#brasileiro #longboard #surf 
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil

André Luiz, Deka, e Atalanta são os novos Campeões Brasileiros de Longboard

Mediaguide Comunicação

Atleta local da Praia da Macumba conquista seu primeiro título nacional e ainda fatura a segunda etapa do Petrobras Longboard Classic e a pernanbucana Atalanta escreve seu nome no Long

Neste domingo, a Praia da Macumba, no Rio de Janeiro, foi palco de mais uma emocionante disputa pelo título brasileiro de longboard. E foi justamente o surfista local, André Luiz Deka, que levantou o troféu mais cobiçado da modalidade, fazendo a alegria da grande torcida presente na Praia. Durante a segunda etapa do Petrobras Longboard Classic, Deka conquistou seu primeiro título brasileiro, entrando para a história do surfe nacional.

Entretanto, Deka teve muito que agradecer a Jeremias da Silva, o Mica, campeão nacional em 2008, que desde a terceira fase da competição eliminou os principais concorrentes ao título. Ao sair d'água, após a bateria contra o guarujaense, Danilo Rodrigo, último atleta capaz de tomar o título de Deka, Jeremias da Silva deu um abraço emocionado no campeão.

"Você é o campeão porque você merece. Deus te abençoe. Tenho certeza que o título está em boas mãos", disse o Surfista de Saquarema, Jeremias da Silva, o Mica.

O campeão brasileiro de 2010 já vinha mostrando que tinha potencial para ao chegar topo. No ano passado, Deka foi campeão do Circuito Petrobras Longboard Classic e Sul-americano ,título que lhe garantiu uma passagem para sua primeira viagem para o Havaí, de onde ele voltou há poucas semanas, após ter disputado o mundial. Para a surpresa de André Luiz, um dos patrocinadores do Petrobras Longboard Classic deu ao campeão nacional uma passagem para o Arquipélago Havaiano. Em breve o melhor longboarder do país estará de volta às ondas mais cobiçadas do mundo.

"O ano passado foi muito bom para mim e a viagem para o Havaí mudou minha visão de tudo. Acabei de voltar de lá, um lugar onde vivi os melhores momentos da minha vida e agora conquisto o título brasileiro. É um momento muito especial para mim. Eu e o Mica somos abençoados. Não tenho patrocínio, mas quero agradecer a todos os que me apoiaram, aos amigos, e a família", finalizou André Luiz Deka.

Na grande final do Petrobras Longboard Classic, entre o carioca, André Luiz, e o saquaremense, Jeremias da Silva, o que já estava bom ficou ainda melhor para o local da Praia da Macumba. Com duas ótimas ondas, uma delas a melhor do campeonato, um 9, 27, "Deka" fez ainda a maior média da etapa, 17, 37 e venceu o saquaremense garantindo o título da PLC da Macumba e o bicampeonato da etapa.

SURFISTA É FRUTO DE PROJETO SOCIAL

O surfista é morador da comunidade do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes. Quando criança André Luiz dividia seus dias entre o surf e o trabalho como pedreiro. Órfão muito cedo e caçula de uma família de 11 irmãos, Deka é um fruto do projeto social do surfista Rico de Souza.

"Como todo brasileiro eu tive um caminho difícil, mas cheguei aqui e hoje sou campeão brasileiro. Meus irmãos me apoiaram muito, sempre dizendo para que me focar apenas no surfe. Tenho muito que agradecer ao Rico também, pois foi ele que apostou em mim desde o começo da minha carreira.

OUTROS CAMPEÕES NO PETROBRAS LONGBOARD CLASSIC

Entre as mulheres, uma história parecida. A Pernambucana Atalanta Batista chegara a esta etapa na segunda colocação no ranking, dependendo de um tropeço da líder, Fernanda Daitchman. A paranaense perdeu a disputa, que a colocaria muito perto do título, para a carioca Chloé Calmom. Na final, Entre Chloé e Atalanta, a Pernambucana precisava da vitória, caso contrário Fernanda Daitchman ficaria com o título. Porém, Chloé não surfou bem, deixando o caminho livre para Atalanta Batista conquistar seu primeiro título brasileiro e o troféu de campeã do Petrobras Longboard Classic.

"Foi uma bateria muito acirrada, mas consegui encontrar as ondas e abrir uma vantagem boa vantagem. Minha meta agora é disputar o mundial em 2011", disse Atalanta Batista

Os veteranos também mostraram habilidade sobre os pranchões. Na categoria Super Master (acima de 50 anos), o grande campeão foi o carioca Otávio Pacheco, deixando em segundo seu conterrâneo, Laplan. Em terceiro ficou o paulista Zé Paioli e em quarto, o carioca, Dário Barros.

O Petrobras Longboard Classic distribui R$ 25 mil reais em premiações para os atletas da categoria Masculino Profissional e R$ 5 mil para as mulheres.

Confira o HotSite do PLC: http://ricosurf.globo.com/plc/2aetapa10/index.asp

O Petrobras Longboard Classic tem o patrocínio da Petrobras, Co-patrocínio da HD e da Net Virtua e o apoio da American Airlines, Guiness Book, Revista Coquetel, Aldeia dos Ventos, Xcope, Skate Aventura, Apreciatti, Abrasp, Feserj, Recreio Surfe Clube e Prefeitura do Rio de Janeiro. Realizações Rico Promoções Esportivas. O site oficial do evento é o Ricosurf.com.

Media Guide Comunicação

Assessoria de Imprensa do Petrobras Longboard Classic

Diogo Mourão (diogo@mediaguide.com.br)

Rafael Abreu (rafaelaosantos@gmail.com)

21. 2522-0115/2287-8095

Galerias | Mais Galerias