#profissional 

Bruno Galini chega embalado por três vitórias na decisão do Brasil Surf Pro

Baiano ganhou as três últimas etapas que disputou e já faturou o título de campeão nordestino de 2010

30/Nov/2010 - Joao Carvalho - Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil

O baiano Bruno Galini chega embalado para a disputa do título brasileiro no Brasil Surf Pro 2010. Após sua vitória na penúltima etapa da temporada, em Florianópolis (SC), ele já ganhou mais duas provas no Ceará seguidas para se sagrar campeão nordestino de 2010. Agora, vem a disputa pelo principal título do surfe brasileiro na próxima semana na Barra da Tijuca, de 08 a 12 de dezembro no Rio de Janeiro (RJ). São nove candidatos com chances de terminar o ano no posto de número 1 da Divisão Principal do Circuito Brasileiro e Bruno Galini é o terceiro no ranking liderado pelo catarinense Jean da Silva.

O segundo colocado é o potiguar Alan Jhones, um dos estreantes na elite nacional do Brasil Surf Pro, que perdeu a primeira posição para o catarinense na etapa da Praia da Joaquina, vencida pelo baiano Bruno Galini. Os três são os principais concorrentes ao título brasileiro de 2010. Os outros dependerão de um tropeço deles e ainda precisam vencer a última etapa na Barra da Tijuca para superá-los. Esta é a única chance para Hizunomê Bettero (SP), Heitor Pereira (SP), Pedro Henrique (RJ), Rudá Carvalho (BA), Tânio Barreto (AL) e Leonardo Neves (RJ). Os dois últimos são os únicos que já foram campeões.

REBAIXAMENTO - Assim como no futebol, na grande final do Brasil Surf Pro 2010 a disputa também será intensa na parte de baixo da tabela, para fugir da zona do rebaixamento. A briga pelas últimas vagas, no grupo dos 30 primeiros que serão mantidos na elite para 2011, envolve dois ex-campeões brasileiros. O carioca Gustavo Fernandes, número 1 do Brasil em 2008, é o 31.o colocado, enquanto o paranaense Peterson Rosa, tricampeão em 1994/1999/2000, está em 28.o, à frente apenas do baiano Bino Lopes e do gaúcho Rodrigo Dornelles.

A diferença é que se os dois últimos saírem do G-30 do Brasil Surf Pro, permanecerão na elite pelos outros rankings de acesso da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). Bino Lopes têm sua vaga garantida pelo quarto lugar que ocupa na Divisão de Acesso, que classifica quinze surfistas. Já Rodrigo Dornelles confirmou a sua com o título de bicampeão gaúcho em 2010. Além do Rio Grande do Sul, os rankings estaduais de São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina, também indicam um surfista cada. Já o Circuito Nordestino, encerrado neste domingo com vitória de Bruno Galini, classifica três.

BICAMPEÃ - Enquanto no masculino a disputa promete ser intensa e emocionante nas duas pontas da tabela, a paulista Suelen Naraisa já confirmou o bicampeonato brasileiro por antecipação na Praia da Joaquina, em Florianópolis (SC), onde conquistou sua terceira vitória em quatro etapas. No entanto, ainda existe uma disputa para as meninas, pelas últimas vagas no grupo das nove primeiras que serão mantidas na elite em 2011. Três novidades já foram confirmadas pela Divisão de Acesso Feminina.

A grande atração será a volta da tetracampeã brasileira Tita Tavares, detentora de vários recordes da história da Divisão Principal criada em 2000 pela ABRASP. Além da cearense, as catarinenses Susã Leal e Marina Werneck são as outras novidades para o ano que vem. A catarinense Jacqueline Silva também tinha confirmado sua volta, mas também garantiu seu retorno para a elite mundial e a sua vaga no ranking de acesso passou a ser ocupada pela paulista Cláudia Gonçalves.

O Brasil Surf Pro 2010 é realizado pela Brasil1 Esporte, com patrocinio da Petrobras, Skol e Hawaiian Dreams (HD), apoio da Azul - Linhas Aéreas Brasileiras, dos canais SporTV e Multishow, Editora Globo (Revistas Época e Época Negócios) e da TV Jam. A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, organização da ABRASP e produção da MaxSports.

LISTA PROVISÓRIA DA ELITE NACIONAL PARA O BRASIL SURF PRO 2011:

TOP-30 DO BRASIL SURF PRO 2010 – 4 etapas:

01: Jean da Silva (SC) – 2.740 pontos

02: Alan Jhones (RN) – 2.530

03: Bruno Galini (BA) – 2.420

04: Hizunomê Bettero (SP) – 2.330

05: Heitor Pereira (SP) – 2.260

06: Pedro Henrique (RJ) – 2.230

07: Rudá Carvalho (BA) – 2.160

08: David do Carmo (SP) – 2.110

09: Tânio Barreto (AL) – 2.100

10: Marcio Farney (CE) – 2.060

11: Franklin Serpa (BA) – 2.000

12: Renato Galvão (SP) – 1.930

13: Messias Felix (CE) – 1.910

13: Flavio Nakagima (SP) – 1.910

15: Odirlei Coutinho (SP) – 1.810

16: André Silva (CE) – 1.800

16: Leandro Bastos (RJ) – 1.800

16: Leonardo Neves (RJ) – 1.800

19: Ricardo Ferreira (SP) – 1.720

20: Jano Belo (PB) – 1.700

21: Michel Roque (CE) – 1.690

22: Gilmar Silva (SP) – 1.630

23: Guga Arruda (SC) – 1.620

24: Danilo Costa (RN) – 1.580

24: Bruno Moreira (SP) – 1.580

26: Diego Rosa (SC) – 1.560

27: Tomas Hermes (SC) – 1.530

28: Peterson Rosa (PR) – 1.500

29: Bino Lopes (BA) – 1.460

30: Rodrigo Dornelles (RS) – 1.440

Lista provisória dos 15 indicados pela Divisão de Acesso – por ordem de ranking:

Krystian Kymmerson (ES), Halley Batista (PE), Felipe Martins (CE), Edvan Silva (CE), Robson Santos (SP), Alandreson Martins (BA), John Max (RN), Igor Morais (RJ), Isaias Silva (CE), Alan Donato (PE), Marcelo Nunes (RN), Patrick Tamberg (FN), Simão Romão (RJ), Thiago Sousa (CE), César Aguiar (PE).

Ranking Nordestino: Ulisses Meira (PB), Itim Silva (CE) e Luel Felipe (PE) ou Charlie Brown (CE)

Ranking Estadual do Rio de Janeiro: Flávio Costa (BA)

Ranking Estadual de São Paulo: Matheus Toledo (SP)

Ranking Estadual de Santa Catarina: Willian Cardoso (SC)

Ranking Estadual do Rio Grande do Sul: Daison Pereira (RS)

RANKING BRASILEIRO FEMININO – 4 etapas:

Bicampeã: Suelen Naraisa (SP) – 3.450 pontos

02: Diana Cristina (PB) – 2.900

03: Juliana Quint (SC) – 2.830

04: Camila Cassia (SP) – 2.515

05: Taís de Almeida (RJ) – 2.470

06: Gabriela Leite (SC) – 2.460

07: Andréa Lopes (RJ) – 2.400

08: Luana Coutinho (SP) – 2.280

09: Gabriela Teixeira (RJ) – 2.230

As 5 indicadas pela Divisão de Acesso Feminina:

Susã Leal (SC), Marina Werneck (SC), Tita Tavares (CE), Bruna Queiroz (SP), Cláudia Gonçalves (SP)