#profissional #mundial #wct #competições #surf 
Califórnia - Estados Unidos

Brasileiros se dão bem no primeiro dia em Trestles

ASP

Os brasileiros Jadson André e Adriano Mineirinho detonaram em suas baterias de estréia, conquistando as suas vagas diretamente para o terceiro round do evento.

O dia 1 do Hurley Pro em Trestles foi com ondas de 1.5 metros limpas rolando através de um dos picos mais manbráveis do mundo em Lower Trestles com a recém adotado esquema de Top 34 da ASP.

Evento No. 6, de 10 do ASP World Tour 2010, o Round 1 do Hurley Pro Trestles foi completado, juntamente com mais cinco eliminatórias Round 2, com os melhores surfistas do mundo detonando as ondas.

Jadson André, que conseguiu a primeira vitória de sua carreira na elite ao ganhar no início deste ano no Brasil, continuou a expor a sua forma, que fez dele um dos surfistas mais excitantes do mundo. Jadson executou vários aéreos de alto risco em seu frontside para tirar um 17,03 de possíveis 20 pontos, arrastando a sua bateria no primeiro round.

"Essa onda é incrível para mim", disse Jadson. "Eu acho que Trestles é uma das melhores ondas que se encaixa no meu surf. Estou esperando conseguir um bom resultado aqui, porque a esquerda é simplesmente fantástica. A direita é maravilhosa também. A corrente, o vento, tudo parecia perfeito".

Dane Reynolds (E.U.A.), 25, atual No. 4, tropeçou na sua bateria na abertura do dia, perdendo para Chris Davidson (AUS), 33. Apesar de sua classificação para o Round 2, Reynolds colocou uma performance sensacional à tarde, misturando manobras de backside mostrando as quilhas, com um ataque brutal de frontside para conquistar o melhor total de bateria do evento, 17,70 de 20 possíveis, e despachou o local convidado Kolohe Andino (E.U.A.), 16.

"Eu estava nervoso em disputar contra ele (Andino)", disse Reynolds. "Eu odeio surfar contra crianças mais novas. Se eu competir contra alguém como Davo (Chris Davidson) Eu sei o que esperar, eu sei como ele vai surfar. Kolohe (Andino) pode fazer grandes manobras e que normalmente são as minhas armas que eu posso aplicar contra os outros caras, por isso fiquei um pouco nervoso lá, mas eu mantive a minha concentração e peguei um par de séries boas. Eu sentia que cada vez que uma série chegava eu estava em segundo e ele tinha uma parede agradável. "

Mick Fanning (AUS), 29, campeão da ASP em 2009 e atual No. 9, sobreviveu a uma suada bateria na 1ª Rodada nesta manhã, marcando um excelente 8,67 nos últimos 10 minutos antes de pegar outra boa e ganhar a sua bateria.

"No meio da bateria eu estava pensando que ia ser uma daquelas que eu não pego nada e os outros caras se dão bem, mas um onda veio e virei a bateria ", disse Fanning. "Eu apenas tentei tirar a pontuação necessária e eu tive um pouco de sorte. Algumas pessoas dizem que não se preocupam realmente com a vitória no primeiro round, mas é bom mentalmente ganhar essa primeira bateria. Ninguém gosta de estar naquele segundo round. É bom apenas para seguir em frente. "

Campeão do evento no ano passado, Fanning é um dos favoritos para repetir nesta temporada, mas continua a ser humilde quando discute o restante do evento.

"Eu apenas estou conquistando uma bateria por vez", disse Fanning. "Eu tenho um monte de trabalho a fazer e seria incrível ( ganhar dois anos seguidos ). Há um bom bônus no final, mas em primeiro lugar, eu preciso passar as baterias. "

Taj Burrow (Aus), 32, atual No. 3, venceu convincentemente o seu Round 1 sobre o local Patrick Gudauskas (E.U.A.), 24, e o recente membro dos Top 34 da ASP Gabe Kling (E.U.A.), 30, com algumas impressionantes manobras de backside.

"Normalmente eu não tento ir para a esquerda, mas percebi que tinham algumas realmente boas paredes e há sempre uma rampa com elas ", disse Burrow. "Eu tenho vindo surfar aqui um pouco e fiz alguns bons aéreos para a esquerda, então eu pensei porque não repetir durante as baterias. Você tem de olhar para ambas as ondas, mas eu estava definitivamente pensando nas esquerdas mais do que nas direitas para essa bateria. Todo mundo é letal lá fora, especialmente Pat (Gudauskas), sendo um cara local. É apenas uma questão de selecionar as boas e fazer a coisa certa porque há um monte de gente boa neste evento. "

Jordy Smith (Afs), 22, atual No. 1, teve uma vitória redonda 1 nesta manhã, pegando as esquerdas e as direitos com boa performance para avançar diretamente para o Round 3.

"É sempre bom começar uma rodada de abertura vencendo, mas acho que a melhor coisa sobre ter o número um nas minhas costas é que você está numa vaga muito boa lá no topo ", disse Smith. "Eu acho que é a melhor parte, pois você não têm de ir muito longe. As ondas são bem divertidas por aqui, há boas ondas e eu tenho certeza que só vai ficar melhor durante todo o dia. "

Kelly Slater (E.U.A.), 38, nove vezes campeão do WCT e atual ASP Número 2 do mundo, marcou uma vitória confiante em sua disputa no Round 1 esta manhã. Atualmente em processo de caça por um inédito décimo Título mundial da ASP, Slater também tem sido um grande apoiador das recentes alterações feitas no nível do ASP World Tour.

RESULTADOS DO HURLEY PRO TRESTLES ROUND 1:

Bateria 1: Chris Davidson (AUS) 13.33, Dane Reynolds (EUA) 12.94, Luke Munro (AUS) 10.33

Bateria 2: Adriano de Souza (BRA) 14.50, Adam Melling (AUS) 14.46, Brett Simpson (EUA) 13.83

Bateria 3: Mick Fanning (AUS) 14.40, Taylor Knox (EUA) 13.30, Travis Logie (ZAF) 13.04

Bateria 4: Taj Burrow (AUS) 16.10, Gabe Kling (EUA) 12.67, Patrick Gudauskas (EUA) 11.70

Bateria 5: Jordy Smith (ZAF) 15.16, Rob Machado (EUA) 11.47, Kai Otton (AUS) 9.67

Bateria 6: Kelly Slater (EUA) 13.27, Luke Stedman (AUS) 10.10, Kolohe Andino (EUA) 8.43

Bateria 7: Matt Wilkinson (AUS) 13.50, Bede Durbidge (AUS) 13.26, Jeremy Flores (FRA) 12.93

Bateria 8: Michel Bourez (PYF) 16.24, Daniel Ross (AUS) 15.23, Bobby Martinez (EUA) 13.33

Bateria 9: Jadson Andre (BRA) 17.03, C.J. Hobgood (EUA) 11.46, Dusty Payne (HAW) 8.10

Bateria 10: Andy Irons (HAW) 15.04, Tiago Pires (PRT) 12.57, Tom Whitaker (AUS) 5.23

Bateria 11: Adrian Buchan (AUS) 14.47, Owen Wright (AUS) 13.66, Roy Powers (HAW) 8.50

Bateria 12: Damien Hobgood (EUA) 12.93, Kieren Perrow (AUS) 12.67, Fredrick Patacchia (HAW) 11.26

RESULTADOS DO HURLEY PRO TRESTLES ROUND 2:

Bateria 1: Dane Reynolds (EUA) 17.70 def. Kolohe Andino (EUA) 11.10

Bateria 2: Bede Durbidge (AUS) 12.33 def. Rob Machado (EUA) 10.77

Bateria 3: Gabe Kling (EUA) 12.17 def. Bobby Martinez (EUA) 11.44

Bateria 4: C.J. Hobgood (EUA) 12.16 def. Travis Logie (ZAF) 9.93

Bateria 5: Brett Simpson (EUA) 10.93 def. Fredrick Patacchia (HAW) 10.77

PRÓXIMAS BATERIAS DO HURLEY PRO TRESTLES ROUND 2:

Bateria 6: Owen Wright (AUS) vs. Luke Munro

Bateria 7: Tiago Pires (PRT) vs. Daniel Ross (AUS)

Bateria 8: Jeremy Flores (FRA) vs. Dusty Payne (HAW)

Bateria 9: Adam Melling (AUS) vs. Tom Whitaker (AUS)

Bateria 10: Taylor Knox (EUA) vs. Roy Powers (HAW)

Bateria 11: Patrick Gudauskas (EUA) vs. Kieren Perrow (AUS)

Bateria 12: Kai Otton (AUS) vs. Luke Stedman (AUS)

Galerias | Mais Galerias