#surf #atletas 

Bruno Moraes e Luiza Teixeira vencem a primeira no South to South Tríplice Coroa

Surfe mais

Em ótimas ondas, a primeira parada do Circuito Imbitubense de Surf 2024 foi finalizado na praia de Itapiruba, em Imbituba. O imbitubense, Lucas Costa, venceu na final Sub16 o Campeão de 2023 da categoria, Michel Demétrio, além de chegar a final da Open, e

A praia de Itapiruba, em Imbituba (SC), recebeu mais uma vez uma etapa do Circuito Imbitubense de Surf, o South to South Tríplice Coroa de Surf 2024, apresentado pela SC Par Porto de Imbituba e Prefeitura Municipal de Imbituba.O evento foi realizado pela Associação de Surf de Imbituba (ASI).

Em ótimas ondas de 6 pés plus, mesmo com a chuva de sábado que não dava trégua, o que não dificultou a presença dos atletas que preencheram, praticamente, todas as vagas em todas as categorias. No domingo, a chuva diminuiu e as ondas melhoraram ainda mais em qualidade.

Bruno Moraes emplaca o maior somatório da 1ª etapa na final Open

Kauã Campos vinha fazendo uma brilhante apresentação na primeira etapa da South to South Tríplice Coroa Imbitubense de Surf 2024, desde sua estreia, não dando chances nenhumas aos adversários. Na primeira fase ele já havia vencido o campeão desta etapa, Bruno Moraes. Bruno se recuperou na primeira semifinal Open e avançou para a final.

Mas, é na grande final que as coisas se definem, e Kauã não resistiu as duas excelentes notas de Bruno na última bateria da Open, um 8,00 e um 8,50 pontos, o maior somatório de todo evento (16,50 pontos). Correndo por fora, Lucas Costa fez um 7,25 pontos, mas ficou devendo uma segunda nota para incomodar os líderes da bateria. Além dele, Micael Dimitry terminou na quarta colocação no evento.

Luiza Rosa Teixeira vence a Campeã Open 2023

A final da categoria Open Feminino foi especial para duas atletas do bairro Ibiraquera, em Imbituba. Em lados opostos da chave de baterias, a Campeã e a vice-Campeã imbitubense de 2023 se encontraram na final Open Feminino da 1ª etapa do South to South Tríplice Coroa Imbitubense de Surf 2024.

Alma, recém chegada de El Salvador, onde disputou o Mundial Júnior da International Surfing Association (ISA), bem que tentou, mas Luiza Teixeira não deu chances para Alma. Além disso, Luiza fez na semifinal uma das melhores notas do evento, um 8,50 pontos, que deixou suas adversárias em combinação. A final ainda contou com Victória Valenzano (3ª) e Andreza Barcelos (4ª).

Lucas Costa e Michel Demétrio duelam pela Sub16 e Demétrio vence a Sub14

Nesta primeira etapa do Imbitubense de Surf a grande final Sub14 teve a vitória Michel Demétrio que defendia o título de 2023. Ele ficou com a taça com uma pequena diferença sobre Lucas Miguel (15,50 contra 15,15 pontos, respectivamente). A disputa apertada entre os dois atletas ainda contou com Rian Pietro dos Reis (3º) e Davi Júnior (4º).

A mesma sorte Demétrio não teve na final da categoria Sub16, quando, outro Lucas, só que agora o Costa, fez uma disputa apertada, mas obteve a melhor média da bateira final (12,40 pontos x 11,95 pontos). Atrás deles, José Francisco Cunha (3º) e João Guilherme Martins (4º), são as novas ‘caras’ no Circuito Imbitubense de Surf.

Maria Heizen vence a Sub14 e mostra a evolução que teve desde 2023, Kezya Adam leva a melhor na Sub10 Feminino e João Eduardo Faust vence a Sub08 Mista

As finais das categorias Sub14 e Sub10 Feminino e a Sub08 Mista mostraram que surf em Imbituba não para de revelar novos atletas. Da quarta colocação no ranking final Sub14 da ASI ano passado, Maria Heizen começou o ano de 2024 com vitória em Itapiruba. Ela venceu na final a surfista Kauanny de Souza.

Já na categoria Sub10 Feminino, a grande vencedora da final da primeira etapa do South to South Tríplice Coroa Imbitubense de Surf 2024 foi Kezya Adam que levou a melhor sobre a segunda colocada, Antonella Faust. Já João Eduardo Faust saiu de Itapiruba com o título da Sub08 Mista, ao vencer JP Batatinha.

Thiago Vieira vence a Máster em disputa apertada levando ainda a maior nota do evento e Guilherme Goulart confirma em Itapiruba sua titularidade conquistada em 2023

A final da categoria Máster foi marcada pela grande disputa e pelo pequeno detalhe no somatório do Campeão e Vice-Campeão da etapa. Ronaldo Silveira (2º) ficou apenas 0,10 décimo em diferença logo atrás do Campeão da 1ª etapa do Imbitubense de Surf da ASI em 2024, Thiago Vieira, que fez nesta bateria a melhor nota do evento, um 9,10 pontos. O Campeão Máster 2023, Fenando Alves ficou com a 3ª colocação, enquanto, Riomar Kiko Rodrigues em 4º.

E o Campeão Imbitubense Sub10 em 2023, Guilherme Goulart, conseguiu defender muito bem seu título, conquistando nesta 1ª etapa da Tríplice Coroa Imbitubense de Surf 2024 a vitória na categoria. Ele venceu na final Sub10 Rafael Acon (2º), Cauã Miguel Pereira (3º) e Augusto Tavares (4]).

Keone Truzz vence a Sub12 e Henrique de Bona confirma a titularidade conseguida em 2023

Mais uma revelação do surf em Imbituba, Keone Truzz chegou com tudo em 2024 vencendo a categoria Sub12, deixando Lorenzo Souza em segundo, Kalebe Bressan em terceiro e Miguel Kaster na quarta colocação. O trabalho realizado pela Associação de Surf Imbitubense, sempre junto com parceiros e empresas, fazendo todos os anos que mais atletas saiam consagrados dos eventos que realiza.

Na categoria Soul Surf, só para atletas locais de Imbituba, o ex-presidente da ASI, Henrique de Bona, continua o seu ‘estrago’ iniciado em 2023, com o título imbitubense. Ele deixou pra traz novamente o atual Presidente da ASI, Jaison Cardoso (2º), Carlos Kallari (3º) e Ismael da Rosa (4º).

Luciano Nem mantém sua hegemonia e Bruno de Bona vence na estreia da Gran Máster

Em 2023, a ASI disponibilizou a categoria Adaptados no Imbitubense de Surf e desde então, Luciano Nem mantém hegemonia da categoria após o título conquistado ano passado. Nesta etapa, ele venceu Tiago Albino (2º), Fidel Teixeira (3º) e Miguel Júnior (4º), que foi Vice-Campeão 2023.

A aguardada estreia da Gran Máster superou expectativas e colocou na final alguns dos melhores surfistas com idade acima de 40 anos. E Bruno de Bona colocou seu nome nesta nova página da ASI ao vencer evento de estreia. Ele levou a melhor na final Gran Máster da 1ª etapa do South to South Tríplice Coroa Imbitubense de Surf sobre o afiadíssimo surfista Moa Soares, deixando Riomar Rodrigues em terceiro e Adriano Lemos em quarto.