#profissional #mundial #6 estrelas #competições 
Espanha

Brasileiros brilham no primeiro dia de ação no San Miguel Pro

Guga Loureiro

O campeonato teve início com a entrada de um swell de 2-3 pés na praia principal de Zarautz. Um dia cansativo com muitas baterias divididas em 2 palanques para finalizar a tempo.

O pernambucano Halley Batista 25, foi o surfista mais inovador e impressionante hoje, dominando sua bateria na segunda rodada,obtendo a maior somatória do dia (18,37 de 20 possíveis).

"As ondas hoje não estavam tão boas, mas eu vinha embalado na sessão e eu mandei um grande aéreo na minha primeira onda. Tirei um 9,17 e fiquei tão feliz! A segunda onda veio no final, e tive que lutar por ela. Eu surfei bem e dei outro aerial e ganhei um 9.20. Foi a bateria perfeita. Eu tenho um monte de amigos aqui e é ótimo sentir o apoio na praia."

Halley , que tem lutado nos eventos da série Star por três anos, surfou principalmente no Brasil em 2011, e veio para a Europa com a esperança de obter um bom resultado e subir a escada do ranking mundial.

"O meu melhor resultado até agora foi um 5 º lugar em um 6 estrelas no Brasil. Isso é tudo o que tenho agora. meu objetivo é conseguir mais pontos aqui. Quero melhorar a minha situação no ranking para poder de entrar em todos os eventos Prime."

Após uma breve estadia no Velho Continente, Halley vai voltar à sua terra natal para defender uma vantagem no ranking nacional . Com o ataque de frontside que ele mostrou hoje, as probabilidades são de que ele vai se dar muito bem!"

"Infelizmente não posso ficar mais tempo na Europa, porque estou em primeiro no ranking Nacional no Brasil e eu quero ganhar esse título! Eu não tenho certeza sobre o fim da temporada no Havaí, eu quero apenas me concentrar no título do Brasil. "

O americano Kolohe Andino, foi outro surfista a se destacar com a maior nota onda do evento. Andino, que se inscreveu tarde para o evento veio para o País Basco sem saber se ele poderia competir e ficou feliz por finalmente vestir a camiseta do campeonato.

"Tem sido uma longa espera para começar. Eu estava na Virgínia, e entrei como o terceiro suplente ,fiquei feliz por acabar entrando na primeira rodada. Eu tava me batendo sem saber se ia entrar ou não. Assim que começou a quebrar hoje eu estava lá. Eu não tenho surfado durante seis dias, então eu peguei umas espuminhas para aquecer.Tava surfável e o campeonato finalmente começou. "

Depois de cinco longos dias de espera para o oceano dar sinal de vida, Andino surfou com velocidade e precisão. Apesar de ter apreciado a gastronomia local um pouco demais, ele conseguiu pegar uma direitinha cavada e deu uma rasgada seguida de aéreo rodando. Seus esforços foram recompensados ​​quando ele recebeu a maior nota do dia, um 9,33 de um possível 10 pontos.

"Eu estava concentrado o tempo todo esperando para começar, estou me alimentando bastante porque surfo bastante,mas não posso engordar muito. É difícil ficar soltinho nessas ondas pequenas, após uma longa pausa."

O herói local Hodei Collazo, membro do clube de surf Zarautz, se classificou para a terceira rodada de hoje, juntamente com colegas europeus Jonathan Gonzalez das Ilhas Canárias.

"Tive sorte que o swell estava entrando e não tivemos aquele começo de bateria devagar. Tivemos tantas ondas, eu tive sorte eu peguei três esquerdas boas, me sinto ótimo e minha prancha está muito boa ", disse Collazo.

O embaixador local levou 20 minutos para poder devolver a camiseta para o próximo competidor. A multidão na areia cercou Collazo no final de sua bateria, pedindo fotos, entrevistas e autógrafos.

"Eu tenho todos aqui me apoiando, minha namorada, família e todos os meus amigos estão comigo. Eu surfo aqui desde que nasci, por isso é definitivamente muito especial. No ano passado e no ano anterior eu não surfei muito bem e tive resultados ruins por isso espero que este ano eu possa surfar boas baterias e ter um resultado bom para alegria da galera. "

Collazo, é um Top 10 Europeu e quer subir no topo do ranking mundial e mostra uma clara intenção de fazer o seu caminho para a elite da ASP. Com vários eventos restantes na temporada 2011, tudo é possível para o talentoso surfista.

"Estou tentando melhorar a minha classificação e acumular pontos, com objetivo nos Top 32 no final do ano. Há muitos campeonatos importantes que virão, como o Prime em Portugal e, em seguida, Califórnia e Hawaii .. Eu só quero continuar fazendo o meu melhor surf e se eu puder lutar por esse Top 32 seria ótimo."

O brasileiro Flavio Nakagima, também foi outro destaque.

Baterias da terceira rodada:

Bateria 1: Gabriel Medina (BRA), Hodei Collazo (EUK), Mickey Picon (FRA), Glen Hall (IRL)

Bateria 2: Ryan Callinan (AUS), Jonathan Gonzalez (CNY), Royden Bryson (ZAF ), kolohe Andino (EUA)

Bateria 3: Messias Felix (BRA), Wiggolly Dantas (BRA), Blake Thorton (AUS), Junior Faria (BRA)

Bateria 4: Jesse Mendes (BRA), Leonardo Neves (BRA), Brandon Jackson (ZAF), Vincent Duvignac (FRA)

Bateria 5: Perth Standlick (AUS), Flavio Nakagima (BRA), Shaun Joubert (ZAF), Charlie Brown (BRA) Bateria 6: Alex Ribeiro (BRA), Jay Quinn (NZL), David do Carmo (BRA), Luke Cheadle (AUS)

Bateria 7: Charles Martin (GLP), Halley Batista (BRA), Romain Cloitre (REU), Manuel Selman (CHL)

Bateria 8: William Cardoso (BRA), Nic Muscroft ( AUS), Tiago Camarão (BRA), Squires Nicholas (AUS) Bateria 9: Tomas Hermes (BRA), Austin Ware (EUA), Adrien Toyon (REU), Matt Pagan (EUA)

Bateria 10: Tanner Gadauskas (EUA), Adam Robertson (AUS), Mitch Coleborn (AUS), Dion Atkinson (AUS)

Bateria 11: Peterson Crisanto (BRA), Casey Brown (HAW), Shaun Cansdell (AUS), Miguel Pupo (BRA) Bateria 12: Jean da Silva (BRA ), Heath Joske (AUS), Lincoln Taylor (AUS), Alan Donato (BRA)

Galerias | Mais Galerias