#prime 

Cancelado em 2012, WQS Prime pode voltar em 2013

FECASURF - Comunicação

Infelizmente uma notícia não muito boa para os competidores profissionais brasileiros e sul americanos

Na entrevista coletiva com o presidente da Federação Catarinense de Surfe (Fecasurf), Fred Leite, o prefeito de Imbituba, José Roberto Martins e presidente da Associação de Surfe de Imbituba, nesta quarta-feira, dia 8, confirmaram o cancelamento do mundial de surfe WQS Prime, devido ao não repasse do apoio do governo do estado.

Visivelmente entristecido, o presidente da Fecasurf agradeceu muito o apoio recebido em Imbituba e trouxe uma esperança, uma nova data para o evento em 2013. “O que a gente viu aqui em Imbituba não se vê em nenhuma cidade do mundo, onde fomos muito bem recebidos e a cidade incorpora o evento pra si. Um perda irreparável não recebermos os recursos necessários para a realização do evento, mas temos uma nova data em maio do ano que vem e agora é dar um passo para trás para dar dois lá na frente”, ressalta.

Para o prefeito Beto, não apenas a cidade, mas Santa Catarina e o Brasil perdem o evento. “Em todos os eventos que temos na região, sem dúvida o surfe é o que mais movimenta a cidade fora de época, ou seja o retorno é assegurado, mas como a etapa foi cancelada, perde em divulgação também o estado e o Brasil”, frisa o prefeito que lembra o valor de retorno de mídia do evento em 2011, R$ 22 milhões.

Imbituba recebeu um evento internacional de surfe por dez anos consecutivos e o estado recebia há 20 anos. Agora fora do mapa internacional, mesmo com o aporte municipal garantido e também o do patrocinador, é trabalhar para recuperar os eventos.

“Com a quebra de sequência de dez anos de eventos internacionais, perdemos muito. Na montagem de um planejamento estratégico, comprovamos que o surfe é o evento que mais divulga a cidade e vamos trabalhar para trazer esses eventos para a nossa região que tem uma condição inigualável de ondas em todo o Brasil”, afirma o presidente da ASI.

Para este ano, Imbituba ainda recebe a etapa do Brasileiro profissional de surfe e uma etapa do catarinense amador.