca competi na frente de tanta gente assim e é um pouco assustador, mas é um sonho sendo realizado. Fiquei um pouco nervosa, mas consegui pegar umas ondas boas para vencer. Tive um momento um pouco tenso perto do píer, mas no final deu tudo certo e estou feliz pela classificação”.

Foto de arquivo da Chloé Calmon na etapa de abertura do WSL Longboard Tour na Austrália (Crédito: @WSL / Cait Miers)

Chloé Calmon já foi vice-campeã mundial três vezes, em 2016, 2017, 2019 e segue na busca por um primeiro título do Brasil na categoria feminina. Na abertura da temporada 2022 do WSL Longboard Tour na Austrália, a carioca se destacou com a melhor apresentação nas ondas de Manly Beach, quando atingiu imbatíveis 17,63 pontos somando a maior nota do evento, 9,23. Ela só perdeu uma bateria, a grande final para a mesma havaiana Honolua Blomfield que a impediu de ser campeã mundial em 2017 e em 2019.

As duas estrearam com vitórias no Vans Duct Tape Invitational, iniciado na quinta-feira de boas ondas para os pranchões em Huntington Beach. A vice-líder no ranking 2022, Chloé Calmon, competiu primeiro e fez o suficiente para derrotar as norte-americanas Lindsay Steinreide e Karina Rozunko por 11,27 pontos, das notas 5,77 e 5,50 que recebeu nas melhores ondas que surfou. A líder, Honolua Blomfield, entrou na bateria seguinte e superou a também havaiana Sally Cohen e a japonesa Hiroka Yoshikawa por 10,67 pontos.

Alice Lemoigne derrotou Maria Fernanda Reyes na bateria que abriu a segunda fase (Crédito: @WSL / Beatriz Ryder)

Antes de Chloé Calmon, a peruana Maria Fernanda Reyes já havia confirmado a América do Sul nas oitavas de final do Vans Duct Tape Invitational. Ela disputou a primeira bateria da segunda fase e avançou em segundo lugar no confronto vencido pela francesa Alice Lemoigne. As duas mandaram a havaiana Sophia Culhane para a repescagem. A outra participante do Brasil, Jasmim Avelino, não passou pela primeira fase e terminou em 20.o lugar no evento. 

Já na categoria masculina, os três representantes da América do Sul, os brasileiros Phil Rajzman e Jefson Silva e o peruano Lucas Garrido Lecca, ficaram em último nas suas estreias na segunda fase. O pior é que eles acabaram escalados na mesma bateria da repescagem. Ou seja, um deles será eliminado em 17.o lugar no Vans Duct Tape Invitational, pois apenas os dois melhores seguirão para as oitavas de final. 

O peruano Lucas Garrido Lecca competiu na bateria que abriu a segunda fase e foi derrotado pelo havaiano Kai Sallas e o norte-americano Kaimana Takayama. O paulista Jefson Silva, quinto colocado na abertura do WSL Longboard Tour na Austrália, perdeu no confronto seguinte, vencido pelo inglês Ben Skinner com o californiano Tosh Tudor passando em segundo lugar. E o bicampeão mundial Phil Rajzman foi superado na quarta bateria, pelo havaiano Kaniela Stewart e o americano Cole Robbins.

O bicampeão mundial Phil Rajzman estreando no Vans Duct Tape Invitational (Crédito: @WSL / Beatriz Ryder)

CHALLENGER SERIES – Antes do Vans Duct Tape Invitational abrir a segunda etapa do WSL Longboard Tour na quinta-feira, aconteceram as quatro baterias restantes das oitavas de final femininas do Vans US Open of Surfing. As surfistas mais bem colocadas no ranking do WSL Challenger Series, confirmaram o favoritismo. A australiana Bronte Macaulay ganhou o duelo de ex-tops do CT com Sage Erickson. A havaiana Bettylou Sakura Johnson, que saiu da elite no novo corte no meio da temporada esse ano, derrotou outra norte-americana, Sawyer Lindblad.

Depois, a australiana Sophie McCulloch passou pela francesa Vahine Fierro e a líder do ranking, Caitlin Simmers, campeã do Vans US Open em 2021, eliminou a espanhola Nadia Erostarbe. A jovem californiana vai disputar a última vaga para as semifinais com Sophie McCulloch, logo após o confronto entre Bronte Macaulay e Bettylou Sakura Johnson. As primeiras baterias das quartas de final já haviam sido definidas na quarta-feira. A primeira será entre a australiana Macy Callaghan e a japonesa Amuro Tsuzuki. Na segunda, a californiana Caroline Marks enfrenta a vice-líder do ranking, Molly Picklum, da Austrália.

As quartas de final masculinas e femininas do Vans US Open of Surfing, só serão realizadas no sábado, pois a sexta-feira ficará reservada para a continuação do Mundial de Longboard em Huntington Beach. Dois surfistas da América do Sul seguem na briga do título da quarta etapa do WSL Challenger Series. O peruano Lucca Mesinas está na segunda bateria das quartas de final com o norte-americano Eithan Osborne e o brasileiro João Chianca disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan.  

VANS DUCT TAPE INVITATIONAL – WSL LONGBOARD TOUR:

-------baterias que vão abrir a sexta-feira na Califórnia

SEGUNDA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar com 800 pts:

1.a: Tony Silvagni (EUA), Taka Inoue (JPN), João Dantas (PRT)

2.a: Lucas Garrido Lecca (PER), Jefson Silva (BRA), Phil Rajzman (BRA)

SEGUNDA FASE – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=17.o lugar com 800 pts:

1.a: Avalon Gall (EUA), Sophia Culhane (HAV), Karina Rozunko (EUA)

2.a: Zoe Grospiron (FRA), Tully White (AUS), Sally Cohen (HAV)

BATERIAS DO VANS US OPEN OF SURFING NO SÁBADO:

QUARTAS DE FINAL - 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:

1.a: Ezekiel Lau (HAV) x Liam O´Brien (AUS)

2.a: Lucca Mesinas (PER) x Eithan Osborne (EUA)

3.a: Evan Geiselman (EUA) x Joel Vaughan (AUS)

4.a: Ryan Callinan (AUS) x João Chianca (BRA)

QUARTAS DE FINAL - 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:

1.a: Macy Callaghan (AUS) x Amuro Tsuzuki (JPN)

2.a: Caroline Marks (EUA) x Molly Picklum (AUS)

3.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) x Bronte Macaulay (AUS)

4.a: Caitlin Simmers (EUA) x Sophie McCulloch (AUS)

RESULTADOS DA QUINTA-FEIRA EM HUNTINGTON BEACH:


OITAVAS DE FINAL - 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:

--------baterias que abriram a quinta-feira

5.a: Bronte Macaulay (AUS) 11,07 x 8,96 Sage Erickson (EUA)

6.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) 13,50 x 11,47 Sawyer Lindblad (EUA)

7.a: Sophie McCulloch (AUS) 12,07 x 11,67 Vahine Fierro (FRA)

8.a: Caitlin Simmers (EUA) 11,94 x 8,40 Nadia Erostarbe (ESP)

--------baterias que fecharam a quarta-feira

1.a: Amuro Tsuzuki (JPN) 11,47 x 9,17 Minami Nonaka (JPN)

2.a: Macy Callaghan (AUS) 10,54 x 9,50 Philippa Anderson (AUS)

3.a: Molly Picklum (AUS) 15,00 x 12,77 Bella Kenworthy (EUA)

4.a: Caroline Marks (EUA) 14,40 x 12,00 Leilani McGonagle (CRI)

VANS DUCT TAPE INVITATIONAL – WSL LONGBOARD TOUR:

PRIMEIRA FASE – 1.a e 2.a=Segunda Fase / 3.a=19.o lugar e 4.a=20.o lugar:

1-Karina Rozunko (EUA), 2-Hiroka Yoshikawa (JPN), 3-Victoria Vergara (FRA), 4-Jasmim Avelino (BRA)

SEGUNDA FASE - 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=Terceira Fase:

1.a: 1-Alice Lemoigne (FRA)=12.84, 2-Maria Fernanda Reyes (PER)=11.07, 3-Sophia Culhane (HAV)=8.00

2.a: 1-Chloé Calmon (BRA)=11.27, 2-Lindsay Steinriede (EUA)=9.50, 3-Karina Rozunko (EUA)=5.83

3.a: 1-Honolua Blomfield (HAV)=10.67, 2-Hiroka Yoshikawa (JPN)=10.27, 3-Sally Cohen (HAV)=7.23

4.a: 1-Soleil Errico (EUA)=9.50, 2-Kaitlin Mikkelsen (EUA)=9.47, 3-Tully White (AUS)=7.36

5.a: 1-Natsumi Taoka (JPN)=10.60, 2-Mason Schremmer (EUA)=9.26, 3-Zoe Grospiron (FRA)=5.57

6.a: 1-Rachael Tilly (EUA)=14.83, 2-Kelis Kaleopaa (HAV)=8.33, 3-Avalon Gall (EUA)=6.93 

PRIMEIRA FASE – 1.o e 2.o=Segunda Fase / 3.o=19.o lugar e 4.o=20.o lugar:

1-Tosh Tudor (EUA), 2-João Dantas (PRT), 3-Keoki Saguibo (HAV), 4-Jules Lepecheux (FRA)


SEGUNDA FASE - 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=Terceira Fase:

1.a: 1-Kai Sallas (HAV)=11.00, 2-Kaimana Takayama (EUA)=10.87, 3-Lucas Garrido Lecca (PER)=8.13

2.a: 1-Ben Skinner (ING)=13.33, 2-Tosh Tudor (EUA)=10.70, 3-Jefson Silva (BRA)=9.73

3.a: 1-Harrison Roach (AUS)=15.66, 2-Declan Wyton (AUS)=10.57, 3-João Dantas (PRT)=8.50

4.a: 1-Kaniela Stewart (HAV)=14.44, 2-Cole Robbins (EUA)=11.23, 3-Phil Rajzman (BRA)=8.84

5.a: 1-Justin Quintal (EUA)=15.67, 2-Steven Sawyer (AFR)=13.60, Tony Silvagni (EUA)=11.20

6.a: 1-Taylor Jensen (EUA)=12.60, 2-Kevin Skvarna (EUA)=12.24, 3-Taka Inoue (JPN)=12.17

Comentários

Galerias | Mais Galerias